sábado, 27 de novembro de 2021
SÃO MARTINHO

São Martinho dispara 4,5% depois de ver lucro saltar 67% no trimestre

30 junho 2020 - 14h41Por Investing.com
Por Gabriel Codas Investing.com - Na parte da tarde desta terça-feira as ações da São Martinho operam com forte valorização, depois de a companhia anunciar que encerrou o trimestre entre janeiro e março deste ano com lucro de R$ 142,6 milhões, 67% acima do mesmo período de 2019. O resultado é explicado pelo pelas vendas realizadas nas semanas anteriores ao início do isolamento social. Desta forma, por volta das 14h38 os papéis SMTO3 somavam 4,55% a R$ 20,89. Com isso, no acumulado do ano safra 2019/2020, a companhia teve lucro recorde de R$ 639 milhões. Desta forma, a diretoria está propondo a maior remuneração aos acionistas de sua história, ou seja, R$ 187 milhões. O montante já inclui R$ 120 milhões pagos em juros sobre capital próprio no fim do ano passado e acrescenta R$ 68 milhões de dividendos adicionais. Dessa forma, a companhia encerrou a temporada 2019/20 com novo lucro recorde, de R$ 639 milhões, e agora propõe a maior remuneração aos acionistas de sua história - de R$ 187 milhões. O montante já inclui R$ 120 milhões pagos em juros sobre capital próprio no fim do ano passado e acrescenta R$ 68 milhões de dividendos adicionais. No período, a receita líquida da companhia avançou 2%, para R$ 1,1 bilhão no trimestre, e totalizou R$ 2,2 bilhões em toda a temporada. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado do trimestre avançou 13,7%, para R$ 580 milhões, e chegou a R$ 1,9 bilhão no ciclo. Assim, a margem Ebitda ficou em 50,5% no trimestre, ante 45,3% um ano antes. Além disso, a pandemia não afetou os planos de investimentos da São Martinho. O grupo se prepara para colocar uma nova caldeira em sua planta de cogeração em sua usina em Pradópolis (SP) para atender o leilão A-6, vencido no ano passado e pelo qual deve começar a entregar energia em 2025. E os aportes no campo e na indústria (incluindo manutenção), de R$ 1,27 bilhão, foram mantidos. Para a Mirae Asset, no geral, o resultado ficou mais fraco do que o esperado, mas continua otimistas com a empresa. No final de março, os preços / hedge de açúcar para a safra 2020/2021 totalizavam ~873 mil toneladas ao preço médio de USD 13,69 cents/pound, ou aproximadamente R$ 1.332/ton1, representando ~77% da cana própria fixada. A recomendação é de compra, com preço justo em R$ 22,74.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content