terça, 30 de novembro de 2021
finançaspessoais

Ranking Be On – Robô de mini índice (WIN) lidera em maio, com 34,6% de retorno

03 junho 2020 - 17h26Por Redação SpaceMoney

A plataforma de investimentos automatizados Be On divulgou nesta quarta-feira (3) o ranking dos cinco robôs traders (dentre os oferecidos pela Be On) que obtiveram maior rentabilidade em maio de 2020. E na ponta, ficou o Castor, com 34,6% de retorno e perda máxima de -8,9%. Assim como outro robô do top 5 que opera contratos de mini índice Bovespa (WIN), o Atlas, o robô Castor tenta antecipar tendências intradiárias de queda do Ibovespa, em operações que não sejam muito longas. Com essa estratégia, ambos se beneficiaram de duas janelas de oportunidade durante maio. “Na primeira quinzena do mês, o Ibovespa apresentou volatilidade considerável, mas com ´lateralização´ [momentos sem fortes tendências de alta ou baixa]”, explica o CEO da Be On, Felipe Tokarski. “Já na segunda quinzena, houve ‘rally’ no Ibov, em uma tendência de alta.” Ranking Be On de robôs de investimentos – maio/2020

Robôs de mini-dólar

“Para os robôs que atuam com contratos de mini dólar (WDO, derivativo do dólar), maio foi um mês de muitas oportunidades de ganho, com dois momentos claros de tendência: na primeira quinzena, quando houve tendência de alta do dólar, e na segunda quinzena, quando houve tendência de queda no dólar.”, diz Tokarski. Os robôs Centauri e Antares tiraram bastante proveito da primeira parte do mês de maio, por realizarem operações sempre no sentido de longas altas intradiárias do WDO. Contudo, na segunda quinzena praticamente não realizaram operações e as realizadas de maneira geral foram de perda (pois o dólar estava em tendência de queda). Por fim, o robô Capone também mostrou sua versatilidade para capturar momentos de tendência no dólar, sejam elas de alta ou de baixa, e conseguiu capturar oportunidades de ganho tanto na primeira, quanto na segunda quinzena de maio.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content