quarta, 22 de maio de 2024
SpaceNow

B3 EM TEMPO REAL: Fique por dentro de tudo o que influencia a Bolsa nesta segunda-feira (15)

A SpaceMoney reúne para você as últimas notícias do mercado financeiro em primeiríssima mão

15 abril 2024 - 16h49Por Redação SpaceMoney
.. - Crédito: Sede da B3, em São Paulo| Foto: GUSTAVO SCATENA/Divulgação

IBOVESPA: Nesta segunda-feira (15), o mercado financeiro local acompanha as movimentações na Petrobras (PETR3)(PETR4) para o pagamento de dividendos, após o presidente do conselho de administração da companhia, Pietro Mendes, ter sido afastado do cargo.

A balança comercial semanal também vai ser informada.

 

DÓLAR: Nesta segunda-feira (15), o mercado de câmbio observa as vendas no varejo dos Estados Unidos, que devem consolidar ou não as apostas no ritmo dos juros por lá e, com isso, trazer movimentações para a cotação do dólar no dia.

Os números referentes ao crescimento econômico na China também chamam atenção nesta segunda-feira, mas só impactam as cotações amanhã (terça-feira, 16 de abril), já que os dados só são divulgados à noite, quando o mercado norte-americano já está encerrado.

 

 

Neste resumo, a SpaceMoney reúne para você as últimas notícias do mercado financeiro em primeiríssima mão:

 

 

Analistas veem período com resultados positivos.

 

Balanço da empresa foi marcado por falta de lançamentos no período.

 

Confira o portfólio completo com as recomendações de cada casa, corretora ou plataforma de análise de investimentos.

 

Maiores altas do índice

Ação Variação
BRF (BRFS3) +8,92%
Dexco (DXCO3) +6,73%
Metalúrgica Gerdau (GOAU4) +4,19%
Gerdau (GGBR3)  +3,41%

 

Maiores baixas do índice

Ação Variação
Minerva (BEEF3) -5,93%
Magazine Luiza (MGLU3) -5,42%
Vamos (VAMO3) -4,32%
CVC Brasil (CVCB3) -3,57%

Fonte: Br.investing.com

 

Em relatório de prévia sobre o resultado das companhias de varejo no primeiro trimestre de 2024, o BTG Pactual afirmou que os números devem desacelerar no segmento de alto padrão, enquanto deve avançar para players de baixa e média renda. 

 

Empresa apresentou prévia de dados operacionais do primeiro trimestre de 2024 e banco analisa números

 

E, ainda, o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), a ser apresentado nesta segunda-feira (15), vai prever um salário mínimo de R$ 1.502

 

No período, as vendas líquidas somaram R$ 299,6 milhões, um recuo de 19,6% em comparação com o mesmo período de 2023.

 

Nesta segunda-feira (15), o PagBank recomenda a venda das ações de EzTec (EZTC3) e Ultrapar (UGPA3) para operações de day trade

 

Nesta segunda-feira (15), o PagBank recomenda a compra das ações de Cielo (CIEL3) e Vivo (VIVT3) para operações de day trade

 

Créditos serão pagos em 31 de julho de 2024.

 

A distribuição vai ter como data-base de cálculo a posição acionária de 26 de março de 2024 (record date), incluídas as negociações realizadas em tal data.

 

Farão jus aos créditos investidores posicionados em base acionária ao fim da sessão do dia 3 de abril.

 

Montante representa uma alta de 21,4% na comparação com o mesmo mês de 2023.

 

A Light (LIGT3) informou nesta segunda-feira (15) os principais termos e condições econômicos acordados com gestores representantes de fundos titulares de debêntures emitidas pela Light Sesa, objeto da 9ª, 15ª, 16ª, 17ª, 21ª, 22ª, 23ª, e 24ª emissões, para a repactuação do endividamento financeiro sujeito à recuperação judicial da companhia.

 

 

Nome Código Preço (USD) Variação (24H) Variação (7D)
Bitcoin BTC 66.258,1 +2,77% -7,86%
Ethereum ETH 3.245,52 +6,20% -9,80%
Tether USDt USDT 1,0013 +0,03% +0,12%
BNB BNB 593,71 -2,19% +2,28%
Solana SOL 581,41 +3,94% -2,23%
USDC USDC 0,9987 -0,06% +0,01%
Lido Staked ETH stETH 3.222,73 +7,59% -9,89%
XRP XRP 0,5147 +4,90% -14,62%
Toncoin TON 7,0491 +9,00% +20,43%
Dogecoin DOGE 0,164709 +5,57% -20,16%

Fonte: Investing.com

 

  • Gopax reduz perdas em 2023, mas dívidas da Genesis persistem

Embora ainda represente uma perda, o valor foi consideravelmente menor que os 90,6 bilhões de won perdidos em 2022. 

Leia mais aqui.

 

  • Dividendos de FIIs: 24 fundos de investimento imobiliário pagam cotistas nesta segunda-feira (15)

Na última sexta-feira (12), o Índice de Fundos de Investimento Imobiliário (IFIX) encerrou em alta de 0,19%, aos 3.423,95 pontos.

Leia mais aqui.

 

 

Copel (CPLE6) 

A Copel (CPLE6) comunicou que a Radar Gestora de Recursos atingiu uma participação na companhia de 66.055.900 ações ordinárias, representativas de 5,08% do total dessa classe de ação.

 

Engie (EGIE3)

O CEO de Engie (EGIE3) no Brasil, Mauricio Bähr, disse em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, que o modelo de subsídios para energias renováveis no Brasil se esgotou e, agora, funciona como um “Robin Wood às avessas”, com a transferência de renda dos mais pobres para os ricos.

 

Intercement  

A Intercement está empenhada em concluir a venda da companhia para evitar um novo embate com credores e a aceleração de suas dívidas em maio, que somam ao menos R$ 8 bilhões e têm vencimentos em maio e julho, informa a Coluna do Broadcast no jornal O Estado de S.Paulo.

Entre empresas que já manifestaram interesse pela InterCement estão a CSN (CSNA3) e a Votorantim Cimentos.

 

Petrobras (PETR3)(PETR4)

A Associação Brasileira das Empresas de Bens e Serviços de Petróleo (Abespetro) disse que decisão da Petrobras (PETR3)(PETR4) de reduzir de noventa dias para trinta dias o pagamento a fornecedores, nos contratos a partir de 1º de maio, foi “acima das expectativas”.

 

 

Confira as notícias publicadas pela SpaceMoney após o fechamento dos mercados na última sexta-feira (12):

 

Valid (VLID3) pretende realizar oferta de resgate antecipado total de debêntures da nona emissão

A Valid (VLID3) informou que pretende realizar a Oferta de Resgate Antecipado Total das Debêntures da nona emissão, ou seja, das 250.000 debêntures, no dia 29 de abril de 2024.

A Oferta de Resgate Antecipado fora condicionada a adesão mínima de, pelo menos, debenturistas titulares de 70% (setenta por cento) dos títulos, ou seja, 175.000 debêntures e o prazo para adesão à oferta se encerra às 18:00 do dia 22 de abril de 2024.

 

Wilson Sons (PORT3): Radar detém 9,99% do capital social

A Wilson Sons (PORT3) foi comunicada pela Radar Gestora de Recursos Ltda a respeito da alteração da quantidade de ações ordinárias de emissão da companhia detidas pelo conjunto de veículos de investimento por ela geridos, que passam a totalizar 43.992.994 ações, equivalentes a aproximadamente 9,990% do capital social da empresa.

 

Movida (MOVI3) projeta alta de R$ 387,0 mi em receitas com RAC

A Movida (MOVI3) projeta aumentar o yield médio mensal da diária da frota operacional de Rent-a-Car (RAC) para 4,20% ao mês em 2024, como principal estratégia de melhoria da rentabilidade. O percentual representaria uma alta de R$ 387,0 milhões de receita ao ano.

Com foco em maximizar a produtividade no segmento de seminovos e potencializar as margens praticadas, a companhia acredita ser possível aumentar as vendas desses veículos no varejo para uma média de 34 carros por loja por mês, o que representaria um aumento de 21,00% frente à média de 2023.

A companhia pretende, ainda, reduzir o desconto praticado frente à tabela FIPE na venda dos carros seminovos, para 5,50% no varejo e 16,50% no atacado em 2024.

De maneira a aumentar a previsibilidade e estabilidade dos resultados e impulsionar a rentabilidade consolidada, na gestão e terceirização de frotas (GTF), a empresa espera aumentar a representatividade do segmento para 60,00% do capital investido até o fim de 2024, com prioridade à alocação de recursos neste segmento.

 

Multiplan (MULT3) vai pagar debenturistas de 10ª emissão no dia 15 de abril

A Multiplan (MULT3) comunicou aos titulares de debêntures de sua 10ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em série única, para distribuição pública com esforços restritos, que, na próxima segunda-feira (15) vai realizar o pagamento de remuneração no valor de R$ 61,71881 por debênture.

 

Eternit (ETER3) comunica edital de convocação para AGC - Classe Trabalhista

No âmbito do processo de recuperação judicial e de sociedades controladas que integram o polo ativo do mesmo, a Eternit (ETER3) informou o edital de convocação de Assembleia Geral de Credores – Classe Trabalhista (AGC) a ser realizada de forma híbrida (em ambiente presencial e em ambiente virtual), em primeira convocação no dia 7 de maio de 2024, às 14:30 (com início de credenciamento de credores trabalhistas às 13:00 e término às 14:00).

Na ocasião, a AGC vai ser instalada com a presença de credores trabalhistas titulares de mais da metade dos créditos trabalhistas, computados pelo valor e, caso não haja quórum nesta ocasião, ficam desde já convocados os credores trabalhistas para a próxima AGC.

A AGC, em segunda convocação, vai ser realizada no dia 14 de maio de 2024, às 14:30 (com início de credenciamento de credores trabalhistas às 13:00 e término às 14:00), a qual vai ser instalada com a presença de qualquer número de credores trabalhistas, nos termos do edital publicado.

A Assembleia Geral de Credores – Classe Trabalhista visa a exposição do Primeiro Aditamento ao Plano de Recuperação Judicial do Grupo Eternit e a deliberação, pelos credores trabalhistas, sobre a sua aprovação, rejeição ou modificação. 

 

Taesa (TAEE11) vai pagar R$ 36,975 milhões a debenturistas de 12ª emissão

A Taesa (TAEE11) comunicou aos detentores das debêntures da 1ª, 2ª e 3ª séries da 12ª emissão de debêntures todas nominativas, escriturais, simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, emitidas em 15 de abril de 2022, que vai realizar o pagamento de juros no dia 15 de abril de 2024, no valor total de R$ 36.975.870,77.

 

1ª Série:

Evento: Juros

Ativo: TAEEB2

Valor Unitário: R$ 29,06996533

Quantidade: 630.783

Valor Total: R$ 18.336.839,94


2ª Série:

Evento: Juros

Ativo: TAEEC2

Valor Unitário: R$ 29,83763451

Quantidade: 300.410

Valor Total: R$ 8.963.523,78

 

3ª Série:

Evento: Juros

Ativo: TAEED2

Valor Unitário: R$ 30,34910478

Quantidade: 318.807

Valor Total: R$ 9.675.507,05

 

Taesa (TAEE11) anuncia resgate antecipado facultativo total de debêntures da 13ª emissão

A Taesa (TAEE11) comunicou aos titulares das debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em série única da 13ª emissão, que vai realizar o resgate antecipado facultativo total dos títulos, em circulação, com código de ativo TAEEA3 e código ISIN BRTAEEDBS0S0 para a totalidade, em 22 de abril de 2024.

As debêntures serão resgatadas na Data do Resgate Antecipado Facultativo Total pelo seu Valor Nominal Unitário (ou pelo saldo do Valor Nominal Unitário, conforme aplicável), como definido na Escritura de Emissão, acrescido:

  • - i) da Remuneração (conforme definida na Escritura de Emissão), calculada pro rata temporis desde a primeira Data de Integralização (ou a Data de Pagamento da Remuneração imediatamente anterior, conforme aplicável) até a data do efetivo pagamento; e
  • - ii) dos respectivos Encargos Moratórios, caso aplicáveis (e os itens (i) e (ii) acima representarão o “Valor do Resgate Antecipado Facultativo Total”); e
  • - iii) acrescido de prêmio a correspondente 0,30% (trinta centésimos por cento) ao ano multiplicado pelo prazo remanescente, incidente sobre o Valor do Resgate Antecipado Facultativo Total, o qual resulta no Valor do Resgate Antecipado Facultativo Total estimado equivalente a R$ 1.023.436.703,01 (um bilhão, vinte e três milhões, quatrocentos e trinta e seis mil, setecentos e três reais e um centavo).

 

Totvs (TOTS3) detalha contrato de distribuição com GoodData

O conjunto de transações relacionadas ao contrato de distribuição, como aditado, entre a Totvs (TOTS3) e sua parte relacionada, GoodData Corporation, atingiu o critério objetivo de R$ 50.000.000,00 para divulgação.

A Totvs detém a totalidade do capital social da TOTVS, Inc., que, por sua vez, detém aproximadamente 5,26% do capital social da GoodData e compõe o Stockholders Voting Agreement, que confere direito de indicação de um dos membros do conselho de administração da GoodData.

Neste contexto, ainda que não exerça controle, a TOTVS Inc. detém e exerce influência significativa, vez que participa nas decisões das políticas financeira e(ou) operacional da GoodData.

A GoodData outorgou à TOTVS os direitos de distribuição da Plataforma GoodData isoladamente ou integrada com produtos do portfólio da TOTVS.

Os direitos de distribuição da Plataforma GoodData de forma isolada no território brasileiro não são exclusivos e, desde 31 de dezembro de 2021, os termos são renovados de forma automática, anualmente em 31 de dezembro, exceto se uma das partes solicitar a não renovação com antecedência de 30 (trinta) dias antes do fim de sua vigência.

 

SLC Agrícola (SLCE3) rebate acusações contidas em relatório da ONG Earthsight

Nesta sexta-feira (12), a SLC Agrícola (SLCE3) rebateu acusações contidas em um relatório da ONG britânica Earthsight, intitulado “Fashion Crimes” (Crimes na Moda), com investigações sobre casos de desmatamento e grilagem na região do Cerrado. 

Em comunicado, a empresa reafirmou o seu compromisso com o desenvolvimento sustentável em seu negócio e na sociedade em geral. 

Esclareceu que a área no Estado da Bahia, região de Capão Modesto, relacionada ao caso de conflito de posse, refere-se à reserva legal de uma área que operamos como arrendatários e está situada a quarenta quilômetros de distância das operações desenvolvidas pela companhia.

As áreas de reserva legal e preservação permanente não fazem parte do escopo do contrato de arrendamento, de acordo com a SLC Agrícola, e, portanto, são de responsabilidade do proprietário sua manutenção e preservação.

“Quando arrendamos a área, avaliamos que a documentação do imóvel estava adequada junto ao cartório de registro de imóveis, bem como a regularidade para o fim que a área se propõe como compensação de reserva legal (condição que se mantem até o presente)”, declarou a companhia, em comunicado.

As acusações de desmatamento em uma área da Fazenda Palmares, na Bahia, na visão da SLC Agrícola, são “equivocadas“.

“A empresa demonstrou por meio de mapas, enviados à Earthsight, que a área foi afetada por incêndio em 2022. Além disso, a empresa evidenciou, com esses mapas, que a área está em plena recomposição de sua mata nativa e biodiversidade, pois a legislação brasileira não permite o plantio em área de reserva legal”, detalhou.

A SLC Agrícola reforçou que todas as conversões de áreas com vegetação nativa foram realizadas dentro dos limites legais e que segue as determinações dos órgãos ambientais Estaduais e Federais.

Com relação às multas que o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) teria aplicado à companhia por possíveis desmatamentos, a SLC Agrícola informa que recorreu de todas as autuações administrativamente, com fortes argumentos e documentos que contestam os motivos alegados.

As multas estão em tramitação, sem julgamento definitivo até o momento. 

A empresa diz seguir valores e princípios claros, cumpridos por toda a equipe, da direção aos colaboradores mais recentes. “Por isso, mais uma vez, condenamos afirmações infundadas que buscam prejudicar a reputação e o histórico de sucesso da agricultura brasileira e da SLC Agrícola”, concluiu.

 

Valid (VLID3) anuncia 10ª emissão de debêntures, no valor de R$ 250 milhões

O conselho de administração da Valid (VLID3) aprovou a realização da 10ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie com garantia real, em série única, no volume de R$ 250.000.000,00, observada a possibilidade de distribuição parcial.

A emissão vai ser composta por 250.000 debêntures, com valor nominal unitário de R$ 1.000,00.

Títulos terão vencimento em cinco anos a contar da data da emissão.

As debêntures não terão seu valor nominal unitário atualizado monetariamente. Sobre o valor nominal unitário ou sobre o saldo do valor nominal unitário das debêntures, incidirão juros remuneratórios correspondentes a um determinado percentual ao ano, limitados a 100% das taxas médias diárias do DI – Depósito Interfinanceiro de um dia, “over extra-grupo”, expressas na forma percentual ao ano, base 252 dias úteis, calculadas e divulgadas diariamente pela B3 S.A., acrescida de spread (sobretaxa) máxima de 1,95% ao ano, base 252 dias úteis.

As debêntures serão odestinadas exclusivamente a investidores profissionais.

Os recursos obtidos serão destinados à realização de oferta de resgate antecipado da totalidade das debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie com garantia real, em série única, da 9ª emissão, no montante de até R$ 250.000.000,00.

 

Klabin (KLBN11): Fitch afirma rating nacional de longo prazo AAA(bra)

A agência de classificação de risco Fitch Ratings afirmou os IDRs (Issuer Default Ratings) de longo prazo em moedas estrangeira e local ‘BB+’ e o rating nacional de longo prazo ‘AAA(bra)’ da Klabin (KLBN11).

A agência ainda afirmou o rating ‘BB+’ das notas seniores da Klabin Austria Gmbh, com garantias da companhia.

A perspectiva dos ratings corporativos foi estável.

Os ratings da Klabin refletem a liderança da empresa no setor brasileiro de papel e embalagens e sua ampla base florestal, que lhe permite ter uma estrutura de baixo custo de produção e operações com elevada integração vertical.

A sólida posição de liquidez e o baixo risco de refinanciamento da companhia continuam importantes considerações de crédito.

A Fitch acredita que a geração de fluxo de caixa da Klabin vai continuar robusta, devido a seu baixo custo de produção na indústria e à forte demanda dos segmentos de papel e embalagens.

A perspectiva estável incorpora uma pressão temporária sobre a alavancagem (que já seria negativamente afetada pelo ciclo de baixa da celulose) devido ao projeto Caetê.

A alavancagem líquida deve atingir o pico, de cerca de 4,5x, em 2024, e reduzir-se gradualmente para cerca de 4,0 vezes em 2025 e 3,5 vezes em 2026.

A Klabin não tem margem para enfrentar grandes investimentos adicionais em 2024-2026, dada sua alta alavancagem.

A empresa, no entanto, continua com flexibilidade para dispor de seu excesso de terras e ativos florestais não estratégicos.

 

Dividendos: OdontoPrev (ODPV3) altera valor por ação, do total de R$ 427,2 milhões

A Odontoprev (ODPV3) comunicou que o valor dos dividendos 2023 foi atualizado de R$ 0,7759201690 para R$ 0,7777403630 por ação, em função da aquisição de 1.288.700 ações desde o dia 3 de abril, dentro do programa de recompra de ações da companhia em vigor.

Permanecem inalteradas as demais datas e informações relativas a essa distribuição de dividendos

 

Vittia (VITT3) programa divulgação de balanço do 1º trimestre para maio; confira a data

A Vittia (VITT3) vai divulgar seus resultados financeiros do primeiro trimestre de 2024 no dia 14 de maio, após o fechamento dos mercados. A conferência de resultados foi programada para o dia seguinte, 15 de maio, a partir das 10:00.

Em linha com as melhores práticas de governança corporativa e fair disclosure, a companhia vai entrar em período de silêncio de 30 de abril a 14 de maio de 2024, inclusive.

Durante esse período, os assuntos não relacionados aos resultados do período serão atendidos normalmente.

 

Dividendos: Elektro Redes (EKTR4) vai pagar R$ 419,2 milhões

Em assembleia-geral ordinária e extraordinária (AGOE) realizada nesta sexta-feira (12), a Elektro Redes (EKTR4) aprovou a declaração de dividendos, no valor de R$ 419.265.435,54, considerados os resultados apurados em 31 de dezembro passado.

O montante corresponde aos valores de:

  • - i) R$ 2,0557558664 por ação ordinária; e
  • - ii) R$ 2,2613314530 por ação preferencial. 

 

O pagamento dos dividendos, acima mencionado, vai ser feito de forma individualizada a cada acionista até 31 de dezembro de 2024, sem atualização monetária, com base na posição acionária desta sexta-feira, 12 de abril de 2024.

A partir de 15 de abril de 2024, as ações serão negociadas ex-direito. 

 

EzTec (EZTC3) lança primeira torre de Lindenberg Vista Brooklin

Nesta sexta-feira (12), a EzTec (EZTC3) anunciou o lançamento da primeira torre do empreendimento Lindenberg Vista Brooklin.

O empreendimento está localizado na Rua Luisiânia, 185 (Brooklin), próximo à Avenida Portugal e à Sociedade Hípica Paulista. A torre dispõe de sessenta e cinco unidades de alto padrão, com áreas que variam de 261,0 m² a 520,0 m².

O empreendimento possui um valor geral de vendas (VGV) de R$ 324 milhões.

Todas as unidades do empreendimento contam com um ponto de recarga para carro elétrico e um depósito privativo localizado no subsolo.

 

Copel (CPLE6) programa balanço do 1º trimestre de 2024 para maio; confira a data

A Copel (CPLE3)(CPLE5)(CPLE6) vai divulgar seus resultados financeiros relativos ao primeiro trimestre de 2024 no dia 8 de maio, após o fechamento dos mercados.

No dia seguinte, às 10:00, a companhia realiza sua conferência de resultados.

Em linha com as melhores práticas de governança corporativa, a Copel informa que vai entrar em período de silêncio a partir do dia 24 de abril.

 

Randoncorp (RAPT4): Morgan Stanley atinge participação de 5,10% do total de ações PN

O banco norte-americano Morgan Stanley, por meio de suas subsidiárias, atingiu uma posição de 5,10% do número total de ações preferenciais (PN)(RAPT4) da Randoncorp.

A exposição equivale a 10.719.262 ações preferenciais (PN) e, ainda, a 37.000 instrumentos financeiros derivativos com previsão de liquidação física.

 

Trisul (TRIS3): vendas líquidas crescem 11% no 1º trimestre de 2024

A velocidade de comercialização consolidada, medida pelo índice de venda sobre oferta (VSO), ficou em 14,5% no período.

Leia mais aqui.

 

Petrobras (PETR4) vai reduzir prazo de pagamentos de fornecedores para 30 dias

A Petrobras (PETR3)(PETR4) vai reduzir para 30 dias o prazo de pagamento dos contratos a serem implementados a partir de 1º de maio, segundo nota da companhia na sexta-feira (12).

 

Eztec (EZTC3) registra alta de 260% no valor geral de vendas (VGV) do 1º tri

No período, as vendas líquidas somaram R$ 299,6 milhões, um recuo de 19,6% na base anual de comparação.

Leia mais aqui.