Menu
Busca terça, 19 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
EUA

Ouro cai após declínio nos pedidos de seguro-desemprego nos EUA

18 junho 2020 - 18h41Por Investing.com

Por Barani Krishnan

Investing.com - Os preços do ouro caíam na quinta-feira (18), perdendo parte de seu brilho após uma queda marginal nos pedidos de seguro-desemprego nos EUA sugerindo uma recuperação econômica adicional que poderia impulsionar os ativos de risco em vez dos portos-seguro.

Os futuros de ouro para entrega em agosto caíam US$ 5,75, ou 0,33%, a US$ 1.729,85 por onça na Comex de Nova York às 18h41 (horário de Brasília).

O ouro spot, que acompanha transações em tempo real em barras de ouro, caiu para US$ 1.722,98.

Cerca de 1,5 milhão de norte-americanos entraram com pedidos de seguro-desemprego pela primeira vez na semana passada, elevando o número total de pedidos semanais desde o início da pandemia de coronavírus para quase 46 milhões, disse o Departamento do Trabalho. Comparado com a semana anterior, houve 34.000 menos pedidos registrados na semana passada.

As ações de Wall Street sentiram o declínio das reivindicações, subindo no início do pregão antes de fecharem no vermelho. A reversão no apetite ao risco ajudou a colocar um piso no mercado de ouro, limitando suas perdas.

"O cenário geral é que a economia está caminhando na direção certa e o mercado de trabalho ainda está muito ruim", disse Ed Moya, analista da plataforma de comércio online OANDA.

"O ouro está em um lugar complicado, mas acabará recebendo mais apoio se a situação trabalhista continuar fraca", acrescentou Moya. “As ações globais também lutarão para melhorar os ganhos recentes frente a uma discutível recuperação econômica em forma de V, um aumento dos casos Covid-19, o reequilíbrio dos índices S&P e Russell e uma escalada de riscos geopolíticos, decorrentes da Guerra comercial EUA-China, da tensão entre as Coreias e até das disputas na fronteira do Himalaia.”

Embora o ouro tenha falhado nesta semana em ultrapassar a resistência de US$ 1.750, a TD Securities disse que ficou claro que os preços permaneceram dentro de uma faixa próxima a máximas de vários anos.

"Nesse contexto, uma normalização contínua do crescimento deve ser bem-vinda, pois a reversão dos fluxos de portos-seguro deve ser compensada pela demanda de investimento, com taxas reais significativamente suprimidas", disse a corretora canadense em nota.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: