Menu
Busca quarta, 27 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
irb ubs

IRB Brasil: UBS espera reconstrução lenta para resseguradora, recomenda Venda

06 outubro 2020 - 15h05Por Investing.com

Por Ana Julia Mezzadri, da Investing.com - Ainda que a IRB (SA:IRBR3) venha tentando superar seus problemas de governança com mudanças administrativas e revisões contábeis, o UBS acredita que irá levar algum tempo até que a empresa se reconstrua e recupere sua credibilidade. Assim, o banco rebaixa a recomendação para Venda para as ações da resseguradora, com preço-alvo de R$ 4,60.

Assim, por volta das 14h50, os papéis da IRB lideravam as perdas do Ibovespa, com queda de 14,45%, a R$ 7,40. O Ibovespa avançava 0,27%, a 96.353 pontos. 

O banco acredita que irá demorar para a empresa retomar sua lucratividade. Ele também espera que o ritmo de crescimento de prêmio desacelere, visto que a nova gestão tem focado em lucratividade. Além disso, o UBS aponta que as margens devem ser impactadas por um índice de sinistralidade mais alto combinado a uma abordagem mais conservadora para as provisões. Impactam ainda as taxas de juros baixas.

Outros fatores que devem continuar a pressionar os sinistros no curto prazo, na análise do UBS, são o foco da gestão anterior em crescimento; o impacto do câmbio; e relatórios de sinistros mais rápidos do que o esperado.

Otimismo exagerado 

Na visão do UBS, o mercado está otimista demais com a companhia, precificando um retorno sobre o patrimônio de cerca de 20% e um índice de sinistralidade de 62% no longo prazo. As estimativas do UBS são de retorno sobre o patrimônio de 4% em 2021, alcançando 12,3% em 2024. Além disso, o banco estima que o crescimento do prêmio desacelere para 7% em 2021.

Em termos de resultado, o UBS espera prejuízo líquido de R$ 827 milhões em 2020 e lucro líquido de R$ 205 milhões em 2021. Isto é, com base nas declarações financeiras revisadas de 2018 e 2019; nos resultados do primeiro semestre de 2020; e no aumento de capital de R$ 2,3 bilhões concluído em agosto.

O banco admite, no entanto, que alguns acontecimentos poderiam mudar a perspectiva. Um deles seria o sucesso da IRB em reestabelecer sua liquidez regulatória, além de uma maior visibilidade sobre o projeto de reestruturação e a estratégia de crescimento. Além disso, o nível de renovação de contratos de resseguro e o resultado das negociações atuais poderiam falar sobre a lucratividade a seguir.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: