Menu
Busca segunda, 25 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
NotreDami Intermédica Hapvida

NotreDame Intermédica e Hapvida recuam após ANS suspender reajustes em 2020

24 agosto 2020 - 10h59Por Investing.com

Por Gabriel Codas - Investing.com - Na parte da manhã desta segunda-feira, as ações da NotreDame Intermédica (SA:GNDI3) e Hapvida (SA:HAPV3) operam com perdas na B3, indo na contramão da alta do Ibovespa. O recuo vem depois que a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) decidiu, na sexta-feira, adiar de setembro para dezembro o reajuste de preços dos planos de saúde no Brasil, devido à excepcionalidade dos efeitos da Covid-19.

Por volta das 10h46, NotreDame perdia 0,06% a R$ 69,13 (chegando à mínima de R$ 67,68 com volume negociado em R$ 30,86 milhões) e Hapvida recuava 0,35% a R$ 62,39 (com mínima de R$ 61,94 e volume negociado em R$ 13,12 milhões). O Ibovespa avançava 0,73% a 102.264 pontos.

A proposta do presidente substituto da agência, Rogério Scarabel Barbosa, foi aprovada pelo colegiado. Barbosa argumentou que o reajuste “poderia sobrecarregar ainda mais o SUS (Sistema Único de Saúde)”. Segundo ele, a proposta levou em conta fatores como o fato de as operadoras de saúde terem até o início da pandemia os melhores indicadores da última década”, e que do ponto de vista financeiro, o setor está sólido.

Em nota enviada a clientes, o Bradesco BBI destaca que essa decisão deve trazer um importante impacto para o setor, uma vez que a maior parte dos reajustes iriam acontecer no terceiro e quarto trimestres, representando de 20% a 30% dos contratos.

Apesar disso, os analistas destacam que o pedido de prorrogação era algo que o Legislativo (Câmara dos Deputados) vinha trabalhando e isso poderia ter resultado em impactos maiores para o setor. Nesse sentido, eles entendem que foi importante que a ANS assumisse a liderança e decidisse adiar os reajustes de preços, minimizando o risco de impactos maiores e reconhecendo que vivemos um período difícil com a pandemia.

A equipe entende que Hapvida e Notre Dame, que têm reajustes anuais de preços normalmente entre 8% e 9%, sejam menos impactadas.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: