segunda, 27 de maio de 2024
SpaceRecomendações

PetroRio (PRIO3), 3R (RRRP3): com corte na produção da OPEP+, o que muda para petroleiras?

Para Guide Investimentos, empresas do setor devem ser beneficiar com lucro maior

05 junho 2023 - 10h25Por Mari Galvão

No último domingo (4), a OPEP+ (Organização de Países Exportadores de Petróleo) anunciou um corte na produção, em cerca de 1 milhão de barris por dia (bpd), aumentando o corte total da organização para 4,6 milhões de bpd.

O corte de produção deve começar em julho deste ano e perdurar até o final de 2024, de acordo com a OPEP+.

Os países também indicaram que uma redução na produção poderia ser extendida. A produção mundial de petróleo atualmente está em torno de 100 milhões de barris de petróleo por dia.

Neste sentido, o corte de ontem representa um efeito de aproximadamente 1% da produção mundial.

O grupo tem feito cortes sucessivos com objetivo de estabilizar o preço da commodity. 

Na visão da Guide Investimentos, a decisão da véspera é positiva para petroleiras, já que, se a expectativa de preço do barril de petróleo aumenta, as receitas futuras das petroleiras também deve crescer.

Por consequência, seus lucros também devem ser maiores. A Guide pontua que as companhias que têm margens mais baixas normalmente se favorecem mais desse efeito, pois a proporção do aumento da geração de caixa é muito maior.

Por fim, os analistas da casa indicam que as ações da Petrorio (PRIO3), 3R Petroleum (RRRP3), Enauta (ENAT3) e Petroreconcavo (RECV3) devem operar em alta nesta segunda-feira (5).