Menu
Busca domingo, 24 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Ibovespa

Ibovespa sobe forte na volta do feriado; dólar cai para R$ 5,69

03 novembro 2020 - 10h15Por Redação SpaceMoney

Ibovespa

O Ibovespa, principal índice acionário da B3, a bolsa brasileira, operava com alta relevante durante o pregão desta terça-feira (3). O movimento acompanha o desempenho de fortes altas nas bolsas internacionais.

Por volta das 10h15, os ganhos eram de 2,02%, aos 95.846 pontos.

Com o maior apetite ao risco, o dólar caía. A moeda norte-americana tinha desvalorização de 0,82%, cotada a R$ 5,691.

Veja os fatores que influenciam os mercados hoje:

Mercados internacionais

Ásia (encerrados)

  • Nikkei 225 (Jap): 1,39% ↑
  • Shangai Composite (Chi): 1,42% ↑

Europa

  • DAX 30 (Ale): 1,85% ↑
  • FTSE 100 (Ing): 1,93% ↑
  • CAC 40 (Fra): 2,04% ↑

Nos EUA, os futuros operavam em campo positivo, apontando para ganhos entre 1,1% e 1,3%.

Nos EUA

Os olhos de investidores de todo o mundo estão voltados para o pleito presidencial norte-americano. Em meio à sinalizações de que o presidente Donald Trump pode não aceitar o resultado caso perca para o democrata Joe Biden, um desfecho rápido é o desejado pelos mercados. Biden está na dianteira, mas o cenário ainda é incerto

Ata do Copom

Após a reunião da semana passada, que teve como resultado a manutenção da taxa básica de juros a 2%, a ata do encontro será divulgada hoje. Os diretores do Banco Central já reconheceram “últimas leituras de inflação foram acima do esperado”, mas o documento pode dar mais pistas dos próximos passos de política monetária.

Balanços

No Brasil, BB Seguridade, Duratex e Porto Seguro divulgam seus números para o 3º trimestre antes da abertura dos mercados. Depois do fechamento do pregão, é a vez de Itaú Unibanco, Marcopolo, Minerva, Petro Rio e TIM. IRB Brasil também deve publicar resultados hoje, mas não comunicou o horário ao mercado.

Em Brasília

No Legislativo, a expectativa é pela votação do projeto de independência do Banco Central no Senado hoje. Já na Câmara, o presidente Rodrigo Maia afirmou que novas reformas devem ficar para 2021. No entanto, o projeto de extensão do auxílio emergencial até dezembro deve ser levado a plenário depois das eleições municipais.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: