terça, 30 de novembro de 2021
Petróleo

Preços do petróleo avançam com vacina da Moderna contra Covid-19

16 novembro 2020 - 18h53Por Investing.com

Por Barani Krishnan, da Investing.com - O petróleo subiu até 3% na segunda-feira após a Moderna (NASDAQ:MRNA) divulgar o progresso de sua vacina Covid-19 desencadear uma onda de exuberância em todos os mercados, pois os investidores reagiram pela segunda vez em uma semana à perspectiva de uma vida retornando aos níveis pré-pandêmicos.

Moderna disse que sua vacina experimental foi 94,5% eficaz na prevenção de Covid-19. Sua atualização vem depois que a Pfizer (NYSE:PFE) (SA:PFIZ34) disse na última segunda-feira que sua própria vacina para bloquear o vírus era mais de 90% eficaz. O Dow Jones de Wall Street ganhou 1,6% no auge da reação do mercado às notícias da Moderna, aumentando o apetite pela maioria dos ativos de risco, incluindo o petróleo.

O West Texas Intermediate, negociado em Nova York, o principal indicador do petróleo nos EUA, avançou US$ 1,21, ou 3%, a US$ 41,34 por barril, após ficar acima de US$ 42 por um momento.

O Brent de Londres, referência global para o petróleo, encerrou a sessão com alta de US$ 1,04, ou 2,4%, a US$ 43,82, após uma alta intradiária de US$ 44,64.

“No papel, parece que a Moderna venceu a corrida da vacina, uma taxa ligeiramente mais eficaz do que a da Pfizer e muito mais fácil de armazenar”, disse Ed Moya, analista da OANDA de Nova York, referindo-se à refrigeração mais regular necessária para o produto Moderna em comparação com os -90 Fahrenheit necessários para o que a Pfizer desenvolveu.

Apesar da alta de segunda-feira, alguns analistas apontaram para o aumento sazonal dos estoques de petróleo e outros fatores que podem pesar sobre o petróleo.

Tanto o WTI quanto o Brent ganharam 8% na semana passada, a maior parte com a atualização da Pfizer na segunda-feira passada sobre o andamento dos testes da vacina Covid-19.

“As dores de cabeça de curto prazo para as perspectivas da demanda de petróleo, no entanto, permanecem firmes”, disse Moya. "COVID novos casos, hospitalizações e mortes ainda estão em alta."

Veja os fatores que influenciam os mercados hoje

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content