Menu
Busca quinta, 21 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
índice

Ibovespa sobe 1,53% com Vale e Petrobras; dólar e juros caem

12 junho 2019 - 08h44Por Angelo Pavini
O Índice Bovespa fechou em alta hoje, de 1,53%, aos 98.960, novamente se aproximando dos 100 mil pontos. O principal indicador do mercado de ações brasileiro refletiu a alta das ações da Vale e da Petrobras e os avanços de pautas favoráveis ao governo no Congresso. Governadores manifestaram apoio à reforma da Previdência, dentro de condições já esperadas pelo mercado, com a retirada de alguns pontos, mas reforçando a expectativa com a aprovação do texto. Também passou pela Comissão Mista do Orçamento a proposta de crédito extra para o governo fechar as contas deste ano e pagar o Bolsa Família, os benefícios por idade e o Pronaf. A atitude do ministro da Justiça, Sérgio Moro, de ir ao Senado na próxima semana depor na Comissão de Constituição e Justiça sobre as conversas com procuradores da Operação Lava Jato também ajudou a acalmar os ânimos no Congresso. No exterior, o anúncio pelo governo da China de um pacote de incentivo aos governos regionais impulsionou as commodities, e o minério de ferro subiu 5% com dados de queda nos estoques chineses. Com isso, a ação ordinária (ON) da Vale puxou a alta do Ibovespa, com alta de 6,39% e volume de R$ 2,250 bilhões, ou 13,38% do total negociado na Bovespa. Petrobras também foi destaque, com alta de 1,91% e R$ 1,4 bilhão negociados, 8% do volume do dia, de R$ 16,959 bilhões. A ação da estatal foi beneficiada também pelo anúncio no fim da tarde de um acordo com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) autorizando a venda de parte das refinarias, o que ajudará a reduzir sua dívida.

CSN e Bradespar sobem com minério

Além de Vale, CSN ON também liderou as altas do Ibovespa, com 5,68% de alta, já que boa parte de sua receita vem da exportação da mina Casa de Pedra. Bradespar PN, holding não financeira do Bradesco que tem como principal ativo ações da Vale, subiu 4,56%. Ultrapar ON ganhou 4,56% e Cosan ON, 4,23%, ambas fortes concorrentes da BR na distribuição de combustiveis. As maiores quedas do Ibovespa foram de IRB Brasil ON, com 1,69%, Via Varejo ON, 1,19%, Qualicorp ON, 1,02% e Lojas Americanas ON, 0,86%. No mercado de câmbio, o dólar comercial encerrou o dia em queda de 0,88%, vendido a R$ 3,85. O dólar turismo caiu 0,74%, vendido a R$ 4,01. No mercado de juros futuros, os contratos de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2021, que dá a projeção ate o fim de 2020, fechou estimando 6,17%, ante 6,22% ontem. Para janeiro de 2025, a taxa projetada caiu de 7,74% para 7,60% ao ano. No Tesouro Direto, os juros dos papéis mais longos corrigidos pela inflação, Tesouro IPCA+, ou NTN-B, recuaram ligeiramente, de 3,90% ao ano para 3,89% mais IPCA para 2035 e 2045. O post Ibovespa sobe 1,53%, para 98.960 pontos, com Vale e Petrobras e avanços no Congresso; dólar e juros caem apareceu primeiro em Arena do Pavini.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: