terça, 30 de novembro de 2021
ações

UBS eleva recomendação da SulAmérica para Compra e corta alvo para R$ 54

19 junho 2020 - 15h17Por Investing.com
Por Gabriel Codas Investing.com - O UBS divulgou relatório nesta sexta-feira elevando a recomendação de compra das ações da SulAmérica (SA:SULA11) para Compra e cortou o preço-alvo de R$ 62 para R$ 54, fundamentando que a companhia historicamente compensou a rotatividade e com a expansão do portfólio trazendo mais opções. Por volta das 14h34, os ativos tinham ganhos de 4,02% a R$ 45,50. A equipe aponta ainda que a seguradora tem agora menos requisitos regulatórios de capital em desinvestimentos de healthcare e Auto/P&C suportam um aumento de pagamento de 40% para 60%. Os analistas estimam uma economia de R $ 400 milhões em pedidos no EF20 devido ao COVID-19. Eles explicam que a ação apresentou desempenho inferior no acumulado do ano (-15% em relação ao IBOV e -20% aos pares) em previsões de taxas de juros mais baixas e expectativas para HC privado premium, não totalmente aplicáveis à SulA. O novo preço-alvo implica um potencial de upside de 25%, que combinado com a proporção upside-downside assimétrica de 2:1 e desconto injustificado para pares verticais, justifica atualização para o Compra. O banco reduziu as estimativas de ganhos para o EF20/21 em 12/30% com desinvestimento, menores resultados financeiros devido à taxa de juros e declínio de 5/9% nos prêmios de HC. Por outro lado, requisitos de capital mais baixos e receitas, de desinvestimento levam a um pagamento de 60% do longo prazo. Com um crescimento de 11,3% de Ke (vs. 10,8%) e um crescimento de 7,1%, eles chegam ao novo alvo. A SulA está sendo negociada a 15x FY20E PE (19x na meta), implicando uma proporção de 1,1x PEG. Embora acreditem que um desconto para verticais (~ 1,8x PEG) seja merecido, devido a menos alavancas de eficiência, diferentes abordagens de consolidação e exposição a resultados financeiros, consideram o nível atual excessivo.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content