sexta, 03 de dezembro de 2021
libra brexit

Sequência de alta da libra deve acabar; aumentam temores de Brexit sem acordo

04 setembro 2020 - 17h08Por Investing.com

Por Yasin Ebrahim, da Investing.com - A libra caiu na sexta-feira (4) e parecia estar caminhando para sua primeira perda semanal em um mês, com especialistas alertando que qualquer potencial recuperação será controlada pela crescente ameaça de um Brexit sem acordo.

O par GBP/USD caía 0,1%, para US$ 1,3262, e deve ter sua primeira queda semanal desde a semana que começou em 2 de agosto.

A recente alta da libra foi parcialmente apoiada pelo sucesso do governo do Reino Unido em prevenir uma segunda onda do coronavírus até agora, mas os temores de que o vírus retorne de forma significativa provavelmente persistirão enquanto não estiver contido no resto da Europa.

O potencial do vírus de ressurgir e a perspectiva crescente de que o Reino Unido possa deixar a UE sem um acordo comercial no final do ano, quando o período de transição do Brexit terminar, significa que a libra terá dificuldades para se firmar.

"(Nós) acreditamos que a taxa de câmbio da libra esterlina tem potencial limitado de recuperação no curto prazo", o "fim do período de transição do Brexit está se aproximando, o que também deve deixar o risco de um Brexit sem acordo mais em foco”, disse o Commerzbank.

Sem um acordo, o Reino Unido negociaria com a UE nas regras da OMC a partir do próximo ano, o que seria um "golpe amargo para ambos os lados em termos econômicos reais, mas acima de tudo para a economia britânica, para a qual a UE é de longe o maior parceiro comercial", acrescentou o banco.

A frente de política monetária também ofereceu motivos para cautela sobre a libra depois que os membros do comitê de política monetária do Banco da Inglaterra, incluindo o governador Andrew Bailey, sugeriram que as taxas de juros negativas poderiam ter um papel a desempenhar, caso a recuperação perdesse o controle.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content