terça, 07 de dezembro de 2021
Na bronca

Líder dos caminhoneiros critica auxílio proposto por Bolsonaro para categoria: 'Piada de mau gosto'

Categoria se organiza para fazer greve a partir de 1º de novembro

22 outubro 2021 - 08h41Por Redação SpaceMoney

Em entrevista nesta quinta-feira (21), o presidente da Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores (Abrava), Wallace Landim, criticou as declarações do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de criar um auxílio de R$ 400 por mês aos caminhoneiros autônomos para amenizar o aumento do diesel.

“Eu acho que foi uma piada que ele (Bolsonaro) fez... ou será de verdade? Isso é uma piada de mau gosto. O caminhoneiro não quer esmola, quer dignidade, quer os compromissos que foram assumidos e que até hoje não saíram do papel”, disse Landim, considerado uma das principais lideranças do movimento de caminhoneiros no país.

“Queremos algo concreto, não cortina de fumaça. A classe já deu 15 dias para o governo trazer algo concreto, mas isso não veio. Agradecemos pela piada do presidente, mas estamos num trabalho de unificação das pautas da categoria e a paralisação para o dia 1 de novembro está mantida, seguimos com a mobilização”, ressaltou o presidente da Abrava.

Os caminhoneiros estão se articulando para fazer uma greve geral a partir de 1º de novembro caso o preço do combustível não seja reduzido. A principal reclamação da categoria está na política de preços promovidas pela Petrobras (PETR3) (PETR4).

“A gente vem num trabalho de tentar acreditar, fizemos várias reuniões, mas percebemos que nada saiu do papel e a categoria não suporta mais esperar. Não aguentamos mais, estamos na beira do abismo. Chega disso”, completou Landim.

Nesta quinta-feira, o presidente Jair Bolsonaro anunciou um ‘auxílio’ de R$ 400 por mês para os caminhoneiros autônomos. Não foi detalhado como isso será feito e de onde sairá o dinheiro.

*Com informações do Estadão

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content