Menu
Busca segunda, 25 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Ibovespa

Ibovespa opera com queda em meio a tensão mundial com vírus de Wuhan; dólar também cai

23 janeiro 2020 - 10h37Por Redação SpaceMoney
O Ibovespa, principal índice acionário da B3, a bolsa brasileira, operava, às 10h26 desta quinta-feira (23), em queda de 0,99%, aos 117.216,27 pontos, em meio a um forte movimento de realização de lucros. As medidas da China para conter o avanço do chamado "Vírus de Wuhan", fechando já duas cidades, às vésperas do Ano Novo chinês, voltaram a aumentar os temores sobre uma pandemia mundial, com casos confirmados em vários países asiáticos. Na mesma direção, o dólar comercial opera em queda de 0,08%, cotado a R$ 4,172, em movimento de ajuste após a forte desvalorização do Real ante o dólar registrado na terça-feira (21). Veja os principais fatores que podem influenciar os marcadores na sessão de hoje:

Mercados internacionais

As bolsas asiáticas fecharam em queda, com destaque negativo para Hong Kong (-1,52%) e Xangai (-2,75%), após o anúncio de que a China isolaria a cidade onde começou a  epidemia do que é chamado de “Vírus de Wuhan”, que já matou 17 pessoas e infectou mais de 500. A Organização Mundial da Saúde (OMS) se reúne hoje, em Paris, para avaliar se declara o surto mundial. Enquanto os índices da Europa operam de maneira mista, próximo da estabilidade, os futuros de Nova York apontam para uma abertura com leve queda.

China fecha mais uma cidade

A China colocou uma segunda cidade em confinamento, na tentativa de combater a propagação do coronavírus. Além de Wuhan, onde começou a epidemia, Huanggang, com 7,5 milhões de habitantes, também está com acesso restrito de trens e ônibus. O fechamento ocorre às vésperas do Ano Novo chinês, festividade que atrai o maior número de turistas para o país.

Impeachment de Trump

Democratas e republicanos tentam entrar em um acordo sobre a convocação de novas testemunhas para depor no processo de impeachment do presidente americano, Donald Trump. Enquanto opositores ao governo querem trazer pessoas como o ex-assessor de segurança, John Bolton, partidários de Trump querem, em contrapartida, que o filho de Joe Biden, que foi espionado, seja ouvido.

Brexit

O acordo para a saída do Reino Unido da União Europeia passou ontem pelo Parlamento britânico e garantiu que o país sairá do bloco até 31 de janeiro. Agora, o acordo só precisa ser assinado pela Rainha Elizabeth II, por parte dos ingleses, e pelo presidente do  Conselho Europeu e da Comissão Europeia para entrar em vigor.

Guedes em Davos (parte final)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, que é representante do governo brasileiro no Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça, encerrará nesta quinta-feira (23) a sua participação no encontro com duas rodas de debate. Em seu último dia, Guedes tratará de temas como câmbio, economia internacional e política externa com representantes de empresas e jornalistas. O ministro não voltará a tempo de acompanhar o presidente da República, Jair Bolsonaro, em sua viagem para a Índia. 

IPCA-15

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15), que é considerado uma prévia da inflação oficial, subiu 0,71% em janeiro. O número vem levemente acima do esperado de 0,70%, mas abaixo do 1,02% de avanço do mês anterior.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: