Menu
Busca quarta, 27 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
IRB

IRB Brasil: direito de subscrição afundou 23% na B3; entenda

22 julho 2020 - 17h02Por Investing.com
Investing.com - O direito de subscrição da IRB Brasil (IRBR1) afundou 23,08% a R$ 1,10 na B3 na sessão de hoje, enquanto as ações (SA:IRBR3) caíram 3,99%, a R$ 8,18. O direito de subscrição é o exercício do direito de preferência aos atuais acionistas da resseguradora de participar do processo de aumento de capital anunciado em 9 de julho. Naquela ocasião, o Conselho de Administração aprovou elevação de no mínimo R$ 2,1 bilhões e no máximo de R$ 2,3 bilhões no capital social por meio de emissão de ações. Assim, deu preferência aos acionistas posicionados no papel na sessão de 13 de julho de 2020. O preço de corte na ação foi definido a R$ 6,93 e a subscrição IRBR1 entrou a R$ 2,05 no primeiro dia de negociação. O processo de aumento de capital iniciou em 14 de julho e vai até 12 de agosto. Os acionistas do papel em 13 de julho receberam IRBR1 automaticamente, em uma proporção correspondente a 35,94% do número de ações IRBR3 em carteira. Para exercer o direito, terá que desembolsar R$ 6,93 por ação no dia 12 de agosto. O investidor com IRBR1 nas mãos terá até o dia 12 de agosto para decidir se desfazer do papel ou exercer o direito. Caso mantenha em carteira e não comunique, o papel irá 'virar pó', perdendo seu valor. Os bancos Bradesco e Itaú, que são acionistas do IRB, vão participar do processo para não ter suas participações diluídas, respectivamente de 15,4% e 11,3%. Dessa forma, o aporte mínimo dos dois bancos são respectivamente de R$ 355,056 milhões e R$ 259,727 milhões. Veja os fatores que influenciam os mercados hoje
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: