segunda, 06 de dezembro de 2021
rumo

Rumo avança após precificação de follow-on e aumento de capital

25 agosto 2020 - 14h44Por Investing.com

Por Gabriel Codas, da Investing.com - Na parte da manhã desta terça-feira, as ações da Rumo (SA:RAIL3) operavam com ganhos. A empresa de logística precificou na véspera sua oferta de ações a R$ 21,75, o que resultou em aumento de capital de R$ 6,4 bilhões, que serão, em parte, destinados a pagamento de outorgas devidas em contratos de concessão da companhia.

Por volta das 14h40, os ativos da Rumo somavam 2,63% a R$ 23,00. O Ibovespa recuava 0,05% a 102.242 pontos.

Com a emissão de 294.252.874 de ações ordinárias, o capital social da empresa passou a ser de R$ 16,05 bilhões s, dividido em 1.853.268.772 ações ordinárias.

A operação consistiu na distribuição inicial de 235.000.000 novas ações, que foi acrescida em 59.252.874 ações para atender a excesso de demanda constatado no momento em que foi fixado o preço.

Além de pagamento de outorgas, a Rumo disse que usará os recursos para executar diversos projetos estratégicos que foram impulsionados pela recente renovação antecipada da concessão da Rumo Malha Paulista S.A.

Cosan

Para evitar diluição, a Cosan (SA:CSAN3) Logística, que possui 28% do capital da Rumo, participou da oferta prioritária. Com isso, a Cosan subscreveu e integralizará uma quantidade adicional de ações, no âmbito da oferta institucional, correspondente a R$ 290 milhões; e a Cosan Log subscreveu e integralizará uma quantidade adicional de ações, no âmbito da oferta institucional, correspondente a R$ 1,710 bilhão.

As ações emitidas na oferta passarão a ser negociadas na B3 nesta quarta-feira (26). A oferta foi coordenada por Bradesco BBI (líder), BTG Pactual (SA:BPAC11), Itaú BBA, Safra, BB Investimentos, JPMorgan, Citi, Credit Suisse, Goldman Sachs, Morgan Stanley (NYSE:MS) e XP Investimentos.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content