segunda, 06 de dezembro de 2021
Finanças comportamentaisCOLUNA

Finanças comportamentais

Rodrigo Wiethorn

Especialista em comportamento do consumidor e marketing digital.

Como usar as decisões emocionais dos investidores a seu favor?

Conheça cinco estratégias para racionalizar os sentimentos na hora de investir

08 novembro 2021 - 13h29
Como usar as decisões emocionais dos investidores a seu favor?

Quando pensamos em investimentos, é fácil achar que somos capazes de nos mantermos neutros e pensar de forma puramente racional em um momento de escolha. Mas a realidade é muito distante disso.

As emoções são parte fundamental do dia a dia de qualquer ser humano, e não seria diferente quando envolve questões de mercado. Dessa maneira, a única forma de evitar que tais sentimentos interfiram negativamente em suas escolhas é conhecendo seu modo de agir e como eles nos influenciam.

Assim, descobrir sobre as decisões emocionais é uma maneira inteligente de otimizar suas escolhas de modo mais consciente e certeiro. Poderíamos até falar aqui sobre uma certa racionalização dos sentimentos, isso não é ótimo?

Descubra tudo o que você precisa sobre essa escolha amparada pelas emoções e como você pode usufruir do sentimentalismo dos investimentos.

O que é uma decisão emocional?

Durante um único dia, calcula-se que um ser humano adulto realize por volta de 35 mil escolhas, que variam desde de “qual roupa vou vestir” e “o que vou comer”, até “em que ação vou colocar o meu dinheiro”.

Ao contrário do que gostamos de pensar, nos colocando sempre como pessoas muito racionais, cerca de 70% de todas essas decisões são feitas de forma puramente emocional. Afinal, você pode até dizer que escolhe o seu almoço racionalizando as possibilidades disponíveis, mas a cartada final é se você gosta ou não daquela comida.

Desse modo, as decisões emocionais compreendem uma grande parte do nosso cotidiano e influenciam em todos os aspectos de nossa vida, em especial na hora de investir.

Para não ser pego desprevenido e ser levado de forma errônea por esse tipo de escolha é preciso entender sobre o processo de decisão.

Assim, busque entender melhor o que são decisões de investimentos. Elas te ajudarão a compreender os caminhos e escolhas que você e o seu mercado tomam e ainda a desenvolver sua própria logística de decisão que leva em conta os fatores emocionais de forma favorável.

Como evitar ser influenciado negativamente pelas decisões emocionais

Por mais presentes que sejam, as decisões emocionais podem ser contidas e controladas para que ajam a nosso favor. E, para isso, existem 5 estratégias principais que vamos te mostrar.

1. Mantenha a calma com o mercado volátil

Essa parece uma dica um tanto óbvia, mas é sempre importante frisar sua importância.

O mercado de investimentos, e o financeiro como um todo, é extremamente volátil. Essa é uma de suas características mais intrínsecas, o que significa que de nada adianta se desesperar quando uma mudança brusca acontecer, pois logo virá outra e outra.

Uma forma de manter a calma quando isso acontecer é analisar seu mercado e suas possibilidades de forma clínica. Ou seja, mantenha um controle de informações para que possa enxergar um panorama geral e claro do que está acontecendo. Isso te ajudará a não se deixar levar pelas decisões emocionais.

2. Pense a longo prazo

Ainda ligado à questão da volatilidade, não podemos pensar nos investimentos como algo temporal e datado. Por mais que o hoje seja extremamente importante no mercado financeiro, ele só tem relevância porque vai impactar no amanhã. Assim, use os dados que mencionamos no item 1 para tentar prever e entender o futuro dos investimentos.

3. Mantenha suas metas claras

Um dos principais problemas que enfrentamos com as decisões emocionais é nos deixar desviar de nossos objetivos principais. Desse modo, é essencial encontrar uma maneira de manter suas metas claras. Como fará isso depende de você. Não existe fórmula mágica, apenas uma necessidade gritante de ter seus objetivos sempre guiando suas escolhas.

4. Diversifique seus investimentos

Voltando ao ponto da volatilidade, uma vez que o mercado é instável precisamos procurar por boias salva-vidas que nos amparem. Assim, manter seus investimentos diversificados ajuda a equilibrar essa volatilidade e diminuir os danos emocionais em suas escolhas.

Por mais que, em uma ponta, possamos ter uma perda grande, se a outra estiver prosperando conseguiremos nos manter mais calmos e racionais para realizar nossas decisões de investimentos.

5. Procure por ajuda

Por fim, é sempre importante lembrar que ninguém sabe tudo o tempo todo e a falta de conhecimento é uma porta aberta para tomar decisões emocionais erradas. 

Desse modo, não tenha medo de pedir ajuda e buscar ampliar seus conhecimentos. Só assim poderá tomar decisões melhores.

Conclusão

As decisões emocionais são uma realidade que toma conta de nossas escolhas diárias. Fugir delas não é uma opção, por isso precisamos encontrar as melhores maneiras de usá-las a nosso favor.

Busque entender como o seu mercado funciona e acumule o máximo de conhecimento que conseguir. Ele será essencial para que possa acalmar suas emoções e pensar racionalmente sempre que precisar fazer uma escolha.

A opinião e as informações contidas neste artigo são responsabilidade do autor, não refletindo, necessariamente, a visão da SpaceMoney.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content