domingo, 28 de novembro de 2021
"VIA VAREJO"

Via Varejo tem alta de 4%; varejista conclui alongamento de dívidas

01 julho 2020 - 13h04Por Investing.com

Por Gabriel Codas Investing.com - Na parte final da manhã desta quarta-feira, as ações da Via Varejo (SA:VVAR3) operam com importante valorização na bolsa paulista, acima da alta do Ibovespa hoje. Por meio de fato relevante, a companhia informou mais cedo a colocação de 100% e liquidação de sua 5ª emissão pública de debêntures e a recompra de 99,8% das notas promissórias com vencimento original em setembro de 2020. Por volta das 13h01, os ativos tinham ganhos de 4,18% a R$ 15,95, com máxima em R$ 15,98. O Ibovespa registrava alta de 1,53% a 96.509 pontos. “Como resultado, a companhia alonga a dívida em aproximadamente 1,5 bilhão de reais, de vencimento em set/20 para prazo médio aproximado de 1,5 ano, com vencimentos postergados para jun/21 (1ª série) e jun/22 (2ª série).” Ainda no processo de fortalecimento de sua estrutura de capital, a Via Varejo disse que concluiu alongamento, via instrumento financeiro de dívida, pelo prazo final de dois anos, de operações de Risco Sacado/antecipação de fornecedores com vencimentos originais no segundo trimestre de 2020. “A companhia alonga a dívida em aproximadamente 2,5 bilhões de reais, com vencimento nesse trimestre, para o prazo médio aproximado de 1,2 ano. O aumento da dívida bancária de 2,5 bilhões de reais corresponde à redução da conta fornecedores no mesmo valor”, afirmou a dona das redes Casas Bahia e Ponto Frio. A Via Varejo acrescentou que essas operações, em complemento à oferta de ações realizada no mês passado, concluem o seu reforço e fortalecimento da estrutura de capital. “Desta forma, a companhia alonga aproximadamente 4 bilhões de reais, com vencimento médio em 60 dias para prazo aproximado de 1,3 ano, o que somado à capitalização da companhia de aproximadamente 4,4 bilhões de reais, resulta, na somatória entre as medidas de reforço e preservação de caixa, em um total de 8,4 bilhões de reais no período.” *Com Reuters

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content