domingo, 28 de novembro de 2021
exterior

Petróleo dispara com ataque a petroleiros; minério em alta e Previdência podem favorecer Ibovespa em 100 mil pontos

13 junho 2019 - 09h19Por Angelo Pavini
Os preços do petróleo dispararam no exterior após notícias de ataques a navios petroleiros no Golfo de Omã, na costa do Irã. Os incidentes ocorrem em meio à visita oficial do primeiro-ministro do Japão ao Irã e ao aumento das tensões entre Washington e Teerã desde que quatro embarcações foram alvos de ataques na mesma região, no mês passado. O petróleo tipo WTI no mercado futuro para julho negociado em Nova York sobe 3,44%, para US$ 52,86 e o Brent, de Londres, sobe 3,80%, para US$ 62,17. Os preços haviam caído ontem, depois de um relatório indicar aumento dos estoques americanos. Essa alta de hoje deve beneficiar as ações das empresas petroleiras, incluindo a Petrobras. Também o minério de ferro está em alta, de 3,34% em Qingdao, na China, para US% 110,16 a tonelada, o que pode ajudar também a ação da Vale. O ganho de Petrobras e Vale, duas das principais ações do mercado, e mais a apresentação do relatório da Previdência podem levar o Índice Bovespa de volta aos 100 mil pontos, acredita Pablo Stipanicic Spyer, diretor da corretora Mirae Asset. Ontem, o índice fechou em 98.320 pontos. No exterior, os papéis da Petrobras já sobem 1,5%. Para ele, a proposta de reforma “resolve o rombo imediato” do governo. “Mas a médio e longo prazo, sem o regime de capitalização e sem os Estados e municípios, o problema do déficit público e da dívida se mantém”, acredita. Por isso, ele espera que a discussão sobre a previdência nos governos regionais seja retomada mais a frente. “Se a economia com a proposta for de mais de R$ 800 milhões em 10 anos, como sugere o relator, a bolsa vai subir forte”, diz.

Seu dinheiro pode render muito mais com Órama, invista já de forma fácil e segura!

Apesar das tensões no Oriente Médio, as bolsas na Europa e os índices futuros dos EUA sobem. Na Ásia, o índice Hang Seng caiu, em meio aos protestos em Hong Kong contra a lei chinesa que permite extraditar cidadãos para serem julgados por autoridades do governo comunista. Na Europa, os desdobramentos sobre o Brexit continuam incertos e preocupantes, avalia o Departamento Econômico do Bradesco. Ontem, Boris Jhonson – favorito a suceder Theresa May como primeiro-ministro – defendeu que o Reino Unido deixe a União Europeia em 31 de outubro, mesmo sem acordo. O post Petróleo dispara com ataque a petroleiros; minério em alta e Previdência podem favorecer Ibovespa em 100 mil pontos apareceu primeiro em Arena do Pavini.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content