Menu
Busca domingo, 24 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Ibovespa futuro

Ibovespa futuro segue exterior e começa a semana com importante alta

24 agosto 2020 - 09h36Por Investing.com

Por Gabriel Codas - Investing.com - O índice futuro do Ibovespa inicia a sessão desta segunda-feira com importante valorização de 0,99% aos 102.465 pontos às 09h17, seguindo as bolsas internacionais. Já o dólar recua 0,97% a R$ 5,5640.

O mercado inicia a semana com otimismo, o que reflete o anúncio da FDA no domingo sobre a aprovação emergencial de um tratamento usando plasma sanguíneo para a Covid-19 em meio a pressão do presidente Donald Trump sobre a autarquia que aprova vacinas e medicamentos nos EUA. O mandatário americano também pressionaa o aceleramento da licença de uma vacina que está sendo estudada no Reino Unido, segundo o Financial Times.

As bolsas europeias sobem e atingem seu maior patamar em pouco mais de uma semana, puxando para cima os futuros dos índices acionários americanos, que se mantêm incessantes na procura por mais topos históricos.

No cenário interno, os investidores seguem monitorando o risco fiscal. A expectativa na semana é o lançamento do megapacote de medidas sociais e econômicas que o governo federal deve lançar amanhã. Devem estar no pacote o novo programa de transferência de renda "Renda Brasil", que visa substituir o auxílio emergencial com maior número de beneficiários e valor do benefício do que o Bolsa Família, além de medidas para geração de emprego, novos marcos regulatórios, atração de investimentos privados, privatizações e ações para corte de gastos.

- Cenário Interno

Confiança do Consumidor

A confiança do consumidor no Brasil registrou alta pelo quarto mês consecutivo em agosto e voltou ao nível de março, quando começou o impacto do coronavírus sobre a economia, mas desacelerou o ritmo dos ganhos quando comparados às leituras anteriores.

A Fundação Getulio Vargas (FGV) informou nesta segunda-feira que seu Índice de Confiança do Consumidor (ICC) subiu 1,4 ponto em agosto, para 80,2 pontos, mesmo nível registrado em março.

Com esse resultado, o índice recupera o total da perda acentuada de 22 pontos registrada em abril, o mês de pandemia que teve o maior impacto econômico devido à imposição de medidas de combate à Covid-19 que forçaram o fechamento de estabelecimentos, gerando fortes quedas no emprego e na renda.

Covid-19

O número de novos casos de Covid-19 no Brasil subiu em 23.421 neste domingo, quando houve o registro também de 494 novos óbitos, mostraram dados divulgados pelo Ministério da Saúde.

O país é o segundo mais afetado pelo novo coronavírus no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos. No total, já são 3.605.783 casos, com 114.744 mortes.

No sábado, o número de novos casos havia sido de 50.032, com 892 novos óbitos. Nos finais de semana e segundas, as contagens costumam ser menores em função de um atraso no processamento de testes.

- Pacotes do governo

O jornal O Estado de S.Paulo informa que o plano Pró-Brasil, inicialmente desenhado para retomada de obras de infraestrutura paralisadas, deve focar em marcos regulatórios já em tramitação no Congresso, como o novo marco legal do gás natural, a lei de falência e navegação na costa brasileira. O objetivo do redesenho é liberar R$ 4 bilhões do Orçamento este ano para obras e ampliar a participação da iniciativa privada.

Além disso, a equipe econômica vai propor iniciativas que abra espaço entre R$ 20 bilhões e R$ 70 bilhões do orçamento para cumprir o teto de gastos. O governo vai enviar uma lista de programas considerados ineficientes que podem ser cortados e sugestões para desindexação do Orçamento. 

Também são aguardados anúncio de medidas de desoneração da folha de pagamentos, avanços em privatizações e um novo programa habitacional que vai substituir o Minha Casa Minha Vida, além de medidas de ampliação de consumo, como redução do IPI para eletrodomésticos, e de aumento da progressão do sistema tributário, com ampliação da faixa de isenção do Imposto de Renda Pessoa Física para R$ 3 mil.

- Cenário Externo

EUA

A Food and Drug Administration (FDA), agência reguladora de medicamentos nos Estados Unidos, anunciou no domingo que autorizou o uso de plasma sanguíneo de pacientes que se recuperaram da Covid-19 no tratamento da doença, um dia depois de o presidente dos EUA, Donald Trump, acusar a agência de segurar a disponibilização de vacinas e terapias contra o coronavírus por razões políticas.

O anúncio da FDA para a chamada “autorização para uso emergencial” também vem na véspera da convenção nacional do Partido Republicano, na qual Trump será indicado para buscar a reeleição para mais quatro anos no poder na eleição de 3 de novembro.

Um dia antes da aprovação pela agência, Trump citou o chefe da FDA, Stephen Hahn, em um tuíte no qual afirmou: “O estado profundo, ou quem quer que seja, na FDA está tornando muito difícil para as farmacêuticas conseguirem pessoas para testar as vacinas e as terapias”.

China

As importações de carne suína da China mais que dobraram na comparação anual em julho, para 430 mil toneladas, atingindo um volume recorde mensal, mostraram dados de alfândega, mesmo com novos controles mais rígidos sobre cargas que desaceleraram liberações em portos.

Importadores chineses têm comprado grandes volumes da carne neste ano devido a uma escassez de oferta doméstica depois que uma epidemia de peste suína africana matou milhões de porcos.

Ainda assim, os dados divulgados na noite de domingo surpreenderam, após muitas unidades de processamento no exterior terem sido forçaras a parar ou desacelerar a produção nos meses anteriores por infecções pelo coronavírus entre trabalhadores.

BOLSAS INTERNACIONAIS

Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,28%, a 22.985 pontos. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 1,74%, a 25.551 pontos. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,15%, a 3.385 pontos.  O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,78%, a 4.755 pontos.

O dia é de forte valorização para os mercados de ações da Europa. Em Frankfurt, o DAX tem alta de 2,23% aos 13.071 pontos, com o FTSE, de Londres, soma 1,74% aos 6.117 pontos. Já em Paris, o CAC avança 2,29% aos 5.008 pontos.

Em Nova York, o S&P 500 Futuros era negociado em alta de 30 pontos, ou 0,9%, o contrato Dow Futuros subia 286 pontos, ou 1%, enquanto o Nasdaq 100 Futuros ganhava 122 pontos, ou 1,1%. Esses índices estão em curso para um quinto mês consecutivo de ganhos.

COMMODITIES

A jornada de abertura da semana teve um ligeiro movimento negativo para os preços dos contratos futuros do minério de ferro, que são negociados na bolsa de mercadorias da cidade de Dalian, na China. O ativo com o maior volume de operações, com data de vencimento para janeiro do próximo calendário, perdeu 1,83% para 832,50 iuanes por tonelada, o que representa recuo de 15,5 iuanes em relação aos 848,00 iuanes de liquidação da véspera.

No mesmo sentido, a segunda-feira teve como principal característica a queda nas cotações dos papéis futuros do vergalhão de aço, que são transacionados na também chinesa bolsa de mercadorias de Xangai. O contrato com mais liquidez, com entrega para o mês de janeiro de 2021, cedeu 7 iuanes para 3.732 iuanes por tonelada, enquanto que o de outubro deste ano, avançou 1 iuan para 3.781 iuanes para cada tonelada.

MERCADO CORPORATIVO

- Braskem (SA:BRKM5)

O presidente do México disse que um acordo “leonino” de fornecimento de etano que ele pressionou para cancelar entre um consórcio apoiado pela brasileira Odebrecht e a petroleira mexicana Pemex teria custado aos contribuintes cerca de 15 bilhões de pesos (683 milhões de dólares).

O contrato entre a Petróleos Mexicanos (Pemex) e o consórcio formado pela Braskem, controlada pela Odebrecht, e o Grupo Idesa de México, foi assinado há uma década, na gestão do ex-presidente Felipe Calderón (2006-2012).

Em uma transmissão no YouTube no sábado, o presidente Andrés Manuel López Obrador disse que sua estimativa foi baseada no que ele descreveu como prováveis ​​subsídios injustos e multas pagas pelo não cumprimento dos termos do acordo que ele descreveu como “leonino”.

- Omega

A empresa de energia renovável Omega Geração anunciou neste domingo um acordo vinculante para aquisição de fatia de 50% em parques eólicos da francesa EDF (PA:EDF) Renewables na Bahia, além de negociações para possível compra de novos projetos.

O negócio pelos complexos Ventos da Bahia 1 e 2, que totalizam 182,6 megawatts em capacidade, foi avaliado em 661,7 milhões de reais, incluindo dívidas, sendo que a Omega pagará 55% do valor em caixa e o restante envolve assunção do endividamento de longo prazo dos ativos, disse a empresa em comunicado.

Em paralelo, a companhia informou que tem realizado due diligence com exclusividade de um portfólio de projetos eólicos com 265 megawatts em capacidade, em avaliação com prazo até dezembro, período durante o qual pode apresentar uma oferta vinculante pelos ativos.

Essa eventual nova operação ocorreria “após a entrada em operação dos projetos a atingimento de marcos relacionados à conclusão das atividades de construção”, acrescentou a Omeg

- Correios

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou neste sábado que escolheu o consórcio Postar, formado por Accenture do Brasil e Machado, Meyer, Sendacz, Opice e Falcão Advogados, para realização de estudos para desestatização do serviço postal, hoje prestado pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT).

Em nota à imprensa, o BNDES informou que homologou na quinta-feira o consórcio como vencedor do seu processo de seleção, que contou com outros oito participantes.

O Postar, que apresentou o menor preço, de 7,89 milhões de reais, ficará responsável por indicar alternativas de parceria com a iniciativa privada para gestão do serviço postal no Brasil.

“O consórcio selecionado realizará os estudos que indicarão as alternativas de desestatização para o setor postal e embasarão a decisão do governo”, disse o BNDES.

- Planos de saúde

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) decidiu nesta sexta-feira suspender, de setembro para dezembro, o reajuste de preços dos planos de saúde no Brasil, devido à excepcionalidade dos efeitos da Covid-19.

A proposta do presidente substituto da agência, Rogério Scarabel Barbosa, foi aprovada pelo colegiado.

Barbosa argumentou que o reajuste “poderia sobrecarregar ainda mais o SUS (Sistema Único de Saúde)”. Segundo ele, a proposta levou em conta fatores como o fato de as operadoras de saúde terem até o início da pandemia os melhores indicadores da última década”, e que do ponto de vista financeiro, o setor está sólido.

- Transpetro

A Petrobras (SA:PETR4) informou nesta sexta-feira a renúncia da presidente de sua subsidiária Transpetro, Cristiane Elia de Marsillac, que também ocupava cargo no conselho de administração da unidade.

Segundo comunicado da estatal, a renúncia de Marsillac deve-se a questões pessoais. A petroleira, que não forneceu mais detalhes, acrescentou que o diretor financeiro da Transpetro, Gustavo Santos Raposo, assumiu a presidência da subsidiária.

- Petrobras

A Petrobras assinou contrato nesta sexta-feira para a venda da totalidade de sua participação no Polo Rio Ventura à 3R Petroleum e Participações por 94,2 milhões de dólares, informou a empresa em fato relevante.

Segundo a estatal, o valor é composto por 3,8 milhões de dólares pagos nesta sexta, 31,2 milhões de dólares a serem pagos no fechamento da transação, 16 milhões de dólares que serão pagos 30 meses após o fechamento da transação e 43,2 milhões de dólares em pagamentos contingentes previstos em contrato.

A petroleira destacou que o fechamento da transação depende de fatores como a aprovação pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Polo Norte Capixaba

A Petrobras iniciou processo para venda da totalidade de suas participações em um conjunto de cinco concessões de campos terrestres no Espírito Santo, que formam o Polo Norte Capixaba, informou a empresa em fato relevante nesta sexta-feira.

A estatal é operadora e possui 100% de participação no polo, que compreende os campos de Cancã, Cancã Leste, Fazenda Alegre, Fazenda São Rafael e Fazenda Santa Luzia, localizados nos municípios capixabas de Linhares, Jaguaré e São Mateus.

O ativo possui 269 poços em operação e instalações como estações de tratamento de óleo, gasodutos e oleodutos, com produção média de 7 mil barris de óleo por dia e 66 mil metros cúbicos diários de gás no primeiro semestre, disse a empresa.

- Engie Brasil

O conselho de administração da elétrica Engie Brasil Energia (SA:EGIE3) aprovou celebração de um acordo de investimento junto ao Itaú Unibanco, segundo ata de reunião do colegiado da companhia divulgada nesta sexta-feira.

O acordo envolve a subscrição pelo Itaú de 500 milhões de reais em novas ações preferenciais de emissão da Novo Estado Participações, unidade da Engie responsável por um projeto de transmissão na região Norte.

A Engie anunciou em dezembro do ano passado a aquisição junto à indiana Sterlite do projeto Novo Estado, que compreende a construção de 1,8 mil quilômetros em linhas de energia no Pará e no Tocantins.

Ao divulgar resultados neste mês, a elétrica controlada pelo grupo francês Engie divulgou projeção de investimento de 3 bilhões de reais no empreendimento, sem considerar custos com a aquisição.

AGENDA DE AUTORIDADES

- Jair Bolsonaro

A agenda oficial do presidente da República traz compromissos somente na parte da tarde, com reuniões com os ministros Paulo Guedes (Economia) e Braga Netto (Casa Civil).

- Paulo Guedes

- Videoconferência com o assessor especial de Assuntos Institucionais, Esteves Colnago;

- Videoconferência com os secretários especiais;

- Reunião com o presidente da República, Jair Bolsonaro.

(Com contribuição de Reuters e Estadão Conteúdo)

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: