Menu
Busca sexta, 15 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Gol e Azul

Confira recomendações da Ativa Investimentos para companhias aéreas

04 dezembro 2020 - 12h40Por Redação SpaceMoney

Após a divulgação dos resultados do terceiro trimestre de 2020 das companhias aéreas, a corretora Ativa Investimento atualizou suas recomendações dos papéis de duas gigantes do setor. Para a Gol, a corretora manteve a posição neutra; já para a Azul, a indicação é de compra, com preço-alvo de R$ 48,80 por ação.

As empresas do setor de turismo e viagens foram duramente afetadas pelas medidas de distanciamento social impostas durante a crise de Covid-19. A Gol, por exemplo, operou no terceiro trimestre o equivalente a 53% da quantidade de vôos do ano anterior.  

Gol sofre com retomada lenta

Contudo, quando considerada apenas a ponte aérea Rio-São Paulo, trecho no qual a empresa é líder, a demanda chegou apenas a 28% do nível pré-pandemia. Segundo relatório da Ativa divulgado na última terça-feira (1), o percentual representa uma retomada mais vagarosa e prejudicial à empresa. 

Com base nos números reportados pela Gol em seu balanço — como o crescimento médio semanal de 12% na venda de passagens e 75% de disponibilidade da frota — a corretora projeta que a líder em share no mercado terá “dias melhores”.

Porém, considerando os riscos operacionais e financeiros e a volta mais lenta do segmento corporativo, que a empresa também domina, a Ativa mantém a recomendação neutra para os papéis da companhia.

Azul controla despesas

A Azul, que transportou cerca de 27% do total dos passageiros que voaram em 2019, também sofreu com a crise. Contudo, conforme aponta a corretora, “a companhia foi destaque na costura e agilidade de aprovação de planos para controlar suas despesas financeiras”. 

O relatório da Ativa mostra que os maiores vencimentos da dívida da aérea ocorrerão entre 2022 e 2024. Esta “tranquilidade financeira” para o próximo ano, aliada à liquidez imediata de R$ 4 bilhões obtida com a emissão de debêntures e a estratégia da Azul de foco em rotas sem sobreposição, mostra perspectivas favoráveis ao mercado.

Tendo em conta este cenário, a Ativa acredita que há suporte para a recomendação de compra e que  “os ativos da companhia podem se beneficiar do processo de retomada fomentado pelo desenvolvimento de vacinas e a normalização do fluxo de pessoas”.
 

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: