Menu
Busca quinta, 28 de outubro de 2021

Petróleo sobe antes de dados dos EUA sobre demanda de combustível

16 junho 2020 - 17h59Por Investing.com

Por Barani Krishnan

Investing.com - Os preços do petróleo subiam modestamente na terça-feira (16), mantendo os avanços da sessão anterior, à frente dos principais dados do governo dos EUA que irão mostrar se a demanda por combustíveis está melhorando consideravelmente à medida que as empresas tentam se recuperar dos bloqueios causados pela Covid-19 .

"O 'preço' do petróleo tem muito otimismo no curto prazo, com todos os riscos da Covid, mas... eu poderia (também) pintar uma imagem das razões pelas quais acho que os preços estão prestes a despencar", disse Scott Shelton, corretor de futuros de energia no ICAP, em Durham, Carolina do Norte. "Minha convicção sobre os dois atualmente é quase nula e não acho que estou sozinho."

O West Texas Intermediate, referência para o petróleo bruto dos EUA negociado em Nova York, subia US$ 1,01, ou 2,7%, para US$ 38,13 por barril às 15h50 (horário de Brasília). O índice subiu 2,4% na sessão anterior.

O Brent, referência mundial em petróleo negociada em Londres, ganhava US$ 1,05, ou 1,6%, sendo negociado a US$ 40,77. Na segunda-feira, o benchmark subiu 2,6%.

É improvável que a economia dos EUA alcance recuperação total até que os americanos tenham certeza de que a pandemia de coronavírus foi contida, disse o presidente do Federal Reserve, Jay Powell, na terça-feira.

"Além disso, quanto mais durar a desaceleração, maior o potencial de danos a longo prazo decorrentes da perda permanente de empregos e do fechamento de negócios", disse Powell em depoimento perante um comitê bancário do Senado.

Os preços do petróleo subiam antes dos dados semanais do Instituto Americano de Petróleo (API, na sigla em inglês) sobre estoques de produtos de petróleo e combustíveis, que devem ser divulgados às 17h30. Os números do API servem como precursor dos dados oficiais dos estoques que devem ser publicados na quarta-feira pela Administração de Informações de Energia dos EUA.

Um consenso das estimativas dos analistas rastreadas pelo Investing.com mostrou que os estoques de petróleo bruto provavelmente aumentaram em 500.000 barris na semana encerrada em 12 de junho. Os estoques de petróleo bruto subiram em 5,72 milhões de barris na semana anterior, terminada em 5 de maio, para atingir um recorde de 538 milhões de barris, mostraram os dados da EIA.

Enquanto isso, espera-se que os estoques de destilados, liderados pelo diesel, tenham aumentado em 2,65 milhões de barris, mais do que o ganho de 1,6 milhão da semana anterior. Os estoques de destilados cresceram em quase 53 milhões de barris no total em nove semanas, mostraram dados da EIA.

Espera-se que os estoques de gasolina, o único ponto positivo do complexo petrolífero até agora, tenham aumentado em 230.000 barris em comparação com a compilação anterior de 866.000.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: