segunda, 17 de junho de 2024
SpaceNow

B3 EM TEMPO REAL: Fique por dentro de tudo o que influencia a Bolsa nesta terça-feira (28)

A SpaceMoney reúne para você as últimas notícias do mercado financeiro em primeiríssima mão

28 maio 2024 - 09h35Por Redação SpaceMoney
.. - Crédito: Sede da B3, em São Paulo| Foto: GUSTAVO SCATENA/Divulgação

IBOVESPANesta terça-feira (28), o mercado financeiro local monitora a divulgação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - 15 (IPCA-15) referente ao mês de maio, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

Leia mais: IPCA-15: inflação fica em 0,44% em maio, com alta da gasolina

Leia mais: Índice de preços ao produtor fica em 0,74% em abril, diz IBGE

 

DÓLARNesta terça-feira (28), o mercado de câmbio observa a confiança do consumidor dos EUA em maio, que pode catalisar movimentações para a moeda durante o dia.

Além disso, o mercado de câmbio opera com expectativas para a divulgação do Livro Bege, relatório sobre as atuais condições econômicas em cada um dos doze distritos do Federal Reserve (Fed), o Banco Central norte-americano, a ser divulgado na quarta-feira (29).

 

Leia maisBITCOIN HOJE: BTC recua 3,4% em sete dias, mas se mantém nos US$ 68,6 mil; Ethereum (ETH) sobe 5,08%

Leia maisDividendos de FIIs: 14 fundos de investimento imobiliário pagam cotistas ainda nesta semana

 

MyCryptoChannel

 

Empresas

Veja aqui as principais notícias das grandes empresas brasileiras, entre avisos aos acionistas, comunicados ao mercado, fatos relevantes e mais informações da imprensa especializada:

 

Informe corporativo

Vale (VALE3): CEO quer que vice-presidência cuide de assuntos governamentais, diz colunista

Segundo Lauro Jardim, Eduardo Bartolomeo, está redesenhando a vice-presidência de Assuntos Corporativos, ocupada por Alexandre D'Ambrosio. Veja.

 

Cogna (COGN3) anuncia resgate antecipado das debêntures da 2ª e 7ª emissão

Operação ocorrerá no dia 4 de junho.

 

Oncoclínicas (ONCO3) fecha acordo com grupo saudita para tratamento oncológico no Oriente Médio

Segundo o Pipeline, do Valor Econômico, circula ainda no interno da empresa movimentações para um possível processo de fusão e aquisição (M&A) na companhia, com Alliança Saúde (AALR3) de Nelson Tanure no radar.

Saiba mais.

 

Gerdau (GGBR4) paralisa usina em Barão de Cocais e mais de 400 funcionários serão demitidos

Empresa alegou custos elevados de matérias-primas e a insuficiência da produção de minério de ferro próprio, em Minas Gerais.

Saiba mais.

 

OdontoPrev (ODPV3): Asset Management reduz participação para 4,67%

Percentual equivale a 25.796.446 ações ordinárias da companhia

 

IRB (IRBR3): Bonsucex e Silvio Tini Araújo aumentam participação para 5,045% do capital social

Percentual equivale a 4.150.785 ações ordinárias da seguradora.

 

Rumo (RAIL3) assina 6º contrato de concessão para operar na Malha Paulista, por R$ 1,170 mi

Oovo termo aditivo requer uma atualização no Caderno de Obrigações da via, visando recompor o equilíbrio econômico-financeiro do trato.

Saiba mais.

 

Inter (INBR32) vira dona da Granito, após comprar fatia do Banco BMG (BMGB4) por R$ 110 milhões

Operação ainda vai passar pela aprovação do CADE e Banco Central.

Leia mais.

 

Americanas (AMER3) informa resultado do leilão reverso

A Americanas (AMER3), empresa em recuperação judicial, informou o resultado do leilão reverso, em que contém a cascata final de pagamentos das ofertas apresentadas pelos credores habilitados que foram consideradas vencedoras.

De acordo com o resultado, foram consideradas propostas vencedoras aquelas ofertas realizadas pelos credores habilitados que apresentaram percentuais de desconto a partir de 73,10% (inclusive) sobre o valor dos créditos ofertados.

A companhia vai utilizar o valor total de R$ 2.039.757.146,31, equivalente ao montante de R$ 2 bilhões corrigidos pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para o pagamento dos créditos quirografários constantes das propostas vencedoras, já considerados os descontos oferecidos no âmbito do respectivo leilão reverso.

Considerado que o valor do leilão reverso não vai ser suficiente para pagamento integral de todos os créditos constantes das propostas vencedoras, já considerados os descontos oferecidos no âmbito do respectivo evento, a companhia informa que os credores habilitados que ofereceram percentuais de desconto a partir de 73,110% (inclusive) receberão o pagamento integral de seus créditos ofertados considerados os descontos oferecidos, e os credores habilitados que ofereceram o desconto de 73,10% sobre o valor de seus créditos ofertados receberão o pagamento de seus respectivos créditos ofertados considerados os descontos oferecidos, de forma pro rata.

O pagamento dos créditos constantes das propostas vencedoras vai ser realizado até a data de fechamento da Opção de Reestruturação II, prevista no PRJ (i.e., no prazo de até 150 dias contados da data de homologação ou 1 de junho de 2024, o que ocorrer por último).

 

CCR (CCRO3): Capital International Investors reduz participação

A Capital lnternational lnvestors (CII), divisão independente de investimentos da Capital Research and Management Company, reduziu a participação que administra em ações ordinárias de emissão da CCR (CCRO3), e passou a administrar um total de 98.737.747 papéis ordinários (ON) que representam 4,890% dessa espécie de ação.

 

Família Steinbruch: Vicunha Têxtil negocia aquisição de 60% de Cedro Cachoeira

A Vicunha Têxtil, da família Steinbruch, ligada a CSN (CSNA3), negocia a aquisição de 60% da fabricante de tecidos Cedro Cachoeira. As informações são do blog de Lauro Jardim, colunista do jornal O Globo.

A empresa foi fundada em 1872 em Minas Gerais (MG). A due dilligence já está em andamento, de acordo com a publicação.

As informações são do blog do colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.

 

Inter (INBR32): Moody’s atribui rating AA+.br, com perspectiva estável

A Moody’s Local atribuiu ao Inter (INBR32) a classificação de AA+.br, com perspectiva estável. Esse foi o primeiro rating dado pela agência ao banco digital.

A classificação atual foi baseada em diversos fatores, como:

  • - i) modelo de negócios de banco digital de varejo em expansão;
  • - ii) fortalecimento gradual da rentabilidade;
  • - iii) capital regulatório elevado;
  • - iv) políticas prudentes de gerenciamento de risco de crédito;
  • - v) custo de captação baixo;
  • - vi) perfil de liquidez aprimorado; e
  • - vii) aumento do engajamento dos clientes e receita. 

 

“Os ratings atribuídos refletem o seu modelo de negócios de banco digital de varejo em plena expansão, acompanhado por um gradual fortalecimento da rentabilidade nos últimos períodos”, declarou a agência.

Além disso, de acordo com o relatório, as classificações do Inter podem sofrer pressões positivas caso a rentabilidade seja fortalecida, e alcançar níveis semelhantes aos dos principais bancos de varejo, à medida que a consolidação do modelo de negócios ganhar tração, acompanhada pela manutenção de uma carteira de crédito de alta qualidade e níveis robustos de capital.

 

IRB (IRBR3): Silvio Tini eleva participação e se torna terceiro maior acionista

O investidor Silvio Tini de Araújo e sua holding Bonsucex elevaram sua participação no IRB Brasil (Re)(IRBR3) para 5% e, assim, vão se tornar o terceiro maior acionista do ressegurador, atrás de Bradesco (BBDC4) e Itaú (ITUB4) e à frente da BlackRock, informou o jornal Valor Econômico.

A totalidade das ações detidas por Tini e Bonsucex no ressegurador passa a ser de 4,15 milhões de papéis ordinários, o equivalente a 5,045% de seu capital social.

As informações são do jornal Valor Econômico.

 

Itaú (ITUB4): conselho de administração aprova proposta de incorporação de Hipercard

O conselho de administração do Itaú (ITUB4) aprovou proposta de reorganização societária intragrupo pela incorporação de Hipercard, sua subsidiária integral.

Como consequência da operação, serão transferidas para a companhia todas as atividades atualmente exercidas pelo Hipercard, como a administração de cartões, como detalhado em proposta encaminhada à assembleia-geral extraordinária (AGE), a ser realizada em 26 de junho.

Na ocasião, acionistas deliberarão sobre a transação.

O Itaú afirma que “tem buscado, de forma constante, a racionalização do uso de seus recursos e a otimização de suas estruturas e negócios, com vistas a propiciar maior eficiência e retorno dos valores investidos”, considerada a extinção de uma sociedade de seu conglomerado e de suas licenças para operar.

Por fim, esclarece-se que, em vista a ausência de acionistas minoritários no Hipercard e o fato de o Hipercard ser uma sociedade integralmente detida pela companhia:

  • - i) não vai haver relação de troca ou aumento de capital na companhia;
  • - ii) não serão aplicáveis as regras referentes ao direito de retirada dos acionistas dissidentes; e
  • - iii) a operação não gera impacto financeiro para a companhia.

 

Multiplan (MULT3) vende terreno em Ribeirão Preto (SP) por R$ 25,2 milhões

A Multiplan (MULT3) vendeu um terreno na cidade de Ribeirão Preto, São Paulo (SP), de 128.642 m2, localizado a 8,5 km do Shopping Santa Úrsula e a 11,5 km do Ribeirão Shopping.

O terreno complementa o banco de terrenos de projetos multiuso já divulgado pela empresa.

O valor total da transação soma R$ 25,2 milhões e o pagamento vai ser realizado da seguinte forma:

  • - i) sinal de R$ 5,0 milhões, pagos na data de assinatura da promessa de compra e venda; e
  • - ii) o saldo de R$ 20,2 milhões em nove parcelas iguais, mensais e sucessivas a partir da assinatura da escritura definitiva, prevista para ocorrer em até quinze meses. 

 

As parcelas serão indexadas pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

A conclusão da aquisição está sujeita, entre outras condições usuais para este tipo de transação, à aprovação do projeto a ser desenvolvido no imóvel.

 

Petrobras (PETR3)(PETR4): Danilo Silva deve presidir Petros, diz colunista

O ex-chefe de gabinete de Jean Paul Prates, Danio Silva, indicado pela FUP ao ex-CEO da Petrobras (PETR3)(PETR4), deve ser indicado por Magda Chambriard para comandar a Petros, informou o blog do colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.

Desde meados do ano passado, o fundo de pensão dos funcionários da estatal passou a ser presidida pelo economista Henrique Jäger.

As informações são do blog do colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.

 

Petrobras (PETR3)(PETR4): se tem lucro, tem dividendos, condiciona Magda Chambriard

No contexto de especulações sobre potenciais alterações na alta cúpula da Petrobras (PETR3)(PETR4), Magda Chambriard, recém-empossada como presidente da estatal, enfatizou buscar pela rentabilidade da empresa e sua obrigação de atender aos interesses dos acionistas - como a distribuição de dividendos -, sejam eles privados ou do governo Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ao mesmo tempo que confirmou abertamente a possibilidade de mudanças na composição da diretoria.

“Se tem lucro, tem dividendo. Nós queremos ter lucros, queremos ter dividendos”, declarou Chambriard. “A empresa precisa dar lucro”, completou.

A executiva defendeu veementemente a expansão da produção de petróleo pela estatal, bem como o aumento da atividade de exploração em que visa ampliar as reservas disponíveis.

Ela ressaltou a importância estratégica da exploração no pré-sal, e enfatizou que, apesar dos desafios ambientais, a busca por novas reservas, como na Margem Equatorial, seria vital para a perenidade da empresa.

Em relação à política de preços dos combustíveis, Chambriard reiterou o compromisso de manter os preços “abrasileirados”, uma estratégia iniciada por seu antecessor, Jean Paul Prates. Essa abordagem visa garantir estabilidade de preços e preservar a fatia de mercado.

A nova presidente revelou ter recebido do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) um pedido pessoal para gerir a empresa com respeito à sociedade brasileira, um desafio que ela afirmou estar pronta para enfrentar.

Quanto à possibilidade de mudanças na diretoria, Chambriard afirmou que avalia cuidadosamente a composição atual, e busca perfis alinhados com sua visão estratégica e a transição energética.

 

Petrobras (PETR3)(PETR4): Spinelli e Tolmasquim deverão seguir na diretoria, diz colunista

Maurício Tolmasquim, diretor da área de transição energética e sustentabilidade, e Mário Spinelli, responsável pela governança da estatal, devem seguir em seus cargos na Petrobras (PETR3)(PETR4), informou o blog de Lauro Jardim, do jornal O Globo

Clarice Coppetti talvez continue como diretora de Assuntos Corporativos, de acordo com a publicação.

O periódico informa que Carlos Travassos, de Engenharia e Inovação, e Claudio Schlosser, da área de Logística e Comercialização, serão exonerados.

As informações são do blog de Lauro Jardim, do jornal O Globo.

 

Santos Brasil (STBP3): Cohen & Steers eleva participação acionária

Cohen & Steers Capital Management adquiriu ações de Santos Brasil (STBP3), e, com isso, passou a deter 44,722 milhões de ações, equivalentes a 5,170% do total de papéis ordinários (ON) de emissão da companhia.

A referida participação acionária visa um investimento minoritário e não altera a sua composição de controle ou estrutura administrativa.

Por fim, o acionista não detém outros valores mobiliários referenciados em ações da Santos Brasil e não celebrou qualquer acordo ou contrato que regule o exercício do direito de voto ou a compra e venda de valores mobiliários de emissão da companhia.

 

Proventos

Dividendos e JCP: CSN Mineração (CMIN3) paga R$ 1,46 bilhão nesta terça-feira (28)

O conselho de administração de CSN Mineração (CMIN3) aprovou a distribuição de dividendos intermediários à conta de reserva de lucros, no montante de R$ 1.025.040.694,06, correspondente ao valor de R$ 0,186869166032 por ação.

Fazem jus ao recebimento desses dividendos e juros sobre o capital próprio (JCP) os acionistas inscritos na instituição depositária, Banco Bradesco S.A., no dia 14 de maio.

 

Estarão disponíveis, até 28 de maio, sem atualização monetária, aos acionistas residentes no Brasil, em seus domicílios bancários, tais como fornecidos à instituição depositária, Banco Bradesco S.A.:

  • - 1. R$ 1.025.040.694,06, correspondente ao valor de R$ 0,186869166032 por ação, declarados pelo conselho de administração no dia 9 de maio, aos acionistas inscritos na instituição depositária, Banco Bradesco S.A. em 14 de maio de 2024; e,
  • - 2. R$ 435.246.242,28, a título de juros sobre o capital próprio (JCP), à conta de lucros apurados em balanço levantado em 30 de novembro de 2023, correspondente ao valor bruto de R$ 0,0793471935161 por ação, declarados pelo conselho de administração em 22 de dezembro de 2023 aos acionistas inscritos na instituição depositária, Banco Bradesco S.A. em 28 de dezembro de 2023. 

 

À exceção dos acionistas imunes e isentos, este valor encontra-se sujeito à incidência de Imposto de Renda (IR) na Fonte à alíquota de 15%, ressalvada a aplicação desta alíquota aos acionistas domiciliados em país que não tribute a renda ou que a tribute à alíquota máxima inferior a 20%, que neste caso, sujeitam-se à incidência de Imposto de Renda (IR) na Fonte à alíquota de 25%. 

Considerada a alíquota de IR de 15%, o valor líquido a ser pago a título de juros sobre capital próprio vai ser de R$ 0,0674451144890 por ação. 

 

Dividendos: Metalúrgica Gerdau (GOAU4) distribui R$ 196,2 milhões nesta terça-feira (28)

O conselho de administração de Metalúrgica Gerdau (GOAU4) aprovou a distribuição de dividendos no valor de R$ 196.214.102,76, uma vez que os proventos constituem antecipação do dividendo mínimo obrigatório estipulado no Estatuto Social, referente ao exercício social em curso.

A proposta da diretoria, datada de 30 de abril, foi à crédito no dia 15 de maio, com o pagamento previsto a partir desta terça-feira, 28 de maio, com os dividendos calculados à razão de R$ 0,190 por ação, ordinária e preferencial.

 

Dividendos: Vivara (VIVA3) distribui R$ 87,6 milhões nesta terça-feira (28)

Em assembleia-geral ordinária e extraordinária (AGOE) realizada no dia 29 de abril, acionistas de Vivara (VIVA3) aprovaram a distribuição e o pagamento de dividendos referentes ao exercício social findo em 31 de dezembro de 2023, no montante total de R$ 87.695.581,31, e valor bruto de R$ 0,37285407231 por ação ordinária (ON).

Farão jus ao recebimento dos dividendos os acionistas titulares de ações de emissão da companhia registrados como tal ao final do dia 29 de abril, data de realização da AGOE.

As ações da companhia passaram a ser negociadas ex-dividendos no dia 30 de abril.

O pagamento dos dividendos vai ser realizado nesta terça-feira, 28 de maio, na proporção da participação de cada acionista no capital social da companhia em circulação, à vista, em moeda corrente nacional.

Não vai haver atualização monetária ou incidência de juros entre a data da declaração dos dividendos e a data do efetivo pagamento.

 

Trade

Nesta terça-feira (28), PagBank recomendou a compra das ações de Usiminas (USIM5) para ganhos de até 2,00% em operações de day trade.

Para venda, a plataforma recomendou os papéis de Braskem (BRKM5) e IRB Brasil (IRBR3). Analistas gráficos estimam um ganho potencial de 2,04% com a operação.