terça, 28 de maio de 2024
SpaceRecomendações

JBS (JBSS3) mostra sinais de melhora nos números do 1º tri de 2023, diz Itaú BBA

Analistas têm classificação de compra para ação, com projeção de alta de 131,5%

27 abril 2023 - 11h04Por Mari Galvão
Fachada de prédio da JBSFachada de prédio da JBS - Crédito: JBS/Divulgação

A Pilgrim's Pride (PPC), subsidiária de aves da JBS nos Estados Unidos, reportou resultados em linha com as estimativas, mas com números melhores, de acordo com os analistas do Itaú BBA.

O EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização na sigla em inglês) ajustado de US$ 152 milhões ficou em linha com estimativas de consenso da Bloomberg. 

Ainda de acordo com o Itaú BBA, a companhia registrou crescimento de lucratividade sequencial em todas as três regiões geográficas da PPC. Grande parte da melhora nos resultados da subsidiária pode ser atribuída aos 120 pb no trimestre e aumento na margem EBITDA dos Estados Unidos.

No entanto, os analistas notaram que tanto a margem europeia quanto a mexicana as operações também apresentaram melhorias sequenciais, de 20 bps e 1190 bps, respectivamente.

A empresa afirmou que janeiro foi desafiador, sugerindo uma possível leitura que o run-rate no início do segundo trimestre pode estar acima da rentabilidade média do trimestre encerrado. 

"Em nossa opinião, PPC provavelmente será a única unidade de negócios no portfólio da JBS que entrega uma melhoria de margem sequencial no primeiro trimestre de 2023", diz o BBA. 

Mesmo com esse início positivo, na visão dos analistas, os investidores ainda aguardando um ponto de entrada melhor para os papéis JBSS3

O Itaú BBA tem classificação outperform para os papéis, equivalente a compra, com preço-alvo de R$ 39,00 ao final de 2023. Um upside projetado de 131,5% na ação se considerado o último fechamento (R$ 16,85). 

Nesta quinta-feira (27), as ações da JBS subiam 0,96%, a R$ 16,77, por volta de 10:47.

Tags: JBS, jbss3