domingo, 05 de dezembro de 2021
Abaixo do esperado

PIB da China desacelera para 4,9% no terceiro trimestre

Resultado foi influenciado por crise energética e problemas de dívida no setor imobiliário do país

18 outubro 2021 - 09h00Por Redação SpaceMoney
Bandeira da ChinaBandeira da China - Crédito: Reuters

O Produto Interno Bruto (PIB) da China cresceu apenas 4,9% no terceiro trimestre de 2021, a taxa mais fraca de expansão em um ano, enquanto o país enfrenta uma grande crise de energia, que está causando desabastecimento e queda da produção industrial, e o agravamento dos problemas de dívida no setor imobiliário. Os dados foram divulgados pelo Escritório Nacional de Estatísticas (ONS) nesta segunda-feira (18).

Em setembro, a produção industrial chinesa cresceu 3,1% em relação ao mesmo período do ano passado, enquanto que o mercado esperava uma taxa de 3,8%. No varejo, as vendas aumentaram 0,3% no mês.

O resultado ficou abaixo das expectativas de 5,2% dos analistas consultados pela agência Reuters e teve uma desaceleração após o crescimento de 7,9% no período do segundo trimestre.

No ano, o PIB da China acumula alta de 9,8% em relação ao mesmo período do ano passado.

*Com informações do Estadão

Tags: China, PIB

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content