sábado, 25 de junho de 2022
[OGF - VIP - SPACENOW DESKTOP - TESTE A/B - 22-6-2-22]
Finanças comportamentaisCOLUNA

Finanças comportamentais

Rodrigo Wiethorn

Especialista em comportamento do consumidor e marketing digital.

Entenda como o Behaviorismo pode afetar o comportamento do investidor

Mundo dos investimentos vai muito além dos números e mexe com questões subjetivas

19 janeiro 2022 - 16h13
Entenda como o Behaviorismo pode afetar o comportamento do investidor

Diferentemente do que alguns podem pensar, o mundo dos investimentos vai muito além dos números e mexe com questões muito mais subjetivas, em especial com a psicologia. Isso porque, para saber como prever o mercado é preciso entender como as pessoas que o constroem se comportam.

Por esse motivo, os estudos de comportamento do investidor são uma carta na manga para quem deseja crescer em seu mercado e com suas ações. Para entender melhor tudo isso, vamos conversar sobre o Behaviorismo.

[OGF - VIP -  SQUARE DETALHE POST 300X 250]

Essa que é uma das áreas mais importantes da psicologia para entender o comportamento dos investidores, e também uma grande oportunidade para desenvolver suas habilidades nesse setor.

Se deseja crescer ainda mais seus conhecimentos e ainda garantir bons resultados na hora de investir, continue lendo!

[OGF - VIP -  SQUARE DETALHE POST 300X 250 - TESTE A/B - 22-6-2022]

O que é Behaviorismo?

O Behaviorismo é uma corrente científica da psicologia que compreende que todos os comportamentos humanos podem ser condicionados através da aprendizagem.

Também chamada de Teoria Comportamental por alguns autores, o principal nome que surge quando falamos sobre isso é o de B. F. Skinner. Apesar dele não ser o primeiro psicólogo a trabalhar com o Behaviorismo, ele se destaca por ser o primeiro a tratar o condicionamento como uma ciência e não apenas um método.

Desse modo, Skinner abre caminho para que possamos entender melhor não somente como o modo de agir das pessoas no geral funciona, mas como interferir e influenciar em seus resultados.

São inúmeras as subdivisões criadas dentro do Behaviorismo, como o condicionamento clássico e o condicionamento operante. Contudo, o que mais importa para nós é a aprendizagem por associação, já que é essa a que mais estamos submetidos quando falamos em investimentos.

Behaviorismo e os investimentos

A aprendizagem por associação nada mais é do que um comportamento que acabamos adquirindo por conta de uma ação repetitiva. Ou seja, a partir do momento em que fazemos uma mesma coisa várias vezes, nosso corpo se condiciona de modo que passamos a realizá-la em modo automático depois de um tempo.

Isso se liga muito a heurística e suas implicações na hora de investir, mas se quiser saber mais sobre esse desdobramento, preparamos um conteúdo mais específico para você aqui!

Voltando ao behaviorismo, essa aprendizagem por associação pode ser benéfica e perigosa na mesma medida. Afinal, por um lado o condicionamento pode nos ajudar a ganhar tempo e agilidade para tomar decisões, mas por outro ele pode nos fazer cair em algumas ciladas.

Imagine o que aconteceria se você tomasse uma decisão de investimento por puro impulso sem se atentar a detalhes mais técnicos e estudar melhor suas possibilidades? Esse é um dos perigos do condicionamento do Behaviorismo.

Para fugir disso, a saída mais inteligente é conhecer esse condicionamento e aprender como ele funciona. Uma vez que se sabe de onde essa aprendizagem por associação vem, é possível desenvolver outros mecanismos de condicionamento em cima dela. Ou seja, burlar um condicionamento com outro.

Treinar a si próprio para prestar atenção em detalhes e buscar pelos melhores resultados é algo totalmente possível com o Behaviorismo, basta ensinar seu próprio condicionamento com as técnicas desta ciência.

Conclusão

O Behaviorismo é mais do que apenas uma área da psicologia para os investidores, mas uma ferramenta muito bem vinda para aprimorar suas ações de investimento.

Saber como as pessoas se comportam é a chave para conseguir reaver seu mercado de maneira mais realista e condicionar suas ações para obter os melhores resultados. Por isso não há motivo para perder a chance de conhecer e usufruir dos benefícios do behaviorismo!

A opinião e as informações contidas neste artigo são responsabilidade do autor, não refletindo, necessariamente, a visão da SpaceMoney.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content