Menu
Busca segunda, 18 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
China

Novas regras sanitárias para compra de carnes na China podem afetar frigoríficos

18 junho 2020 - 14h37Por Investing.com
Por Gabriel Codas Investing.com - As exportações de carnes brasileira para a China podem ser afetadas por novas medidas de prevenção que estão sendo adotadas pelo governo chinês, que têm como objetivo o combate ao ressurgimento da codiv-19 em Pequim. As informações foram publicadas no site do Valor, citando como fontes relato ao Itamaraty pela embaixada do Brasil. A reportagem explica que as novas exigências geram custos mais elevados e ampliam as incertezas, fazendo com que alguns compradores do país asiático suspendessem compras e pedindo para que os embarque já contratados não sejam enviados para a China. Pesquisadores do Centro para Prevenção e Controle de Doenças (CPDC), aponta o relato da diplomacia, informaram que o vírus voltou a ser detectado em Pequim e que seria uma variedade que passou por mutação na Europa. Os chineses avaliam a possibilidade de a contaminação ter surgido por meio de salmão importado, que teria sido contaminado durante a captura ou o transporte. Assim, o Bureau Municipal para Regulação de Mercado vai reforçar a inspeção de alimentos frescos e carnes congeladas. No entanto, outros municípios determinaram a suspensão da importação e comercialização de pescados e de carne bovina importados. A orientação dada pelo governo chinês a grandes empresas importadoras tem sido realizar testes de ácido nucleico em amostras de carnes importadas, durante o desembaraço aduaneiro.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: