Menu
Busca quarta, 20 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
SpaceDica

Dia Mundial do Planejamento Financeiro reforça a importância de se organizar durante as crises

Neste 7 de outubro, conheça dicas valiosas para que você organize suas finanças, de olho em erros e acertos e nas oportunidades de investimentos que o Brasil tem

07 outubro 2021 - 11h22Por Lucas de Andrade

Hoje, 7 de outubro, celebramos o Dia Mundial do Planejamento Financeiro (World Financial Planning Day – WFPD). Essa data tão especial não comemora apenas a importância de organizar as finanças pessoais, mas oferece também uma oportunidade para que muitos reflitam sobre isso, para que iniciem desde já a elaboração de seus planos e  definam metas para o futuro.

A pandemia de Covid-19 influenciou muitas pessoas nessa direção. Segundo um estudo global da consultoria Schroders divulgado em agosto, com os efeitos da crise sanitária, 58% dos brasileiros colocaram mais dinheiro em suas economias. Apenas 30% expandiram seus gastos. 

47% dos entrevistados estiveram mais cautelosos também quanto aos investimentos e optaram por ativos de baixo risco, com uma leve vantagem sobre 42% das pessoas que expuseram a carteira ao alto risco.

Na B3 (B3SA3), a Bolsa brasileira, cada vez mais pessoas aplicam seus investimentos.

Segundo a XP, em setembro, o número de investidores pessoas físicas (PFs) na Bolsa atingiu 3.970.384. Em relação ao mês anterior, houve um aumento de 51.328 investidores PFs, equivalente a um crescimento mensal de 1,3%.

Comparado a 2020, quando encerramos o ano com 3.229.318 contas ativas na B3, houve um avanço de 22,9%. 

Em meio a todo esse cenário, a SpaceMoney tem a missão de ajudar as pessoas a organizar suas finanças e a fazer as escolhas certas em investimentos, seguros e previdência privada. Diariamente, em nosso portal, enfatizamos a importância do planejamento financeiro para que as pessoas alcancem seus objetivos, de maneira que amenize a influência de fatores externos como a crise econômica que atravessamos.

De olho nos hábitos dos brasileiros

Embora a taxa básica de juros Selic tenha alcançado o patamar mínimo recorde de 2,00% no ano passado, e impulsionado a diversificação de investimentos, os brasileiros, em geral, ainda investem pouco e optam por modalidades tradicionais.

A última edição do Raio-X do Investidor, publicada pela Anbima (Associação Nacional das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) em maio, revela que ações, títulos privados e fundos ganharam participação no portfólio dos investidores em 2020.

A caderneta de poupança, segundo o material, perdeu espaço pela primeira vez em quatro anos, mas ainda permanece na liderança, com a preferência de 29,2% dos entrevistados.

Mas nós já apontamos aqui que a poupança, além de ter apresentado o pior rendimento real em 30 anos, no mês de setembro, não deve ser vista como a modalidade de investimento mais atrativa em razão de sua rentabilidade real. 

E se você precisa de ajuda para colocar a sua vida financeira nos trilhos, nós também reunimos um time de especialistas que dão dicas de como ter disciplina com os gastos e receitas, e assim manter a saúde das suas finanças em dia. 

Além disso, reforçamos que a educação financeira não deve ser algo que nos ganhe a atenção apenas na vida adulta e deve sim ser trabalhada desde a infância, na base escolar.

Para isso, deve haver uma mudança de mentalidade das autoridades para que implementem o ensino financeiro, como a CVM e o Sebrae anunciaram em parceria com o MEC recentemente. Uma iniciativa bem recebida e que deve ser difundida nas escolas de todo o Brasil.

Nossos colunistas enfatizam que os jovens ainda estão em tempo de transformarem radicalmente a cultura econômica brasileira, com planejamento que antevêem imprevistos, com novas formas de ganhar dinheiro remotamente e por meio de novos produtos que estão na internet, por exemplo, e, com organização, adquirirem a tão sonhada independência.

Mas organizar as contas sozinho pode ser um tanto quanto complicado, às vezes.

Nesse Dia Mundial do Planejamento Financeiro, também ressaltamos a importância pela busca de profissionais competentes que te ajudem durante a jornada do seu legado financeiro e minimizem os riscos aos quais estamos todos expostos diariamente com os nossos investimentos.

Profissionais CFP

Os profissionais CFP, da sigla em inglês para Certified Financial Planner, são aqueles que obtiveram autorização reconhecida internacionalmente para exercer a atividade de planejador financeiro pessoal.

Isso não significa que sem a certificação você não possa exercer a função, mas com o exame e o certificado em mãos, mais oportunidades Brasil afora se abrem para você.

No Brasil, a Planejar (Associação Brasileira de Planejadores Financeiros), afiliada ao Financial Planning Standards Board (FPSB) - responsável pelo gerenciamento, desenvolvimento e promoção da marca CFP no mundo - foi a organização escolhida para certificação desses profissionais.

Ficou interessado? No site da associação, você encontra maiores informações sobre os requisitos, termos de inscrição, áreas de conhecimento desenvolvidas, entre outros.

Celebre e adquira mais conhecimento

Para um tema tão importante como o planejamento financeiro, um dia de eventos não basta.

Desde 2017, o Comitê de Investidores de Varejo da Iosco (Organização Internacional de Valores Mobiliários) promove a Semana Mundial do Investidor (World Investor Week - WIW). Aqui no Brasil, a programação do evento neste ano foi conduzida pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários).

O canal CVM Educacional, no YouTube, oferece lives com especialistas que te ajudarão a escolher os investimentos que mais se adequam ao seu perfil, como se proteger de fraudes financeiras, as tendências do mercado financeiro, entre outros.

Confira a programação:

7.10:
11H: Fraudes financeiras: cuidados ao investir
Palestrante: Luis Lobianco, analista da Superintendência de Supervisão de Securitização da CVM.

15H: A importância do Mercado de Capitais e o papel da CVM
Palestrante: Ilene Noronha, procuradora na CVM.

17H: Criptoativos
Palestrante: Guilherme Tadiello, inspetor da Gerência de Inteligência em Supervisão de Riscos Estratégicos da CVM.

8.10:
11H: Vídeos curtos sobre finanças sustentáveis, fundos de investimento, securitização e Fiagro
Palestrante: Claudio Maes, gerente de Desenvolvimento de Normas 2 da CVM.

16H: Principais problemas enfrentados pelo pequeno investidor
Palestrante: Philip Silberman, inspetor da Gerência de Orientação aos Investidores 1 da CVM.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: