Menu
Busca terça, 19 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Petrobras

Petrobras avança mais de 2% com decisão favorável na Justiça e alta do petróleo

21 julho 2020 - 11h18Por Investing.com

Por Gabriel Codas - Investing.com - Na parte da manhã desta terça-feira as ações da Petrobras operam com ganhos importantes, com importante vitória da estatal com a decisão favorável e definitiva do Tribunal Regional Federal da 2ª Região em um processo em que buscava recuperar contribuições de PIS e Cofins pagas a mais, informou a companhia em comunicado, sem mencionar os valores envolvidos na disputa. Com isso, por volta das 10h38, os papéis preferenciais (SA:PETR4) tinham alta de 2,42% a R$ 23,38, enquanto as ordinárias subia 2,13% a R$ 24,17. O Ibovespa subia 0,38% a 104.818 pontos De acordo com a Petrobras, teria havido cobrança além do devido em razão da inclusão do ICMS na base de cálculo das contribuições a partir de outubro de 2001. “A companhia informa que está apurando os respectivos valores a recuperar, bem como avaliando os potenciais impactos em suas demonstrações financeiras, que serão divulgados oportunamente”, disse a estatal. Petróleo Os preços do petróleo subiam nesta terça-feira, ajudados por notícias positivas sobre testes de vacinas para o coronavírus e por um acordo da União Europeia para estímulos, tocando níveis vistos antes do início de uma guerra de preços entre Rússia e Arábia Saudita no início de março. O petróleo Brent subia 1,31 dólar, ou 3,03%, a 44,59 dólares por barril, às 10:20 (horário de Brasília). O petróleo dos Estados Unidos avançava 1,26 dólar, ou 2,98%, a 42,17 dólares por barril. O Brent registrava o maior ganho diário desde meados de junho, enquanto o WTI também marcava o maior avanço em um dia em um mês. Os preços eram impulsionados por um acordo entre líderes da União Europeia sobre um fundo de 750 bilhões de euros para impulsionar economias impactadas pelo vírus, o que melhorou as perspectivas de demanda por combustíveis. As cotações do petróleo também tiveram apoio de dados promissores sobre uma vacina divulgados na segunda-feira, que geraram confiança de que uma vacina possa ser criada, mesmo que um lançamento global do produto possa levar tempo. Além disso, alguns cinemas reabriram na China na segunda-feira, após seis meses de fechamento, em mais um sinal de recuperação na segunda maior economia do mundo. Desinvestimentos A francesa Engie informou nesta segunda-feira a aquisição de fatia acionária remanescente de 10% da Petrobras (SA:PETR4) na Transportadora Associada de Gás S.A. (TAG), em um lance conjunto com a Caisse de dépôt et placement du Québec (CDPQ) de cerca de 1 bilhão de reais. A Petrobras detalhou que o valor inicial da transação era de 1,1 bilhão de reais, porém foi considerado um desconto de 110 milhões de reais já recebidos em junho a título de dividendos e os demais ajustes previstos em contrato. Desta forma, a transação foi concluída pelo valor de 1 bilhão reais, integralmente quitado nesta segunda-feira, disse a Petrobras em fato relevante. Com essa aquisição, a participação acionária total da Engie na TAG aumenta para 65% (dos quais 32,5% pertencem à Engie Brasil Energia (SA:EGIE3) (SA:EGIE3)), enquanto a CDPQ detém os demais 35%. A compra foi realizada de maneira proporcional aos acionistas da TAG, sendo 3,25% adquiridos pela Engie, 3,25% pela GDF International, uma subsidiária da Engie, e 3,5% pela CDPQ. A nova aquisição dá sequência a um negócio anterior, realizado pelas mesmas companhias em junho de 2019. No entanto, a Petrobras destacou que ao comparar o valor desta operação com o valor da alienação de 90% da TAG ocorrida no ano passado, é necessário considerar que a dívida da TAG aumentou de 2 bilhões para 23 bilhões de reais. Esta elevação no endividamento gerou um pagamento de 2 bilhões de reais em favor da Petrobras, já considerado no montante total divulgado no fechamento da venda da participação de 90%, conforme balanço do terceiro trimestre de 2019. Para a petroleira, a presente transação representa mais um importante marco para a abertura do setor de gás natural no Brasil. A TAG possui a mais extensa malha de transporte de gás natural do Brasil, com uma infraestrutura de gasodutos de aproximadamente 4.500 km, localizada ao longo de parte do litoral Sudeste e do litoral Nordeste do país, além de um trecho que liga Urucu a Manaus (AM), na região Norte. A rede possui, ainda, 11 estações de compressão de gás, 14 pontos de recebimento e 90 pontos de entrega, e, de acordo com a Engie, conta com potencial para novos desenvolvimentos, tais como expansão da rede, novas conexões de agentes, projetos de armazenagem de gás e transporte de biogás. (Com contribuição de Reuters)

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: