Menu
Busca terça, 21 de setembro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
balanços hoje

AES Tietê, Totvs, BR Properties, GNDI e BrasilAgro divulgam balanços

06 maio 2020 - 16h23Por Investing.com
Por Gabriel Codas Investing.com - Nesta quarta-feira, depois do fechamento dos mercados, a temporada de balanços do primeiro trimestre do ano das empresas listadas na B3 dará continuidade, com a publicação dos números de Totvs (SA:TOTS3), AES Tietê (SA:TIET11), Duratex (SA:DTEX3), Grupo Notre Dame Intermédica (SA:GNDI3), BR Properties (SA:BRPR3) e BrasilAgro (SA:AGRO3). Em dia de predominância do pessimismo no Ibovespa, as ações das empresas seguem a tendência, operando no negativo. Às 15h32, Os papéis da Totvs recuava 2,96% a R$ 19,67, os da AES Tietê perdiam 2,59% a R$ 14,32, os da Duratex tinham queda de 2,22% a R$ 9,70, os da Notre Dame Intermédica cediam 0,46% a R$ 54,45, os da BR Properties tinham baixa de 2,46% a R$ 8,33 e os do BrasilAgro perdiam 0,24% a R$ 20,85. O Ibovespa registrava baixa de 0,55% a 79.035 pontos. Confira a projeção dos analistas para o resultado de cada empresa: Totvs A mediana dos analistas de mercado para a empresa de soluções par ao varejo aponta para um lucro líquido por ação de R$ 0,43, sendo que um ano antes o resultado foi de R$ 0,27, em linha com o esperado. Já nos três últimos meses de 2019, o montante foi de R$ 0,40, acima dos R$ 0,38 esperados. Para as receitas, o consenso é de um total de R$ 624,9 milhões no primeiro trimestre, contra R$ 563,59 milhões de 12 meses atrás. Entre outubro e dezembro do ano passado, o faturamento da companhia foi de R$ 576,49 milhões, praticamente em linha com os R$ 577,67 milhões de expectativa. O BTG Pactual (SA:BPAC11), que tem recomendação de compra para o ativo, espera que o lucro trimestral seja de R$ 88 milhões, com as receitas em R$ 593 milhões. Em relação ao Ebitda, o banco projeta R$ 123 milhões, fazendo com que a margem do indicador seja de 21% no período. Duratex O consenso de mercado para os três primeiros meses do ano é de um lucro líquido por ação de R$ 0,09, contra os R$ 0,03 do mesmo período de 2019. Já entre os meses de outubro e dezembro do ano passado, o total foi de R$ 0,41, bastante acima dos R$ 0,14 de estimativa dos analistas. No caso das receitas, a mediana dos analistas aponta para R$ 1,23 bilhão no período, ante os R$ 1,07 bilhão de um ano antes, que ficou dentro do esperado pelo mercado. Já nos meses que fecharam 2019, o faturamento da companhia foi de R$ 1,39 bilhão, ante estimativa de R$ 1,41 bilhão. O BTG Pactual, que tem recomendação de compra para o ativo, espera que o lucro trimestral seja de R$ 39 milhões, com as receitas em R$ 1,282 bilhão. Em relação ao Ebitda, o banco projeta R$ 229 milhões, fazendo com que a margem do indicador seja de 18% no período. AES Tietê A mediana dos analistas de mercado para a empresa do setor elétrico aponta para um lucro líquido por ação de R$ 0,48, sendo que um ano antes o resultado foi de R$ 0,20, em linha com o esperado. Já nos três últimos meses de 2019, o montante foi de R$ 0,16 abaixo dos R$ 0,24 esperados. Para as receitas, o consenso é de um total de R$ 583,91 milhões no primeiro trimestre, contra R$ 483,85milhões de 12 meses atrás. Entre outubro e dezembro do ano passado, o faturamento da companhia foi de R$ 432 milhões, menor do que os R$ 597,09 milhões de expectativa. A XP Investimentos acredita que os números 1T20 devem refletir a melhora das condições de hidrologia e menores preços no mercado de curto prazo ao longo do trimestre. A aposta é de lucro líquido de R$ 137 milhões, receitas de R$ 474 milhões. Levando a um Ebitda de R$ 275 milhões e margem de 58% GNDI O consenso de mercado para os três primeiros meses do ano é de um lucro líquido por ação de R$ 0,36, contra os R$ 0,24 do mesmo período de 2019. Já entre os meses de outubro e dezembro do ano passado, o total foi de R$ 0,23, bastante abaixo dos R$ 0,34 de estimativa dos analistas. No caso das receitas, a mediana dos analistas aponta para R$ 2,71 bilhões no período, ante os R$ 1,9 bilhão de um ano antes, que ficou dentro do esperado pelo mercado. Já nos meses que fecharam 2019, o faturamento da companhia foi de R$ 2,30 bilhões, ante estimativa de R$ 2,266 bilhões. O BTG Pactual, que tem recomendação de compra para o ativo, espera que o lucro trimestral seja de R$ 189 milhões, com as receitas em R$ 2,529 bilhões. Em relação ao Ebitda, o banco projeta R$ 364 milhões, fazendo com que a margem do indicador seja de 14% no período. BR Properties A mediana dos analistas de mercado para a empresa gestão de locação de espaços corporativos aponta para um lucro líquido por ação de R$ 0,11 sendo que um ano antes o resultado foi negativo de R$ 0,041, diante de uma estimativa de lucro de R$ 0,01. Já nos três últimos meses de 2019, o montante foi de R$ 0,80, acima dos R$ 0,07 esperados. Para as receitas, o consenso é de um total de R$ 82,97 milhões no primeiro trimestre, contra R$ 98 milhões de 12 meses atrás. Entre outubro e dezembro do ano passado, o faturamento da companhia foi de R$ 102,15 milhões, ficando abaixo dos R$ 127,3 milhões de expectativa. O BTG Pactual, que tem recomendação de neutra para o ativo, espera que o lucro trimestral seja de R$ 89 milhões, com as receitas em R$ 244 milhões. Em relação ao Ebitda, o banco projeta R$ 123 milhões, fazendo com que a margem do indicador seja de 67% no período. Brasil Agro (3º trimestre do ano-safra) O consenso de mercado para os três primeiros meses do ano, terceiro trimestre do ano safra, é de um lucro líquido por ação de R$ 0,04, contra os -R$ 0,03 do mesmo período de 2019. Já entre os meses de outubro e dezembro do ano passado, o total foi de R$ 0,38, bastante acima dos R$ 0,11 de estimativa dos analistas. No caso das receitas, a mediana dos analistas aponta para R$ 42,67 milhões no período, ante os R$ 30,90 milhões de um ano antes, que ficou abaixo do esperado pelo mercado, que era de R$ 34,37 milhões. Já nos meses que fecharam 2019, o faturamento da companhia foi de R$ 81,84 milhões, ante estimativa de R$ 89,60 milhões. O BTG Pactual, que tem recomendação de compra para o ativo, espera que o prejuízo trimestral seja de R$ 87 milhões, com as receitas em R$ 1,298 bilhão. Em relação ao Ebitda, o banco projeta R$ 553 milhões, fazendo com que a margem do indicador seja de 43% no período
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: