sábado, 04 de dezembro de 2021
SpaceDica

Saiba o que é o Fundo Garantidor de Crédito (FGC) e como ele protege você na hora de investir

O FGC é uma entidade privada, sem fins lucrativos, que protege investidores que aplicam em renda fixa

30 abril 2021 - 17h39Por Redação SpaceMoney

Investir em um ativo de renda fixa pode causar alguns temores, como a falência da instituição, por exemplo. Esse cenário faria todo o seu patrimônio ir “por água abaixo”. É para isso que existe o FGC (Fundo Garantidor de Crédito).

O FGC é uma entidade privada, sem fins lucrativos, que protege correntistas e investidores que aplicam em renda fixa de perdas de recursos relacionados a falência, intervenção ou liquidação das instituições associadas.

Você pode conferir todas as instituições associadas ao FGC clicando neste link.

Ele funciona da seguinte maneira: as instituições são obrigadas a se associar por meio de contribuições mensais. Caso a instituição venha a falir, o fundo irá cobrir os depósitos e investimentos dos consumidores até os limites pré-estabelecidos. A entidade também pode disponibilizar recursos para que a financeira recupere liquidez e evite esse cenário.

Quais investimentos são “cobertos”?

O FGC garante a proteção de até R$ 250 mil por pessoa, ou conta conjunta, em cada conglomerado financeiro, até o valor máximo de R$ 1 milhão, em instituições diferentes. 

De acordo com o próprio FGC, os investimentos abaixo têm proteção garantida:

  • Depósitos à vista ou sacáveis mediante aviso prévio;
  • Depósitos de poupança;
  • Depósitos a prazo, com ou sem emissão de certificado (CDB/RDB);
  • Depósitos mantidos em contas não movimentáveis por cheques destinadas ao registro e controle do fluxo de recursos referentes à prestação de serviços de pagamento de salários, vencimentos, aposentadorias, pensões e similares;
  • Letras de câmbio (LCs)
  • Letras hipotecárias (LHs)
  • Letras de crédito imobiliário (LCIs)
  • Letras de crédito do agronegócio (LCAs)
  • Operações compromissadas que têm como objeto títulos emitidos após 08 de março de 2012 por empresa ligada.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content