terça, 30 de novembro de 2021
urânio monopólio china e brasil

O Globo: China e Brasil firmam protocolos sobre carne e etanol

25 outubro 2019 - 12h30Por Redação SpaceMoney

Esta sexta-feira (25) é o último dia da viagem do presidente Jair Bolsonaro à China com o intuito de formalizar acordos comerciais através da comitiva Ásia e Oriente Médio. Reportagem do jornal O Globo confirma que, no encontro com o presidente chinês Xi Jinping, os dois países assinaram oito protocolos, que são o primeiro passo para formalização de um tratado de comércio, incluindo a exportação de carne bovina processada (jerk beef) e farelo de algodão (para ração), além de acordos sobre energia renovável. A importação do etanol chinês está programada para ser acordada até novembro deste ano, quando ocorrerá a cúpula dos Brics. Também está programado para a mesma época novos investimentos da China Oil and Food Corporation (Cofco) no Brasil. A empresa tem atualmente quatro usinas de energia elétrica em São Paulo. Os ministros de energia de ambos os países estavam presentes na assinatura dos acordos. Bento Albuquerque, ministro brasileiro, afirmou que a China está de olho no urânio brasileiro. Albuquerque é declaradamente a favor da quebra do monopólio da União sobre o urânio brasileiro. A proposta de quebra do monopólio só pode passar por meio de Projeto de Emenda Constitucional (PEC). No encontro com o presidente chinês, Bolsonaro convidou empresas a participarem do leilão de sessão onerosa para agregar valor ao intercâmbio comercial entre os dois países. "O Brasil precisa da China e a China precisa do Brasil", afirmou o presidente. As informações são do site O Globo.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content