domingo, 28 de novembro de 2021
Taesa

TAESA, Equatorial, Banrisul, Light e Minerva divulgam balanço nesta terça-feira

14 maio 2019 - 16h09Por Investing.com
Investing.com - A terça-feira será mais um dia com a divulgação de importantes balanços após o fechamento do mercado. Destaque para os números do primeiro trimestre da Transmissora Aliança de Energia, Equatorial (SA:EQTL3), Banrisul (SA:BRSR6), Light (SA:LIGT3) e Minerva (SA:BEEF3). No caso da TAESA (SA:TAEE11), o consenso do mercado é que o lucro líquido por ação seja de R$ 0,74, contra R$ 0,19 registrados no mesmo período do ano passado, quando a estimativa era de R$ 0,51. Já no fechamento de 2018, o resultado foi de R$ 0,58, contra R$ 0,51 esperados pelo mercado.

Quer investir em ações da TAESA, Equatorial, Banrisul, Light ou Minerva mas não sabe como? Abra uma conta na Órama e comece a investir!

Para as receitas, a mediana de mercado é que o número seja de R$ 435,41 milhões, contra os R$ 332,3 milhões de um ano antes (estimativa de R$ 396,83 milhões) e de R$ 355 milhões entre outubro e dezembro de 2018 (estimativa de R$ 360,2 milhões). No caso da Equatorial, a expectativa é que a companhia feche os três primeiros meses do ano com lucro por ação de R$ 1,89, resultado que supera os R$ 0,47 do mesmo período de 2018, quando a estimativa era de R$ 0,74. Já no fechamento do ano passado, o resultado foi de R$ 1,44 (estimativa de R$ 0,74). Já para as receitas, a aposta é de R$ 2,99 bilhões entre janeiro e março, contra R$ 2,41 bilhões do mesmo período de 2018 (estimativa de R$ 1,81 bilhão). Nos três meses que fecharam o ano passado, o resultado foi de R$ 3,81 bilhões, acima dos R$ 2,87 bilhões esperados. Para a Light, o consenso do mercado é que o lucro líquido por ação seja de R$ 0,40, contra R$ 0,45 registrados no mesmo período do ano passado, quando a estimativa era de R$ 0,72. Já no fechamento de 2018, o resultado foi de R$ 1,05, contra R$ 0,73 esperados pelo mercado. Para as receitas, a mediana de mercado é que o número seja de R$ 2,91 bilhões, contra os R$ 2,98 bilhões de um ano antes (estimativa de R$ 3,34 bilhões) e de R$ 2,65 bilhões entre outubro e dezembro de 2018 (estimativa de R$ 3,14 bilhões). No caso do Banrisul, a expectativa é que a companhia feche os três primeiros meses do ano com lucro por ação de R$ 0,75, resultado que supera os R$ 0,60 do mesmo período de 2018, quando a estimativa era de R$ 0,60. Já no fechamento do ano passado, o resultado foi de R$ 0,73 (estimativa de R$ 0,73). Já para as receitas, a aposta é de R$ 1,899 bilhão entre janeiro e março, contra R$ 1,81 bilhão do mesmo período de 2018 (estimativa de R$ 1,80 bilhão). Nos três meses que fecharam o ano passado, o resultado foi de R$ 2,21 bilhões, acima dos R$ 1,85 bilhão esperados. Para a Minerva, o consenso do mercado é que o lucro líquido por ação seja de R$ 0,06, contra prejuízo de R$ 0,49 registrados no mesmo período do ano passado, quando a estimativa era de -R$ 0,26. Já no fechamento de 2018, o resultado foi de -R$ 0,24, contra -R$ 0,06 esperados pelo mercado. Para as receitas, a mediana de mercado é que o número seja de R$ 3,68 bilhões, contra os R$ 3,53 bilhões de um ano antes (estimativa de R$ 3,57 bilhões) e de R$ 4,61 bilhões entre outubro e dezembro de 2018 (estimativa de R$ 4,51bilhões).
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content