sábado, 27 de novembro de 2021
Ouro

Preços do ouro ampliam perdas após dados inflacionários dos EUA

27 junho 2019 - 12h08Por Investing.com
Os preços do ouro ampliaram as perdas no início da manhã nesta quinta-feira, depois que uma revisão dos dados do PIB americano do primeiro trimestre mostrou uma pressão inflacionária maior do que se esperava anteriormente. O ouro spot perdia US$ 6,96, ou 0,5%, cotado a US$ 1.402,15 às 10h41, enquanto o contratos futuros de ouro para entrega em agosto na divisão Comex da New York Mercantile Exchange caía US$ 10,25, ou 0,7% para US$ 1.405,15 por onça troy. Embora a terceira estimativa de crescimento do primeiro trimestre tenha ficado inalterada em 3,1%, o ouro caiu e o dólar se firmou após o indicador preferido de inflação para o Fed, os preços do gasto com consumo pessoal (PCE) serem revisado para cima em seu título e nas leituras do núcleo. Com o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, insistindo que qualquer redução futura na taxa de juros precisaria ser justificada por dados econômicos duros, os mercados estão agora mais do que normalmente sensibilizados para tais leituras. O movimento descendente do ouro ocorreu apesar de uma leitura geralmente fraca do conjunto de dados como um todo. Marc Chandler, estrategista-chefe de mercado da Bannockburn Global Forex, indicou em um tweet após a divulgação dos dados que achava que o crescimento do segundo trimestre poderia cair abaixo de 2%. Outro relatório mostrou que os pedidos de seguro-desemprego nos EUA também deram um sinal mais fraco do que o esperado. Antes dos lançamentos de dados, os preços do ouro já estavam caindo, já que os mercados pareciam interpretar uma perspectiva mais otimista sobre a possibilidade de que a China e os EUA poderia chegar a uma trégua comercial, reduzindo a demanda por refúgio seguro. O South China Morning Post informou nesta quinta-feira que Washington e Pequim "concordaram provisoriamente" sobre uma trégua nas tarifas adicionais de Trump sobre os produtos chineses. Mais tarde, o Wall Street Journal informou que o presidente chinês, Xi Jinping, planejava apresentar a Trump os termos de um acordo planejado para pôr fim ao conflito quando se reunirem após a cúpula do G20, às 11h30, horário local, em Osaka, no sábado. Serão 23h30 da sexta-feira no horário de Brasília. O WSJ observou, no entanto, que Pequim incluía uma lista de condições e não estava claro se seriam aceitáveis para o presidente americano. Quanto a outros metais, os contratos futuros da prata recuavam 0,9%, para US$ 15,238 por onça-troy, às 11h43. Os contratos futuros de paládio recuavam 0,1% para US$ 1.524,05 a onça, enquanto a platina recuava 0,4% para US$ 818,45. Em metais de base, o cobre estava em baixa de 0,3%, negociado a US$ 2,708 a libra.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content