Menu
Busca quarta, 20 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
SpaceDica

O que são distressed funds?

26 setembro 2020 - 18h00Por Redação SpaceMoney

Por que alguém faria um investimento de altíssimo risco? Bom, porque o prêmio, nesse caso, é maior. São esses ativos que os distressed funds reúnem: títulos de empresas com alto risco de inadimplência, até mesmo já em falência.

A estratégia é mais comum no exterior e, no Brasil, os chamados fundos abutres são os equivalentes aos distressed funds. Esse tipo de investimento, nos chamados ativos podres, está restrito a investidores super qualificados, com mais de R$ 1,5 milhão para aplicar.

Os distressed funds geralmente são montados por empresas que querem recuperar as companhias em dificuldades. Assim, os ativos poderiam ser vendidos, posteriormente, por preços maiores. Os prêmios do fundo de investimento viriam, então, dessa venda após a recuperação. 

Quer tomar as melhores decisões de investimento? Fale com um especialista SpaceMoney

Em períodos de crise e recessão, como o que estamos vivendo em decorrência da pandemia do novo coronavírus, é esperado que o segmento de distressed funds cresça. Afinal, com o cenário econômico mais duro, mais empresas passam por dificuldades. 

Distressed funds no Brasil

Nacionalmente, os fundos de pensão geralmente alocam parte das aplicações nesses ativos de altíssimo risco. No entanto, o investidor estrageiro e os bancos de investimentos são os maiores atores nos distressed funds.

A Nova Lei de Falências e Recuperação de Empresa (NLFR), de 2005, abriu espaço para esse tipo de fundos no Brasil. Com a nova legislação, foi aberta a possibilidade de vender ativos ou operações e o comprador não é responsabilizado pelos passivos fiscais e trabalhistas.

Antes, os compradores poderiam ser responsabilizados por essas dívidas anteriores. Assim, era mais difícil que os investidores se interessassem pelo título — já que, desta forma, além dos riscos inerentes à situação da empresa, eram somados esse tipo de débito.

 
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: