sexta, 24 de maio de 2024
SpaceRecomendações

CBA (CBAV3): Ágora destaca venda da unidade Niquelândia como positiva para companhia

Analistas permanecem com recomendação neutra para a ação

13 abril 2023 - 12h46Por Mari Galvão
Companhia Brasileira de Alumínio (CBA)Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) - Crédito: CBA/Divulgação

A Companhia Brasileira de Alumínio, CBA (CBAV3), anunciou a venda de seu ativo de níquel em Niquelândia para a Wave Nickel Brasil (parte da empresa global de tecnologia New Wave).

A operação inclui a mina de níquel e a planta de processamento por R$ 20 milhões (R$ 4 milhões uma semana após a assinatura e R$ 16 milhões no fechamento, ainda sujeito a aprovações). 

A companhia destacou que, caso a produção seja retomada em Niquelândia pela Wave Nickel Brasil, a CBA terá direito a receber royalties de 3% sobre a receita operacional líquida, limitada a US$ 10 milhões/ano. 

Na visão da Ágora Investimentos, esse é um desenvolvimento positivo para a empresa, em linha com a estratégia de focar no seu negócio principal de alumínio. Essa mudança será relevante em termos de queima de caixa para a CBA, segundo o relatório.

Apesar disso, o ativo ainda levará um tempo para alcançar sua capacidade máxima de produção e devolver royalties potenciais à empresa. Por fim os analistas mantiveram a recomendação neutra para a ação CBAV3. 

"Embora vejamos espaço para alguma recuperação nos preços do alumínio à medida que a China reabre sua economia, também esperamos que o aumento da oferta chinesa dificulte uma recuperação mais significativa dos preços", reitera a Ágora.