sexta, 24 de maio de 2024
SpaceRecomendações

Aliansce (ALSO3) pode disparar 100% já que fusão com BRMalls transcorre bem, dizem analistas

Companhias registraram prejuízo líquido no quarto trimestre de 2022, em razão de despesas não recorrentes referentes à operação

24 março 2023 - 11h04Por Lucas de Andrade

A Aliansce (ALSO3) registrou prejuízo líquido de R$ 16,9 milhões no quarto trimestre de 2022. Os resultados revertem um lucro líquido de R$ 115,7 milhões apurado no mesmo período do ano anterior.

A receita líquida somou R$ 292,6 milhões, crescimento de 5,4% em doze meses.

O EBITDA (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado foi de R$ 205,9 milhões, queda de 9,3% na mesma base de comparação.

De acordo com a Genial Investimentos, o processo de fusão da operadora com BR Malls poluiu os resultados. Ambas apresentaram prejuízos relacionados a despesas não recorrentes, referentes à operação.

Na avaliação dos analistas Guilherme Viana e Luis Assis, as vendas de Aliansce, apesar de terem sido impactadas pela Copa do Mundo, permaneceram positivas.

Apesar do financeiro ter vindo abaixo das expectativas, os analistas disseram enxergar o operacional positivamente.

A Aliansce revisou a expectativa de sinergias de R$ 210 milhões por ano até 2028, para um intervalo de R$ 180 a R$ 210 milhões por ano.

Assis e Viana escrevem que a fusão tem transcorrido bem, com claras tentativas de captura de sinergias em despesas administrativas e financeiras (vide emissões recentes) em um curto intervalo de tempo.

A companhia também divulgou um crescimento do SSR de 15,7%, ano a ano, e de 18,8%, também ano a ano, nas vendas nos meses de janeiro e fevereiro, o que foi categorizado como razoável em um cenário macroeconômico fraco do País.

A Genial Investimentos reiterou a recomendação de compra para os papéis ALSO3, com preço-alvo de R$ 32,00 - o que implica em um potencial de valorização de 101,26% sobre a cotação atual.