Menu
Busca domingo, 17 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Ibovespa futuro

Ibovespa futuro segue exterior e abre sessão da sexta-feira em alta

08 maio 2020 - 09h32Por Investing.com
Por Gabriel Codas Investing.com - A jornada desta sexta-feira começa com valorização do índice futuro do Ibovespa, que avança 0,77% aos 79.390 pontos às 09h14, seguindo o bom humor presente nos mercados acionários ao redor do mundo. O dólar comercial, depois da forte alta de ontem, recua 0,26% a R$ 5,8158. O mercado terá mais um dia com sinalizações positivas, após sinais positivos da reaproximação entre negociadores comerciais de China e EUA nesta sexta-feira. Porém, os dados do mercado de trabalho americano podem mudar o rumo dos negócios. Por aqui, a temporada de balanços segue chamando a atenção dos investidores, além do resultado do IPCA de abril. Os investidores continuam atentos aos ruídos políticos vindos de Brasília. Além disso, os impactos da crise gerada pelo coronavírus seguem no radar, com as medidas de afrouxamento das quarentenas passando a valer na Europa, o que melhora o humor dos negócios. - Cenário Interno IPCA Puxada pela queda de 9,59% no preço dos combustíveis, o país teve deflação de 0,31% em abril, após ter registrado 0,07% em março. O resultado é a menor variação mensal desde agosto de 1998, quando chegou a -0,51%. Os dados são do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgado hoje (8) pelo IBGE. No acumulado do ano, o IPCA registrou 0,22% e, nos últimos 12 meses, ficou em 2,40%. O grupo Transportes, que teve queda de 2,66%, apresentou o maior impacto negativo no IPCA de abril, de -0,54 ponto percentual (p.p.). O recuo de 9,59% nos preços dos combustíveis foi puxado pela redução de 9,31% na gasolina, que exerceu o maior impacto individual negativo no índice do mês, de -0,47 p.p. A gasolina registrou deflação em todas as 16 regiões pesquisadas, sendo a maior em Curitiba (-13,92%) e a menor no Rio de Janeiro (-5,13%). Etanol (-13,51%), óleo diesel (-6,09%) e gás veicular (-0,79%) também apresentaram queda em abril. Serviços essenciais O presidente Jair Bolsonaro ampliou a lista de serviços considerados essenciais durante a pandemia do novo coronavírus, com novas atividades industriais entre aquelas que podem continuar funcionando, segundo decreto publicado nesta quinta-feira. No decreto, Bolsonaro inclui “atividades industriais, obedecidas as determinações do Ministério da Saúde”, sem especificar os setores industriais. O Ministério da Saúde tem dado apenas orientações gerais sobre medidas para evitar a propagação do Covid-19. IGP-DI O Índice Geral de Preços-Disponibilidade Interna (IGP-DI) subiu 0,05 por cento em abril, ante elevação de 1,64 por cento no mês anterior, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV), nesta sexta-feira. - Cenário Externo Acordo comercial Os principais representantes comerciais dos Estados Unidos e da China discutiram a Fase 1 de seu acordo comercial nesta sexta-feira, e o país asiático disse que concorda em melhorar a atmosfera para sua implementação, enquanto os EUA disseram que os dois lados esperam que as obrigações sejam cumpridas. A discussão em uma ligação telefônica ocorre em meio à crescente tensão entre os países, exacerbada por uma guerra de palavras por causa das críticas dos EUA à abordagem adotada pela China diante do surto de coronavírus. O presidente dos EUA, Donald Trump, e outras altas autoridades culparam a China pela morte de centenas de milhares de pessoas devido ao surto, e ameaçaram ações punitivas, incluindo possíveis tarifas e o afastamento das cadeias de suprimentos da China. EUA A economia dos Estados Unidos provavelmente perdeu 22 milhões de empregos em abril, no que seria o maior volume de fechamentos de vagas desde a Grande Depressão e os sinais mais fortes de como a pandemia do coronavírus está afetando a maior economia do mundo. O relatório que é avaliado atentamente em qualquer mês, mas que terá importância ainda maior agora diante das paralisações de serviços não essenciais. Os dados do mercado de trabalho nesta sexta-feira também devem mostrar que a taxa de desemprego disparou a ao menos 16% no mês passado. O recorde pós-Segunda Guerra Mundial é de 10,8%, alcançado em novembro de 1982. Os números deverão fortalecer as expectativas de analistas de uma lenta recuperação da recessão causada pela pandemia. Ele vai se somar a uma série de dados fracos dos gastos dos consumidores, investimento empresarial, comércio, produtividade e do mercado residencial. “Nossa economia está em suporte de vide agora”, disse Erica Groshen, ex-comissária da Agências de Estatísticas do Trabalho do Departamento do Trabalho. China Os índices acionários da China fecharam em alta nesta sexta-feira, com os investidores comemorando a abertura por Pequim de seus mercados financeiros a investidores estrangeiros, além das negociações entre autoridades chinesas e norte-americanas de comércio. A China finalizou na quinta-feira as regras que eliminam cotas de dois grandes esquemas de investimento, dando a instituições estrangeiras qualificadas acesso ilimitado a ações e títulos chineses, em sua mais recente etapa para abrir o setor financeiro do país. Somando-se ao humor positivo, representantes de comércio dos EUA e da China discutiram a fase 1 do acordo comercial nesta sexta-feira, com a China dizendo que eles chegaram a um acordo para melhorar a atmosfera da implementação. BOLSAS INTERNACIONAIS Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 2,56%, a 20.179 pontos. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 1,04%, a 24.230 pontos. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,83%, a 2.895 pontos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,99%, a 3.963 pontos. As bolsas de valores europeias operam com ganhos nesta sexta-feira. Em Frankfurt, o DAX avança 1,05% aos 10.871 pontos, enquanto que em Paris, o CAC soma 0,84% aos 4.538 pontos. Londres não tem negócios devido a um feriado local. O índice pan-europeu Stoxx 600, que lista as principais empresas do continente, opera em alta de 0,75% Os futuros de NY também seguem positivo. Dow Jones Futuros sobe 0,83%, S&P 500 Futuros tem ganhos de 0,87% e Nasdaq 100 Futuros com alta de 0,83%. COMMODITIES A jornada desta sexta-feira foi marcada por uma forte valorização para os preços dos contratos futuros do minério de ferro, que são negociados na bolsa de mercadorias da cidade de Dalian, na China. O ativo com o maior volume de operações, com data de vencimento para o mês de setembro deste ano, somou 2,59% a 633,00 iuanes por tonelada, o que representa avanço de 16 iuanes em relação aos 617 iuanes por tonelada de liquidação da véspera. Na mesma direção, o último dia útil da semana tece como característica o avanço nas cotações dos papéis futuros do vergalhão de aço, que são transacionados na bolsa de mercadorias da também chinesa cidade de Xangai. O contrato de maior liquidez, com entrega para o outubro de 2020, avançou para 30 iuanes para 3.452 iuanes por tonelada. O de maio, o mais curto e segundo em volume, perdeu 38 iuanes para 3.536 iuanes por tonelada. Os preços do petróleo subiam nesta sexta-feira e caminhavam para uma segunda semana consecutiva de ganhos, à medida que mais países avançam com planos para relaxar os bloqueios econômicos e sociais criados para interromper a pandemia de coronavírus e conforme petroleiras paralisam produção. O petróleo Brent subia 0,85%, a 29,71 dólares por barril, às 08:19, após recuar quase 1% na quinta-feira. O petróleo nos EUA (WTI) avançava 0,42%, para 23,65 dólares por barril, após um declínio de quase 2% na sessão anterior. Ambos os contratos estão caminhando para uma segunda semana de ganhos após as mínimas registradas em abril, quando o petróleo nos EUA caiu abaixo de zero. No entanto, o petróleo ainda está sendo bombeado para armazenamento, aumentando a perspectiva de que quaisquer ganhos provocados por uma demanda mais forte sejam limitados. MERCADO CORPORATIVO - Vai Varejo A Via Varejo (SA:VVAR3) afirmou nesta sexta-feira que está atualmente avaliando a possibilidade de lançamento de uma oferta subsequente primária de ações, mas que não há nesta data decisão quanto ao lançamento, bem como de seus eventuais termos. O comunicado veio após o Valor Econômico publicar na véspera, citando fontes, que a varejista dona das marcas Casas Bahia e Ponto Frio prepara um follow-on de 5 bilhões de reais. - JBS (SA:JBSS3) A Prefeitura de Passo Fundo (RS) determinou nesta quinta-feira a interdição cautelar por 15 dias de uma unidade de aves da JBS localizada no município, devido a ocorrência de casos de coronavírus confirmados entre os funcionários. A planta havia sido fechada no dia 24 de abril e, segundo a prefeitura, a medida deve impedir o retorno das operações que estava previsto para esta semana. Procurada pela Reuters, a JBS disse em nota que tomará todas as medidas cabíveis para reverter a interdição municipal. De acordo com a prefeitura, a interdição é fundamentada no entendimento da Vigilância em Saúde do Município de que foram desrespeitadas regras sanitárias e epidemiológicas, o que pode colocar em risco a saúde de toda a população. “A empresa deveria providenciar monitoramento de todos os trabalhadores afastados, o que não teria ocorrido”, afirmou a prefeitura ainda no entendimento da vigilância municipal. - B2W (SA:BTOW3) O grupo de comércio eletrônico B2W reduziu em 22,5% o prejuízo líquido do primeiro trimestre ante mesma etapa de 2019, refletindo em parte as consequências das medidas de restrição à circulação de pessoas tomadas por governos para frear a epidemia de Covid-19. A companhia encerrou o período com prejuízo de 108 milhões de reais, enquanto a receita líquida disparou 32,3%, a 1,7 bilhão de reais e as despesas operacionais avançaram em ritmo menor, de 20,9%. Segundo balanço divulgado nesta quinta-feira, a companhia controlada pelas Lojas Americanas (SA:LAME4), o faturamento total de venda de seus produtos e de terceiros (GMV) subiu 27,3%, empurrada pelo incremento de quase 30 mil vendedores na plataforma no período e por expansão de 257% no número de itens à venda, para 31,4 milhões. A B2W afirmou que a epidemia acelerou iniciativas de entrega de produtos comprados online e a partir de unidades físicas da Lojas Americanas próximas dos consumidores. Segundo a companhia, 100% das lojas da rede já estão com a modalidade da entrega, que em março envolveu mais de 500 cidades do país. A empresa comentou ainda que em abril adicionou mais 20 mil vendedores na plataforma do marketplace, em meio à campanha do grupo de atrair pequenos comerciantes afetados pelas medidas de quarentena impostas pelos governos. A base de vendedores do primeiro trimestre foi de 55,4 mil. - Lojas Americanas A Lojas Americanas teve leve melhora dos resultados no primeiro trimestre, uma vez que o forte crescimento das vendas em seu braço digital mais do que compensou os primeiros impactos do isolamento social sobre suas lojas físicas. A companhia anunciou nesta quinta-feira que teve receita líquida de 4,06 bilhões de reais entre janeiro e março, aumento de 14,2% na comparação com um ano antes. A receita da operação digital teve um salto de 32,3%, para 1,7 bilhão de reais. Por outro lado, com o início do distanciamento social a partir da segunda quinzena de março, a plataforma física foi impactada pelo fechamento de lojas. A suspensão de funcionamento atingiu principalmente lojas em shopping centers (cerca de 30% do total) mas também impactou de forma pontual as lojas de rua. Ainda assim, a receita no conceito mesmas lojas foi 2% maior. As lojas de rua tiveram crescimento de 6,5% e as lojas de shopping centers apresentaram queda de 4,2%. O resultado operacional da Lojas Americanas no trimestre, medido pelo lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado somou 587,7 milhões de reais, aumento de 4,8% ano a ano. A margem Ebitda caiu 1,3 ponto percentual para 14,5%. - Qualicorp (SA:QUAL3) A Qualicorp teve queda no lucro do primeiro trimestre, em resultado pressionado por despesas extraordinárias, incluindo um pagamento de 42 milhões de reais ligada à rescisão de um executivo. A companhia anunciou nesta quinta-feira que seu lucro de janeiro a março somou 70,7 milhões de reais, queda de 27,1% ante mesma etapa de 2019. Já o resultado operacional medido pelo lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) somou 251,6 milhões de reais, aumento de 5,4%. A receita líquida subiu 7,7%, para 502,5 milhões de reais, refletindo maior ticket médio em afinidades e da maior participação de outros segmentos na receita. Mas na base sequencial houve queda de 3,6%. Sem dar detalhes, a Qualicorp disse que a rescisão de executivo no montante de 42,4 milhões de reais e gastos de 11 milhões ligados ao projeto QSaúde, cuja venda foi efetivada neste segundo trimestre, pesaram nas despesas. - Preço dos combustíveis O preço médio da gasolina nos postos do Brasil teve queda de 8% em abril ante o mês anterior, para 4,23 reais por litro, diante de uma queda da demanda e de redução dos preços nas refinarias pela Petrobras (SA:PETR4), apontou nesta quinta-feira pesquisa realizada pela ValeCard, empresa especializada em soluções de gestão de frotas. Na comparação com o valor médio registrado em janeiro, a queda acumulada soma 11,17%, impactada por uma diminuição dos preços do petróleo e de seus derivados diante da propagação do novo coronavírus, que reduziu a demanda global. Rio de Janeiro (4,678 reais por litro) e Acre (4,67 reais) foram os Estados com os valores da gasolina mais altos, enquanto Paraná (3,777 reais) e Santa Catarina (3,863 reais) apresentaram os menores preços. - Venda de cimento A comercialização de cimento no Brasil no mês passado caiu 6,9% sobre o mesmo período do ano passado, para 4,08 milhões de toneladas, mas avançou na comparação com março quando medida por dia útil, afirmou nesta quinta-feira a associação de fabricantes do insumo, Snic. Segundo a entidade, as vendas por dia útil de cimento no Brasil em abril somaram 185,5 mil toneladas, um crescimento de 9,8% sobre março e queda de 2,5% na comparação com abril de 2019. O Snic considera o índice de vendas por dia útil mais significativo para medir a performance do setor. - BV O financiamento para compra de carros usados teve uma retomada desde o início de abril, recuperando-se parcialmente após ter caído cerca de 80% na segunda metade de março, afirmou nesta quinta-feira o presidente-executivo do banco BV, Gabriel Ferreira. “Hoje o movimento está em cerca de metade do que era antes da crise”, disse Ferreira à Reuters, explicando que o mercado de seminovos em geral é mesmo mais resiliente em períodos de crise econômica, como a atual causada pelos efeitos do coronavírus. Além disso, como o BC tem uma atuação geograficamente diversificada e as medidas de isolamento social para conter a pandemia foram distintas por regiões no país, o impacto foi relativamente menor do que no mercado de carro zero. AGENDA DE AUTORIDADES - Jair Bolsonaro O presidente da República recebe na parte da manhã o ministro Abraham Weintraub (Educação) e em seguida o coronel Aristomendes Rosa Barroso Magno, Coordenador do Grupo AGIR. O dia chega ao fim, de acordo com a agenda divulgada, com reunião ainda pela manhã com André Luiz de Almeida, Ministro da Justiça e Segurança Pública. - Paulo Guedes - Videoconferência com secretários do Ministério da Economia; - Videoconferência com o secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues; - Videoconferência com o secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade, Carlos Da Costa; - Videoconferência com o Valor Capital; - Videoconferência com o secretário-executivo, Marcelo Guaranys. *Com contribuição de Reuters
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: