terça, 28 de maio de 2024
SpaceRecomendações

Nubank (NUBR33): Santander cita ROE 'incoerente' da companhia no 4º tri de 2022

A classificação para o ativo é underperform, com preço-alvo de R$ 3,00

25 abril 2023 - 18h45Por Redação SpaceMoney

A equipe de equity research do Santander chamou atenção para os resultados do Nubank (NUBR33) no quarto trimestre de 2022, com ROE ajustado da operação de 40%. 

De acordo com analistas, nos cálculos feitos, o ROE normalizado do Nubank Brasil no período seria 5% (de 9%) no nível da holding e 11% (de 40%) para a subsidiária brasileira.

As desvantagens citadas pelo Santander são compostas por:

(i) Um limite de taxa de intercâmbio de cartão pré-pago – no máximo 0,7%, que começou recentemente (em abril de 2023), e deve reduzir a receita do trimestre em 3%;

(ii) Qualidade dos ativos e deterioração – as provisões do Nubank devem ser maiores, devido ao aumento da inadimplência o segmento de retalho (sobretudo o baixo rendimento), e baixo rácio provisões/crédito de 12% (considerando é uma carteira de risco composta apenas por cartões de crédito e empréstimos pessoais);

 (iii) Baixo capital alocado, às operações do Nubank Brasil, sendo menos de um terço o patrimônio total da Nu Holding, embora sua operação brasileira represente mais de 90% do total da Nu receita.

Os analistas apontam que acreditam na tendência ascendente do ROE do banco, mas que o resultado é incoerente com o nível atual de avaliação. 

A classificação para o ativo NUBR33 é underperform, ou seja, tem desempenho abaixo da média. O preço-alvo é de R$ 3,00. Nesta terça-feira (25), o BDR fechou em queda de 0,24%, a R$ 4,08. 

Tags: Nubank, NUBR33