Menu
Busca segunda, 25 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Petróleo

Preços do petróleo caem, gasolina atinge mínima de duas semanas

17 julho 2020 - 11h47Por Investing.com

Por Geoffrey Smith - Investing.com - Os preços do petróleo estavam chegando no final da semana no piloto automático no início do pregão de sexta-feira, com o mercado digerindo as novas perspectivas para a situação da produção nos próximos meses e ainda imperturbável pelas dúvidas sobre as perspectivas de demanda.

Às 11h10 (horário de Brasília), o petróleo bruto dos EUA caía 0,7%, para US$ 40,47 por barril, enquanto o índice internacional Brent perdia 0,9%, para US$ 42,97.

Os contratos futuros de gasolina da RBOB, por outro lado, caíam 2,2% para o menor nível em duas semanas, depois que outra rodada de notícias documentando a disseminação do coronavírus diminuiu ainda mais as perspectivas da demanda de combustível.

De acordo com a Petroleum Argus, os spreads da gasolina estão sendo negociados atualmente em torno de US$ 3 o barril, bem abaixo dos US$ 10 por barril habituais na temporada turística de verão do hemisfério norte.

A chance de isso melhorar muito no curto prazo parece limitada. Os EUA registraram um novo recorde diário de mais de 77.000 novos casos de Covid-19 na quinta-feira, enquanto o número diário de mortes subiu para 977, o maior desde o início de junho. Nesse cenário, a reabertura da economia dos EUA, que impulsionou a recuperação da demanda por combustíveis, parece cada vez mais precária, alertam analistas.

"O #Petróleo está cada vez mais em risco de uma correção com a recuperação da demanda global mostrando sinais de perda de impulso", disse Ole Hansen, do Saxo Bank, via Twitter na sexta-feira. Ele observou que a restauração de 2 milhões de barris por dia de suprimento ao mercado mundial a partir de agosto está "colidindo com várias falhas para conter a pandemia de #Covid19".

Essas falhas vão do Brasil, que agora tem mais de 2 milhões de casos confirmados, ao Japão, onde a capital Tóquio testemunhou um surto de infecções devido a uma perda de disciplina no cumprimeito do distanciamento social.

De acordo com a Associação Petrolífera do Japão, a demanda por gasolina havia quase se recuperado aos níveis anteriores à Covid-19 em junho, caindo apenas 7% no ano. Por outro lado, observou, a demanda de combustível de aviação caiu em mais de 70%.

O mercado estará de olho nos dados de contagem de plataformas da Baker Hughes para a semana. Uma pesquisa da S&P Global Platts publicada anteriormente sugeriu que o número de plataformas ativas pode realmente aumentar pela primeira vez em quatro meses.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: