Menu
Busca quinta, 21 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
ações

Via Varejo tem novo dia de alta com aporte de R$ 300 milhões em banco digital

04 julho 2019 - 12h08Por Investing.com
Na manhã desta quinta-feira as ações da Via Varejo (VVAR3) mais uma vez operam com importante valorização, somando 3,17% a R$ 6,18. Os papéis continuam a reação à notícia divulgada na tarde de ontem que seu banco digital, o banQi vai receber um aporte de R$ 300 milhões, que serão voltados à captação de clientes. De acordo com a edição desta quinta-feira do Valor Econômico, o dinheiro será aportado pela seguradora suíça Zurich e pela Mastercard, em troca de um contrato de exclusividade para o fornecimento de produtos e serviços no banco digital. Quem também faz parte do acordo é a Cielo (CIEL3), mas sem realizar investimento. No caso da Mastercard, o acordo prevê a disponibilização para os usuários do banco, já a partir de agosto, de um cartão pré-pago virtual para as compras on-line. Os clientes do banQi podem também solicitar um cartão físico, por meio do aplicativo. A seguradora espera utilizar o banco como uma forma de vender seus produtos voltados para as classes C, D e E. As vendas dos seguros já poderão ser realizadas a partir do próximo mês, também por meio do aplicativo do banQi. A parceria com a Cielo vai permitir que os usuários do banco paguem suas compras por meio de um QR Code gerado pelas máquinas da empesa, que estão disponíveis em cerca de 1,2 milhão de lojas. Como não terá exclusividade do banco nesse formato de compra, a companhia não irá participar do aporte de R$ 300 milhões. Somente em julho, considerando o resultado parcial desta quinta-feira, as ações da Via Varejo acumulam alta de 21,70% e de 40,55% desde o início de 2019.

Quer investir em ações? Abra uma conta na XP Investimentos: online, rápido e grátis.

Família Klein interrompe compra de ações O empresário Michael Klein seguiu comprando ações da Via Varejo (VVAR3) mesmo depois do leilão realizado há duas semanas na B3, ocasião que ampliou sua participação e assumiu o controle da companhia. De acordo com a edição desta quinta-feira da Coluna do Broad, do jornal O Estado de S.Paulo, somente nos últimos dias as aquisições teriam sido de R$ 30 milhões em aquisições realizadas na bolsa. A publicação destaca que a intenção do empresário era gastar cerca de R$ 300 milhões no leilão, no entanto, com a alta procura pelo papel, as compras foram de R$ 100 milhões. Agora, com as ações registrando seguidas valorizações e com os investidores otimistas com a administração de Klein, o empresário deve encerrar suas compras em breve. Segundo o jornal, uma nova aquisição de ações, como era previsto inicialmente, não é mais necessária. Atualmente, a família Klein detém 27,7% de participação na varejista, sendo a maior acionista da Via Varejo. Com isso, destaca a coluna, o montante gasto por Klein para assumir a Via Varejo deve ficar em menos da metade do que estava inicialmente previsto, ou seja, por volta de R$ 150 milhões, sendo que R$ 130 milhões já foram desembolsados.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: