terça, 07 de dezembro de 2021
Cosan Rumo

XP: Cosan e Rumo são apostas dos gestores de fundos em meio à crise

27 março 2020 - 16h58Por Redação SpaceMoney
Segundo relatório da XP Investimentos publicado nesta sexta-feira (27), empresas como Cosan e Rumo são algumas das mais citadas pelos gestores que reabriram seus fundos de ações recentemente. Os setores de energia elétrica e de shoppings, além da B3,  também são lembrados.  Com a epidemia de coronavírus, a plataforma afirma que todos os setores foram penalizados. No entanto, há oportunidades para apostar em companhias que, "apesar de sofrerem pelos próximos 3, 6 ou até mesmo 12 meses, terão seu valor de longo prazo preservado", segundo os gestores ouvidos.  Conforme a análise, os fundos Brasil Capital, Constellation e Oceana possuem posição na Cosan. A empresa da área de infraestrutura terá operação intacta no período de lockdown, pois seus serviços são considerados essenciais em meio à crise.  A Rumo, do setor de transportes, que está na carteira dos fundos da Brasil Capital e Constellation, também permanecerá em funcionamento, se aproveitando da boa safra de soja para exportação. A B3 aparece na lista pelo aumento do volume de negociações no período. Além disso, a expectativa é que, uma vez que o cenário se normalizar, operações de IPOs e emissão de dívidas voltem com força. Outros setores citados como atraentes são o de energia elétrica e o de shoppings. O primeiro é tradicionalmente visto como defensivo e tem destaque no portfólio dos fundos Oceana, Bahia, Constellation e Brasil Capital. Já o segundo, mesmo com fechamento dos centros comerciais para a quarentena, possui companhias com sólida posição de caixa e ativos a preços atrativos.  
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content