Menu
Busca sábado, 23 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Pará

Semana terá feriado em SP, reforma da Previdência, inflação oficial do IPCA e Fomc

07 julho 2019 - 10h38Por Angelo Pavini

Na próxima semana, as atenções dos investidores estarão voltadas para o início da tramitação da reforma da Previdência no Plenário da Câmara. Depois da aprovação na comissão especial com a votação expressiva de 36 votos a 13, a expectativa do mercado será com relação às negociações para garantir a maioria da Casa para aprovar o projeto. O presidente Jair Bolsonaro e seu partido, o PSL, devem voltar a tentar mudar as regras para policiais militares, assumindo um jogo perigoso que pode abrir espaço para outras categorias reivindicarem também perdas menores na reforma.

A equipe econômica tenta evitar mudanças para impedir que a proposta seja mais desidratada do que já foi na comissão especial e acabe economizando menos que o R$ 1,1 trilhão previstos pelo projeto aprovado, e que já inclui aumentos de impostos e não apenas cortes de despesas, como queria o ministro Paulo Guedes.

Na agenda econômica, o IBGE irá divulgar os dados do comércio (PMC) e do setor de serviços (PMS) referentes a maio. A semana também terá dados de inflação, no caso IGP-DI, da FGV, e IPCA, do IBGE; ambos de junho. Em relação o IPCA, o Banco Fator espera que a inflação acumulada em doze meses desacelere para 3,55%. 

Ibovespa em 118 mil pontos, segundo o Itaú

Na próxima terça-feira o mercado estará fechado em São Paulo pelo feriado do dia da Revolução Constitucionalista de 1932.  Mas o otimismo deve continuar. A Itaú Corretora diz que mantém a visão otimista com relação ao Ibovespa devido i) às taxas de juros mais baixas por mais tempo, ii) ao maior crescimento do PIB de 2020 em diante iii) à rotatividade potencial para as ações. Este cenário é altamente dependente da aprovação da reforma da previdência, observa a corretora, que diz que revisou o preço-alvo do Ibovespa de 110 mil para 118 mil pontos para o fim de 2019, dado o cenário de juros básicos mais baixos no Brasil.

Ata do Fomc

Já na agenda internacional o destaque deve ser a Ata da reunião mais recente do Comitê de Mercado Aberto (Fomc) do Federal Reserve (Fed, banco central americano), que define os juros básicos nos EUA. O Fator lembra que os investidores buscam sinais de que o Fed irá cortar juros já na reunião do final de julho. Os dados da inflação americana referente a junho serão divulgados, assim como a produção industrial da Zona do Euro de maio.

O mercado estará acompanhando também as negociações entre China e Estados Unidos em torno da guerra comercial e entre EUA e Irâ, que pode impactar os preços do petróleo.

O IGP-DI de junho sai na segunda-feira, junto com o relatório Focus, do Banco Central, com as projeções do mercado para os principais indicadores do país. Depois do feriado de terça-feira, na quarta, sai o IPCA de junho, que deve ficar perto de zero no mês, segundo o Banco Fator. Nos EUA, sai a ata do Fomc.

Quinta-feira saem os dados de Vendas no Varejo de maio e, nos EUA, os preços ao consumidor (CPI). Na sexta-feira, será conhecida a produção industrial da zona do euro e, no Brasil, o volume de negócios do Setor de Serviços.

O post Semana terá feriado em SP, reforma da Previdência, inflação oficial do IPCA e Fomc apareceu primeiro em Arena do Pavini.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: