Menu
Busca segunda, 25 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Setor financeiro

Ativa mantém recomendação de compra para B3 e BB Seguridade

09 dezembro 2020 - 15h43Por Redação Space Money

Os balanços do terceiro trimestre das empresas listadas na bolsa de valores fizeram a Ativa Investimentos manter suas recomendações de compra para as ações da B3 e da BB Seguridade, com preço-alvo de R$ 66,00 e R$ 35,00, respectivamente. As informações são de relatórios divulgados na última terça-feira (8) pela corretora de investimentos.

Por volta das 15h41, os papéis da B3 estavam em baixa de 2,46%, cotados a R$ 56,69, atingindo uma máxima no dia de R$ 58,16 e uma mínima de R$ 56,63. As ações da BB Seguridade tinham perdas de 1,18%, a R$ 28,31, na mínima do dia, e com uma máxima de R$ 28,74. Ambos os papéis operam em linha com os resultados negativos do Ibovespa, que tinha baixa de 0,85%, aos 112.823 pontos.

B3 mostra força

Para a Ativa, o monopólio nacional da B3 na negociação de ativos de renda variável no
Brasil a torna um dos cases mais sólidos do mercado de capitais. Outro fator importante é a resiliência mostrada pela companhia em momentos conturbados. O documento diz que a empresa se beneficiou dos momentos de alta volatilidade do cenário atual do mercado.

A corretora de investimentos vê com bons olhos o futuro da B3, indicando potencial valorização. Entretanto, o relatório destaca algumas possíveis barreiras para a companhia de infraestrutura de mercado financeiro. Entre elas, destacam-se as intervenções do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), que podem diminuir seu valuation.

BB Seguridade com valuation e dividend yield atrativos

O documento destaca a performance da BB Seguridade no cenário de juros baixos e alta volatilidade. Isso se dá porque, em relação à concorrência, a seguradora é a que menos depende do resultado financeiro. A empresa opera em um modelo conhecido como “bancassurance”, que consiste na distribuição dos produtos de seguridade nos canais de seu controlador, o Banco do Brasil.

O payout mínimo – a fração do lucro que uma empresa paga aos seus acionistas – de 80% e a negociação “a um valuation bem atrativo” são outros pontos fortes na visão positiva da Ativa.

O relatório, porém, chama atenção para a exposição a riscos regulatórios pelas empresas de seguros, que podem prejudicar a retenção dos sinistros – quando o bem segurado sofre algum tipo de prejuízo.
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: