segunda, 29 de novembro de 2021
Ibovespa futuro

Ibovespa futuro começa a quinta-feira com valorização

27 agosto 2020 - 09h30Por Investing.com

Por Gabriel Codas - Investing.com - O índice futuro do Ibovespa inicia a sessão desta quinta-feira com valorização de 0,14% aos 100.712 pontos às 09h15, com o dólar recuando 0,19% a R$ 5,5948. O índice futuro e o dólar se recompõe das fortes queda e alta, respectivamente, após o sentimento de deterioração fiscal se acentuou com o presidente Jair Bolsonaro divergindo da proposta de um novo programa de transferência de renda do ministro da Economia Paulo. O presidente deu até sexta-feira para Guedes para apresentar um novo desenho para o futuro programa.

A alta do Ibovespa Futuros se contrapõe, inclusive, com a queda dos futuros de Nova York neste momento, que espera o discurso do chaiman Jerome Powell com novidades sobre política monetária. Powell dará início, às 10h10, ao simpósio de política econômica do Federal Reserve de Kansas City, conhecido como Jackson Hole, reforçando a ideia de buscar uma inflação que atinja a meta de 2% em média, porém de formas e com ciclos menos drásticos.

- Cenário Interno

Confiança da Indústria

O Índice de Confiança da Indústria (ICI) da Fundação Getulio Vargas avançou 8,9 pontos em agosto, alcançado 98,7 pontos. Após quatro meses em alta, o índice recuperou 40,5 pontos, ou 93,8% dos 43,2 pontos perdidos em março e abril.

“A confiança do setor industrial manteve a tendência de recuperação iniciada nos últimos meses de forma consistente e disseminada. Apesar de ainda se mostrarem insatisfeitos com o nível de demanda, a opinião dos empresários sobre a situação dos negócios no momento tem se aproximado cada vez mais do período pré pandemia. Para os próximos meses, os indicadores de expectativas mostram certo otimismo, com mais de 40% do setor prevendo aumento do ritmo de produção. Contudo, observamos que ainda há muita incerteza das empresas, evidenciada pela dificuldade de recuperação do indicador de tendência dos negócios”, comenta Renata de Mello Franco, economista do FGV IBRE.

Covid-19

O Brasil registrou nesta quarta-feira 1.086 novos óbitos em decorrência da Covid-19, o que eleva o total de mortes pela doença no país a 117.666, de acordo com dados do Ministério da Saúde.

Segundo país mais afetado pelo coronavírus no mundo, atrás somente dos Estados Unidos, o Brasil também notificou 47.161 novos casos da doença, atingindo um total de 3.717.156 infecções confirmadas.

Nesta quarta, o Brasil completou seis meses desde a confirmação de seu primeiro caso de Covid-19, registrado em São Paulo em 26 de fevereiro, em um paciente que havia viajado à Itália.  

Segundo os dados do Ministério da Saúde, o Brasil chega à data com 99,1% dos municípios do país tendo registrado pelo menos uma infecção por coronavírus, enquanto 72,7% das cidades contabilizaram ao menos um óbito em decorrência da doença.

Reforma tributária

O ministro da Economia, Paulo Guedes, mencionou nesta quarta-feira proposta para a implementação de um “imposto de renda negativo”, com os custos sendo cobertos por dividendos de empresas públicas, afirmou o presidente da Frente Nacional de Prefeitos, Jonas Donizette, após reunião com o titular da pasta econômica.

Em entrevista virtual à imprensa, Donizette disse que a ideia exposta por Guedes envolveria a criação de um fundo, denominado “fundo Brasil”, com recursos dos dividendos das estatais. O fundo financiaria o pagamento de uma complementação de renda à parcela da população com menor rendimento.

Em julho, Guedes afirmou que a equipe econômica estava estudando propor a implantação de um “imposto negativo”, mecanismo pelo qual o governo federal depositaria o equivalente a 20% do rendimento mensal do trabalhador informal em uma conta que se assemelharia à poupança, para ser sacada na aposentadoria.

- Cenário Externo

EUA

O chair do Federal Reserve, Jerome Powell, deve começar nesta quinta-feira a estabelecer a nova estratégia do banco central dos Estados Unidos para atingir as metas de estabilidade de preços e emprego máximo, uma esperada reformulação que acontece em meio a uma profunda crise econômica e poucos meses antes da eleição.

Com dezenas de milhões de pessoas sem trabalho por causa da pandemia de coronavírus e a campanha para a eleição presidencial de 3 de novembro em andamento, o Fed busca transformar completamente a maneira como gerencia a política monetária para se adaptar a um mundo em que as taxas de juros —e a maioria das métricas de inflação— são perpetuamente baixas.

O Fed de Kansas City dará início a seu simpósio econômico anual nesta quinta-feira, um evento que normalmente é realizado no resort de Jackson Hole, no Wyoming, mas que está sendo feito virtualmente este ano por causa da pandemia

BOLSAS INTERNACIONAIS

Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,35%, a 23.208 pontos. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,83%, a 25.281 pontos. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,61%, a 3.350 pontos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,54%, a 4.731 pontos.

O dia é negativo para o mercado de ações da Europa, com DAX, de Frankfurt cedendo 0,26% aos 13.155 pontos, enquanto que o FTSE, de Londres, perde 0,21% aos 6.033 pontos. Já o CAC recua 0,42% aos 5.027 pontos.

Em Nova York, o contrato Dow 30 futuros caía 75 pontos, ou 0,3%, enquanto os futuros do S&P 500 caíam 0,3% e os futuros do Nasdaq 100 caíam 0,4%.

COMMODITIES

A jornada desta quinta-feira foi marcada por um movimento negativo para os preços dos contratos futuros do minério de ferro, que são negociados na bolsa de mercadorias da cidade de Dalian, na China. O ativo com o maior volume de operações, com data de vencimento para janeiro do próximo calendário, perdeu 0,43% para 814,50 iuanes por tonelada, o que representa perdas de 3,50 iuanes em relação aos 818,00 iuanes de liquidação da véspera.

Em sentido distinto, o fechamento da semana de negócios teve como principal característica os ganhos nas cotações dos papéis futuros do vergalhão de aço, que são transacionados na também chinesa bolsa de mercadorias de Xangai. O contrato com mais liquidez, com entrega para o mês de janeiro de 2021, somou 9 iuanes para 3.717 iuanes por tonelada, enquanto que o outubro deste, perdeu 2 iuanes para 3.777 iuanes para cada tonelada.

MERCADO CORPORATIVO

- Raízen e Ultrapar (SA:UGPA3)

A Petrobras (SA:PETR4) espera receber na quinta-feira ofertas vinculantes para a refinaria Presidente Getúlio Vargas, conhecida como Repar, e os grupos Raízen e a Ultrapar Participações SA aparecem entre os candidatos, disseram fontes à Reuters.

A Raízen, joint venture entre a Shell com o conglomerado de energia e logística Cosan (SA:CSAN3), se aliou a um fundo estrangeiro, enquanto a Ultrapar, dona da Rede Ipiranga, ganhou um acionista de peso recentemente, e ambas são vistas como candidatas de peso pela Repar, acrescentaram fontes familiarizadas com o assunto.

A refinaria, quinta maior do país, é a segunda a ir à venda como parte do plano da Petrobras de privatizar parte do seu parque de produção de combustíveis e acabar com seu quase monopólio no refino.

A Repar, com capacidade para processar 208 mil barris por dia, ou 9% da capacidade do país, atende os estados do Paraná, Santa Catarina, São Paulo e Mato Grosso.

- YDUQS (SA:YDUQ3)

A empresa de educação Yduqs teve prejuízo no segundo trimestre, refletindo maiores provisões para perdas esperadas com calotes e a concessão de maiores descontos a alunos, em meio aos efeitos da Covid-19.

A companhia anunciou nesta quarta-feira que teve prejuízo líquido de 79,5 milhões de reais entre abril e junho, ante lucro de 194,8 milhões de reais um ano antes.

Em termos ajustados, a companhia reportou lucro de 135,9 milhões de reais no trimestre, queda de 30,2% ante mesma etapa de 2019. A previsão média de analistas ouvidos pela Refinitiv apontava para lucro de 150 milhões de reais.

A Yduqs concedeu no período 67,5 milhões de reais em descontos referentes ao programa de bolsas. Em outra frente, as despesas com provisões para inadimplência cresceram 84,4% ano a ano, para 229 milhões de reais.

- Petrobras e BR Distribuidora (SA:BRDT3)

O conselho de administração da Petrobras aprovou nesta quarta-feira a proposta para venda da participação remanescente de 37,5% detida pela estatal na BR Distribuidora, indicou fato relevante publicado pela companhia.

Segundo o comunicado da Petrobras, a transação ocorrerá por meio de uma oferta pública secundária de ações (follow on), cujo lançamento será definido posteriormente e está sujeito a condições de mercado, aprovação de órgãos internos da petroleira e análise da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e outros órgãos reguladores.

“Esta operação está alinhada à otimização do portfólio e à melhoria de alocação do capital da companhia, visando a geração de valor para os seus acionistas”, disse a estatal na nota.

A BR Distribuidora foi efetivamente privatizada em julho do ano passado, quando a Petrobras —até então controladora da distribuidora de combustíveis— reduziu sua participação na companhia de 71,25% para os atuais 37,5%.

- JBS (SA:JBSS3)

A Procuradoria-Geral da República (PGR) deu prazo de 10 dias para que delatores premiados da J&F expliquem repasses da JBS S.A. para o escritório de advocacia de Frederick Wassef no valor de 9,8 milhões de reais entre os anos de 2015 e 2020, segundo documento visto pela Reuters nesta quarta-feira.

Essa movimentação financeira milionária, conforme a PGR, foi registrada em relatório do Conselho de Controle das Atividades Financeiras (Coaf) e revelada em reportagem da revista eletrônica Crusoé da semana passada.

Wassef trabalhou para a família do presidente Jair Bolsonaro e está sob investigação do Ministério Público do Rio de Janeiro.

- Terra Santa Agro

A Terra Santa Agro, uma das maiores produtoras de grãos e oleaginosas do Brasil, reportou nesta quarta-feira que a colheita do milho segunda safra 2019/20 foi encerrada com produtividade média de 102,5 sacas por hectares, o que representa uma queda de 7,66% ante o ciclo anterior.

Segundo comunicado ao mercado, a produtividade final do milho foi impactada negativamente pelos altos índices de chuvas acumulados até o 25º dia após a emergência da planta, o que prejudicou a eficiência da adubação nitrogenada aplicada em cobertura, e pelos altos índices pluviométricos ocorridos na fase de pendoamento do milho.

A área plantada de milho na safra 2019/20 foi de 25,5 mil hectares, 9,7% inferior à safra 2018/19, uma vez que a companhia tem ampliado o cultivo do algodão, após a colheita da soja.

No caso do algodão, a colheita foi finalizada em 22 de agosto, com produtividade parcial de 293 arrobas/hectare contra produtividade final de 288 arrobas na safra anterior.

- Marfrig (SA:MRFG3)

A processadora de carnes Marfrig iniciou as vendas de uma nova linha de produtos bovinos obtidos a partir de animais originários de propriedades sustentáveis, informou a empresa em comunicado nesta quarta-feira.

A nova linha de carne bovina carbono neutro, a ser comercializada sob a marca Viva, inicialmente será distribuída apenas no Brasil, segundo o diretor de Sustentabilidade e Comunicação da Marfrig, Paulo Pianez.

A iniciativa foi desenvolvida em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), disse a companhia. Ela envolve o gado criado em fazendas nas quais as emissões de metano dos animais são neutralizadas pelo cultivo de florestas ou produções agrícolas, segundo o comunicado.

O metano, um potente gás de efeito estufa que contribui para o aquecimento global, é um bioproduto natural da digestão de bovinos e outros ruminantes —grande parte dele é liberado na atmosfera pelos arrotos e respiração dos animais.

- Vale (SA:VALE3)

O governo de Minas Gerais, o Ministério Público e a Advocacia-Geral da União, entre outros órgãos, entraram com petição judicial em que buscam bloquear até 26,68 bilhões de reais em contas da Vale por danos socioeconômicos causados pelo rompimento mortal de uma barragem da companhia em Brumadinho em 2019.

No pleito, ajuizado na 2ª Vara Estadual de Fazenda Pública e Autarquias de Belo Horizonte na terça-feira, os órgãos públicos estaduais e federais solicitam indenizações à mineradora pelas perdas econômicas geradas pelo desastre e também por danos morais coletivos e sociais.

O Ministério Público em Minas Gerais disse que o pedido de bloqueio bilionário tem como base estudo da Fundação João Pinheiro sobre impactos da tragédia, que deixou 270 mortos.

Os procuradores ainda disseram que os danos morais coletivos e sociais foram calculados na ordem de 28 bilhões de reais, para os quais a petição requer indenização ou compensação.

AGENDA DE AUTORIDADES

- Jair Bolsonaro

O presidente da República viaja nesta quinta-feira para Foz do Iguaçu (PR) onde participa do lançamento da pedra fundamental para a duplicação da BR-469 e, em seguida, visita a Usina de Itaipu. No final do dia, de volta a Brasília, participa da posse dos Ministros Humberto Eustáquio Soares Martins e Jorge Mussi nos cargos de Presidente e de Vice-Presidente do Superior Tribunal de Justiça e do Conselho da Justiça Federal.

- Paulo Guedes

- Videoconferência com o Secretário Especial de Fazenda, Waldery Rodrigues;

-  Videoconferência - Reunião do Conselho Monetário Nacional (CMN).

(Com contribuição de Reuters)

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content