Menu
Busca segunda, 25 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Destaques

PIB norte-americano e fim do rali nas bolsas

25 novembro 2020 - 11h45Por Investing.com

Por Geoffrey Smith, da Investing.com — O rali global das ações arrefece, mas o do petróleo e do Bitcoin continua. A França quer mais taxas das gigantes americanas de tecnologia e o BCE alerta que a situação bancária da Zona do Euro pode não ser tão boa quanto os balanços do terceiro trimestre mostraram. O feriado de Ação de Graças nos EUA joga todos os indicadores de quinta-feira para hoje, incluindo o PIB revisado do terceiro trimestre e os pedidos iniciais por seguro-desemprego.

Isso é o que você precisa saber sobre os mercados financeiros nesta quarta-feira, 25 de novembro.

1. Seguro-desemprego e PIB do 3T no radar

Após um começo de semana mais silencioso, o calendário de indicadores americano fica bastante tumultuado com as divulgações de dados como os do seguro-desemprego, às 10h30, horário de Brasília.

Os pedidos iniciais pelo auxílio subiram pela primeira semana em seis na última divulgação e os investidores procuram por sinais de que isso possa ser uma tendência considerando o aumento dos casos de Covid-19, que enfraquece a economia.

Também às 10h30, os EUA divulgam os pedidos de bens duráveis de outubro e os dados do PIB para o terceiro trimestre. Às 11h, saem os dados de confiança da Universidade de Michigan, vendas de novas casas e dados de renda e gastos de outubro.

2. França taxa gigantes de tecnologia, Europa protege dados

O governo francês irá começar a coletar taxas de serviços digitais, já anunciadas no início deste ano, para tirar mais de gigantes como a Amazon (NASDAQ:AMZN) (SA:AMZO34) e o Facebook (NASDAQ:FB) (SA:FBOK34), que se beneficiaram nos últimos anos de países da Zona do Euro sem jurisdição no assunto.

O movimento é um sinal dos desafios que o novo governo Biden deve enfrentar a partir do ano que vem. Nos primeiros meses deste ano, a administração Trump ameaçou retaliar a França com taxas sob produtos de luxo caso o país seguisse com o plano de aumentar os impostos digitais. No entanto, já que a maior parte das varejistas americanas já importaram boa parte das mercadorias da temporada de Natal, qualquer mudança nesse sentido não teria efeito este ano.

Também na Europa, a Comissão Europeia propôs uma nova legislação para restringir o controle sob informações do governo e do setor industrial.

3. Rali nas bolsas perde força, ações americanas devem abrir mistas

O rali global nos mercados de ações perdeu força após os mercados americanos atingirem máximas nos últimos dias com esperanças pela vacina em 2021.

A maior parte dos índices acionários chineses caiu mais de 1%, enquanto os mercados Europeus mostraram quedas de 0,5%, uma modesta correção após as fortes altas.

O Dow Jones Futuros e o S&P 500 Futuros caíam 0,23% e 0,15%, respectivamente, enquanto o Nasdaq 100 Futuros avançava 0,19%.

O índice Dow Jones Industrial Average e o S&P 500 fecharam esta terça-feira com recordes de altas, com investidores se voltando para papéis que podem ter ralis no próximo ano. Ações da Dell (NYSE:DELL) (SA:D1EL34) e da HP devem ganhar destaque hoje após ambas as companhias superaram as expectativas nos respectivos resultados do terceiro trimestre com a venda de computadores e notebooks para home office.

4. BCE alerta sobre preço de ativos, perdas com crédito

O Banco Central Europeu alertou que os bancos da Zona do Euro não estão fora de perigo, apesar da expectativa de recuperação para o próximo ano.

O BCE disse no Relatório de Estabilidade Financeira que o risco de uma ampla correção no preço de ativos, desde títulos públicos até de casas, aumentou consideravelmente após o rali visto nos mercados neste último ano.

O documento também sugeriu que os balanços aparentemente saudáveis dos bancos no final do terceiro trimestre foram sustentadas pelos pacotes de auxílio dos governos e avisou que as perdas com empréstimos podem ser maiores que o esperado.

Os avisos sugerem que a suspensão da proibição do BCE de pagamento de dividendos e recompra de ações, prevista para o final do ano, está longe de estar assegurada. Em um comentário à parte, o membro do conselho do banco europeu, Yves Mersch, disse que apesar da proibição total poder ser suspensa no final de dezembro, é provável que seja substituída por uma caso a caso. O índice de bancos europeu caiu aproximadamente 1,5% em resposta.

5. Rali do petróleo continua, estoques no radar

O petróleo e o Bitcoin foram alguns dos poucos ativos que continuaram o rali na madrugada, ambos impulsionados pela expectativa de excesso de liquidez dos bancos centrais. O petróleo também é favorecido pela expectativa de retomada do próximo ano.

O Petróleo WTI Futuros subia 0.6% US$ 45,17, enquanto o Petróleo Brent Futuros subia 0,5% a US$ 48,04 o barril. Para hoje, o destaque é a publicação do relatório de estoques da EIA, às 11h30. Ontem, o relatório da API apontou que os estoques subiram 3,8 milhões na última semana.
 

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: