sexta, 19 de abril de 2024
Ações recomendadas

Eneva (ENEV3): BTG Pactual mantém recomendação de compra e preço-alvo

Reservas de gás natural da companhia somam 71,6 bilhões de metros cúbicos

24 fevereiro 2024 - 08h00Por Lucas de Andrade
O Complexo Parnaíba, da Eneva.O Complexo Parnaíba, da Eneva. - Crédito: Divulgação/Eneva

A Eneva (ENEV3) divulgou o seu Relatório Executivo de Auditoria das Reservas e Recursos Contingentes do Parnaíba, Amazonas e Solimões, Brasil, referente a 31 de dezembro de 2023, elaborado pela consultoria independente Gaffney, Cline & Associates, Inc. (GCA).

Os volumes indicados no documento estão consolidados por Bacias e divididos em:

  • - Bacia do Parnaíba, com Reservas 2P de gás natural de 37,6 Bm3;
  • - Bacia do Amazonas, com Reservas 2P de gás natural de 10,0 Bm3; e a
  • - área de Juruá, com Recursos Contingentes 2C de gás natural de 24,0 Bm3 . 

 

A empresa afirmou que a certificação inicial contou com dados coletados exclusivamente dos três poços produtores disponíveis naquele momento. No entanto, após a conclusão de todos os poços do complexo Azulão (950MW) e uma frustração nos volumes, as reservas foram revistas para baixo, destacou o BTG Pactual em relatório.

Em qualquer caso, a probabilidade de novas quedas nas reservas parece baixa, pois agora a empresa tem um melhor compreensão do reservatório.

Analistas observaram ainda que existe uma grande parte do complexo (ainda não explorado), o que pode revelar-se uma vantagem. Além disso, contingente dos recursos em Juruá (bacia do Solimões) permanece estável ano a ano.

Nesse sentido, o BTG Pactual reiterou sua recomendação de compra para os papéis de Eneva (ENEV3), com preço-alvo de R$ 17,00 para as ações em doze meses.

Tags: enev3, Eneva