Menu
Busca sexta, 22 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Ibovespa

Ibovespa mantém leve alta após discurso do Fed; dólar vira para alta e vai a R$ 5,91

13 maio 2020 - 11h39Por Redação SpaceMoney

O Ibovespa, principal índice acionário da B3, a bolsa brasileira, operava em alta durante o pregão desta quarta-feira (13). O avanço, que marcava mais de 1% no começo dos negócios, foi reduzido após Jerome Powell, presidente do Federal Reserve, afastar a possibilidade de juros negativos nos Estados Unidos. Por volta das 11h30, os ganhos eram de 0,86%, aos 78.545,19 pontos. Após bater recordes na semana passada, o dólar voltou a subir. A moeda norte-americana registrava valorização de 0,83%, cotada a R$ 5,914. Veja os principais fatores que influenciam o mercado financeiro na sessão de hoje:

Mercados internacionais

No Japão, o Nikkei 225 fechou com queda de 0,49%. Já a bolsa de Xangai encerrou a sessão com ganhos de 0,22%. Na Europa, DAX 30 recuava 1,97% e FTSE 100 tinha queda de 0,87%. CAC 40 perdia 2,39%. Nos Estados Unidos, Dow Jones caía 0,32%. S&P 500 perdia 0,02% e Nasdaq tinha alta de e 0,72%.

Balanços

Após o fechamento dos mercados hoje, Grupo Pão de Açúcar, Sulamerica, Movida, ViaVarejo e Locaweb divulgam seus resultados para o 1º trimestre de 2020.

Coronavírus

O Brasil bateu novamente o recorde de mortes por covid-19 em 24 horas, acumulando mais de 12 mil vítimas fatais da doença. Já adotado em algumas cidades do nordeste e do norte, o lockdown começa a ser cogitado em mais localidades, mesmo com a pressão do presidente Jair Bolsonaro para a reabertura das atividades. Nesta quarta-feira, o ministro da Saúde, Nelson Teich, deve apresentar um plano de distanciamento social, com critérios para decidir qual tipo de isolamento seguir.

Em Brasília

As tensões políticas continuam em Brasília: ontem, o Ibovespa virou para queda após especulação dos noticiários sobre vídeo no qual Jair Bolsonaro apontaria a necessidade de trocar a chefia da Polícia Federal no Rio de Janeiro para proteger sua família. A gravação faz parte do inquérito do STF que investiga as acusações do ex-ministro Sérgio Moro e foi assistida pela PF e o ministro Celso de Mello decidirá sobre sua divulgação.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: