Menu
Busca terça, 21 de setembro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
ouro

Ouro luta para obter ganhos apesar do colapso do rendimento do tesouro

11 maio 2020 - 13h31Por Investing.com

Por Geoffrey Smith

Investing.com - Os preços do ouro reverteram ganhos anteriores na sexta-feira (8), apesar de dados miseráveis sobre o mercado de trabalho dos EUA, que fortaleceram as expectativas de taxas de juros mais baixas por mais tempo.

Os futuros de fundos do Fed na quinta-feira começaram a implicar uma taxa-alvo abaixo de zero pela primeira vez, algo que fortaleceria o ouro, eliminando os retornos nominais da dívida pública de curto prazo do governo dos EUA.

O rendimento dos títulos do Tesouro por cinco anos permaneceu perto das mínimas na sexta-feira, indiferente às notícias de que 20,5 milhões de norte-americanos perderam seus empregos no mês passado ou ao som de uma conversa feliz após uma ligação telefônica entre negociadores comerciais dos EUA e da China (mais tarde, o presidente Donald Trump disse à Fox que ainda tem "problemas" com a questão comercial chinesa).

"Distanciamento social, angústia do consumidor, restrições de viagens e o legado de até 40 milhões de empregos perdidos significam que não há perspectiva de recuperação em forma de V", disseram analistas do ING em nota aos clientes.

Às 15h35 (horário de Brasília), os contratos futuros de ouro para entrega na Comex caíam 1%, para US$ 1.709,15 por onça, enquanto o ouro à vista caía 0,7%, para US$ 1.705.

Os contratos futuros de prata subiam 1%, para US$ 15,75 a onça, tendo anteriormente atingido uma máxima de dois meses, enquanto os contratos futuros de platina subiam 1%, para US$ 790.

No entanto, a alta mais notável foi do cobre, que ganhou 1,1%, para mais de US$ 2,4 por libra, o maior aumento em quase dois meses. Historicamente, os preços do cobre têm sido uma proxy sólida da atividade industrial global, sugerindo que sua alta de 10% em relação às mínimas de março poderia finalmente anunciar um fundo para a economia mundial.

Ulrich Stephan, estrategista do Deutsche Bank, argumentou em uma nota matinal que a prata também tem potencial de desempenho superior no curto prazo, uma vez que mais de 60% da demanda final pelo metal é industrial, e considerando que a proporção dos preços de ouro e prata, em torno de 109, ainda está bem acima da faixa histórica entre 60 e 80.

Enquanto isso, na Europa, a guerra de palavras entre a Alemanha e a UE sobre a política de compra de títulos do Banco Central Europeu começou. O Tribunal de Justiça da União Europeia afirmou em comunicado que só ele pode decidir se uma instituição da UE agiu além de sua competência.

Essa foi uma repreensão ao tribunal superior da Alemanha, que havia reivindicado esse direito por si mesmo no início da semana, em um episódio que ameaçava restringir a resposta política da Europa à pandemia. Em resposta, os spreads soberanos da zona do euro foram os mais apertados em uma semana.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: