Menu
Busca sexta, 15 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
XP Investimentos Antecipa

XP anuncia compra de participação majoritária na fintech Antecipa

30 junho 2020 - 12h39Por Investing.com
Por Gabriel Codas Investing.com - A XP Inc (NASDAQ:XP) informou nesta terça-feira a a aquisição de participação majoritária na fintech Antecipa, plataforma digital de antecipação de recebíveis, sendo vista pela companhia como uma oportunidade para ampliar a grade de produtos e reforçar a presença nos segmentos middle e corporate no Brasil, possibilitando seguir o mesmo caminho de transformação realizado no varejo, na alta renda e em Private. De acordo com o comunicado, a Antecipa tem como objetivo central proporcionar uma maneira mais eficiente para que as empresas rentabilizem suas posições de caixa e, também, ofereçam uma alternativa mais econômica para o financiamento de fornecedores. Após o negócio, os fundadores da Antecipa, Camilo Telles e Michel Borges, terão 100% de independência na gestão do negócio, contando com a estrutura e acesso à base de clientes da XP Inc. para acelerar o crescimento da plataforma. Por meio de sua plataforma digital, a fintech integra fornecedores e compradores, proporcionando a possibilidade de financiamento entre as empresas, sem necessariamente ter um banco como intermediário. Dessa forma, o spread bancário, que, antes era destinado para esse intermediário, pode ser absorvido tanto pelo comprador, quanto pelo fornecedor, minimizando o custo da operação como um todo. Para Bruno Constantino, CFO da XP Inc., apesar de a Antecipa atuar em um mercado que já conta com a participação de grandes players, há ainda uma série de ineficiências que podem ser eliminadas. O fechamento da operação está sujeito ao cumprimento de determinadas condições precedentes, incluindo a autorização prévia do Banco Central do Brasil, nos termos da regulamentação aplicável. Oferta de ações A XP, maior companhia independente de assessoria de investimentos da América Latina, anunciou nesta segunda-feira uma oferta secundária de 19,5 milhões de ações e estimou que o lucro líquido do segundo trimestre pode alcançar até 520 milhões de reais, mais que o dobro do obtido um ano antes. A oferta terá como vendedores o grupo de controladores da XP, chamado de XP Controle, que inclui o fundador e presidente, Guilherme Benchimol, e a norte-americana General Atlantic. Desde o IPO, em dezembro do ano passado, as ações da XP acumulam valorização de 61%. O papel encerrou esta terça-feira em queda de 0,8% na bolsa de Nova York, a 43,52 dólares.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: